Quais as chances da equipe masculina do Brasil na China?


Em 2010, no Mundial de Roterdã, a equipe masculina do Brasil sofreu com o desfalque dos lesionados Diego Hypólito e Victor Rosa, ginastas muito importantes na época, e a equipe acabou competindo com ginastas reservas. Arthur Zanetti, que havia sido 4º colocado nas argolas no Mundial de 2009 em Londres, também não competiu. Mesmo assim conseguiram desempenhar o papel proposto, que era a classificação para o Mundial pré-olímpico no ano seguinte. Terminaram na 19ª colocação, ficando entre as 24 melhores equipes que teriam a chance de competir no Mundial mais uma vez e tentar a vaga olímpica. O Mundial de 2010 é o Mundial que temos que tomar como referência para as comparações com o Brasil esse ano. Só em pensar que Diego Hypólito passou de desfalque em 2010 para reserva em 2014, entende-se que as coisas estão muito diferentes. E melhores.

Chances reais

Equipe

A equipe masculina vai se classificar para o ano que vem. Mesmo com uma competição desastrosa é bem difícil pensar no Brasil fora das 24 equipes esse ano. Como torcemos sempre pelo melhor, o Brasil tem chances de se classificar e ainda superar a 19ª colocação conseguida em 2010. Com Diego Hypólito na equipe, as chances de melhorar a colocação diminuem um pouco, mas as chances de uma final de solo e possível medalha aumentam.

Sérgio Sasaki

O individual geral é a final de Sasaki, o ginasta mais completo do Brasil. Essa final é praticamente garantida para Sasaki, mas para isso ele precisa acertar minimamente as séries. A competição que ele fez na classificatória do Pan o deixaria fora da final no Mundial. É muito raro Sasaki ter erros tão grandes, com isso, o histórico de acertos nos permite colocá-lo como um ginasta certo nessa final. Além do individual geral, Sasaki tem grandes chances de entrar para a final de salto. Com um dragulescu quase perfeito e o tsukahara com duplo mortal carpado, basicamente é só terminar em pé para garantir uma final.

Arthur Zanetti

O Brasil está acostumado a ver Zanetti na final de argolas. Isso é algo rotineiro desde 2009. O ouro acabou se tornando também algo rotineiro, mas dessa vez prefiro ser um pouco mais cético e apostar em Zanetti com chances reais de pódio. As chances de ouro ficarão para a segunda parte do post.

Arthur Nory e Caio Souza

Arthur Nory foi finalista individual geral no Mundial do ano passado ao lado de Sasaki. Caio Souza tem séries de grandes dificuldades. Nory está voltando de uma lesão que o deixou afastado dos treinos. Caio ainda comete erros. Um dos dois, numa classificatória inspirada, tem chances de acompanhar Sasaki na final do individual geral.

O que pode acontecer

Equipe

Muitos acreditam que a final por equipes ainda é um sonho um pouquinho distante. Apesar disso o sonho não é impossível. Tudo dependeria muito mais do desempenho frio da seleção do que do erro de outras equipes. O Brasil hoje tem séries muito difíceis, com notas D altas e e boas execuções. Para uma possível final, a equipe pode fazer tudo, menos competir como competiram no Pan, onde erraram muito. Pensando racionalmente, numa final em que todos os países competissem bem, inclusive o Brasil, é completamente possível que a equipe termine entre os 10 primeiros. Uma dificuldade: competir na 2ª subdivisão das classificatórias.

Sérgio Sasaki

Para Sasaki, um resultado melhor que entrar para a final do individual geral seria um top 5 na final, resultado já alcançado na Antuérpia no ano passado. Subir esse resultado? Difícil, mas não impossível. Sasaki tem que acertar os mínimos detalhes. No salto, Sasaki pode ser um medalhista, já que apresenta dois saltos com valor de dificuldade muito alto. O desafio de Sasaki é cravar ou dar o mínimo de passos possível no segundo salto, que tem duas rotações pra trás. Saltos em duplo mortal para trás frequentemente tira os ginastas da briga por medalhas. Sasaki ainda pode entrar para a final de solo (no ano passado ele foi o segundo e reserva) e, repetindo os 15.600 obtidos na barra fixa, pode ser um dos finalistas nesse aparelho.

Arthur Zanetti

Zanetti pode ser ouro mais uma vez nesse aparelho. A briga dele vai ser contra um chinês mais uma vez: Liu Yang, 4º lugar no ano passado, também está com uma série difícil e muito limpa. Zanetti ainda pode figurar entres os reservas da final de solo. No Mundial do ano passado, o canadense Scott Morgan, com a mesma nota de dificuldade de Zanetti no solo, conseguiu entrar para a final.

As classificatórias masculinas começam na próxima quinta às 22h. O Brasil compete na sexta a partir da 00:30. 

Foto: COB

Previsão GBB - Mundial de Ginástica Artística 2014


Depois de

Kenzo Shirai - solo masculino
Huang Huidan - barras assimétricas
Kohei Kameyama - cavalo com alças
McKayla Maroney - salto feminino
Arthur Zanetti - argolas
Hak Yan Seon - salto masculino
Aliya Mustafina - trave
Li Chaopan e Kohei Uchimura - paralela
Simone Biles - solo feminino
Epke Zonderland - barra fixa

quem serão os campeões mundias 2014?

Esse ano ainda teremos as finais por equipes, ou seja: 2 dias a mais de competição para os fãs de ginástica de todo o mundo! Agora é hora de botar seus conhecimentos de ginástica em prática e prever os campeões mundiais 2014. Valendo a postagem de sempre mais uma caneca GBB, aqui vão as regras:

1) Teremos um vencedor da ginástica artística masculina e um da ginástica artística feminina. Para não termos problemas com relação ao nome dos ganhadores (algumas vezes anônimos), fica resolvido que as apostas deverão ser feitas apenas na nossa página do FACEBOOK! NÃO faça sua aposta nos comentários desse POST! As apostas feitas como comentários nesse post serão ignoradas.

Copie e cole este esquema no seu comentário da nossa página no Facebook preenchendo com o nome dos campeões. Exatamente na ordem do esquema!

Masculino

Equipe:
Individual geral:
Solo:
Cavalo com alças:
Argolas:
Salto:
Paralela:
Barra fixa:

Feminino

Equipe:
Individual geral:
Salto:
Paralela:
Trave:
Solo:

2) Apenas uma aposta por pessoa em cada categoria. Se a pessoa postar mais de uma, será validada a primeira aposta.

3) Apenas um nome por aparelho. Se constar mais de um nome por aparelho será desconsiderado a aposta do aparelho.

4) As apostas terminarão no momento em que as classificatórias masculinas começarem. Apostas feitas depois do início da competição masculina, mesmo que seja aposta da ginástica artística feminina, serão ignoradas.

5) Apenas um ganhador por categoria. Em caso de empate, o desempate será feito de acordo com os acertos na ordem olímpica (ordem do esquema). Se mesmo assim o empate continuar, ganha quem apostou primeiro. Os demais empatados ganham o direito de uma postagem no blog.

6) A aposta poderá ser mudada apenas se o (a) ginasta se lesionar, e somente nos aparelhos que levam o nome do (da) ginasta em questão. E isto deverá ser feito antes das classificatórias começarem.

Pra finalizar, um vídeo com os campeões mundias do ano passado!

Mundial de Ginástica Artística 2014


Confira todas as informações referentes ao Mundial de Ginástica Artística 2014!

LOCAL

Nanning - China

DATA

27/09 - 12/10

TRANSMISSÃO

Ainda sem informações. O post será futuramente atualizado.

LIVE SCORING

Ainda sem informações. O post será futuramente atualizado.

SUBDIVISÕES

Masculino

SUB 1 - Bulgária, Hong Kong, Egito, Bélgica, Israel e Grupo Misto 5.
SUB 2 - Angola, Bielorússia, Singapura, Brasil, Ucrânia, Islândia
SUB 3 - Holanda, Porto Rico, Croácia, Mongólia, Coréia do Norte, China
SUB 4 - Espanha, Canadá, Coréia do Sul, Eslovênia, Chile, Usbequistão
SUB 5 - Portugal, Grã-Bretanha, Grupo Misto 1, Colômbia, Polônia, Irlanda
SUB 6 - Dinamarca, França, Cazaquistão, Grupo Misto 6, Austrália, Grupo Misto 3
SUB 7 - Japão, Suíça, Vietnã, Hungria, Índia, México
SUB 8 - Rússia, Grécia, Turquia, Finlândia, Noruega, Nova Zelândia
SUB 9 - Grupo Misto 2, Estados Unidos, Grupo Misto 4, Argentina, Venezuela, Taipei
SUB 10 - Azerbaijão, Kuwait, Alemanha, Itália, Romênia, Áustria

Feminino

SUB 1 - Egito, Bélgica, Canadá, Rússia
SUB 2 - Singapura, Grupo Misto 4, Espanha, Holanda
SUB 3 - Brasil, Polônia, Suíça, Azerbaijão
SUB 4 - Colômbia, México, Irlanda, Argentina
SUB 5 - Suécia, Índia, Estados Unidos, Peru
SUB 6 - Ucrânia, Hungria, Usbequistão, Grupo Misto 3
SUB 7 - Coréia do Norte, Alemanha, Grupo Misto 5, Grupo Misto 6
SUB 8 - República Tcheca, China, Chile, Grupo Misto 2
SUB 9 - Coréia do Sul, Japão, Itália, Grupo Misto 1
SUB 10 - Romênia, Venezuela, Áustria, Grã-Bretanha
SUB 11 - Nova Zelândia, Islândia, Austrália, África do Sul
SUB 12 - Grécia, Taipei, Malásia, França

LISTA DE PARTICIPANTES

Masculina: http://gymnasticsresults.com/worlds/2014/mag/nomreg.pdf
Feminina: http://gymnasticsresults.com/worlds/2014/wag/nomreg.pdf

PROGRAMAÇÃO (horário de Brasília)

27/09 - Sábado

Chegada das delegações

28/09 - Domingo

Treino livre

29/09 - Segunda

Treino de pódio masculino - SUB 1 a 5

30/09 - Terça

Treino de pódio masculino - SUB 6 a 10

01/10 - Quarta

Treino de pódio feminino - SUB 1 a 6

02/10 - Quinta

Treino de pódio feminino - SUB 7 a 12

Classificatórias masculinas

22:00 - SUB 1

03/10 - Sexta

Classificatórias masculinas

00:30 - SUB 2 (Brasil)
03:30 - SUB 3
06:00 - SUB 4
09:00 - SUB 5
22:00 - SUB 6

04/10 - Sábado

Classificatórias masculinas

00:30 - SUB 7
03:30 - SUB 8
06:00 - SUB 9
09:00 - SUB 10

Classificatórias femininas

22:00 - SUB 1

05/10 - Domingo

Classificatórias femininas

00:00 - SUB 2
02:30 - SUB 3 (Brasil)
04:30 - SUB 4
07:00 - SUB 5
09:00 - SUB 6
22:00 - SUB 7

06/10 - Segunda

Classificatórias femininas

00:00 - SUB 8
02:30 - SUB 9
04:30 - SUB 10
07:00 - SUB 11
09:00 - SUB 12

07/10 - Terça

08:00 - Final por equipes masculina

08/10 - Quarta

08:00 - Final por equipes feminina

09/10 - Quinta

08:00 - Final individual geral masculina

10/10 - Sexta

08:00 - Final individual geral feminina

11/10 - Sábado

02:00 - Final por aparelhos

Masculino: solo, cavalo com alças e argolas
Feminino: salto e barras assimétricas

12/10 - Domingo

02:00 - Final por aparelhos

Masculino: salto, paralela e barra fixa
Feminino: trave e solo

SITE OFICIAL

http://en.nanning2014gymnastics.com/

Sem Komova e Afanasyeva, equipe russa que competirá o Mundial é definida


Depois que a escolha das ginastas da equipe russa já havia sido feita, novas decisões tiveram que ser tomadas e as sete ginastas que representarão a Rússia no Mundial são: Aliya Mustafina, Alla Sosnitskaya, Maria Kharenkova, Daria Spiridonova, Ekaterina Kramarenko, Tatiana Nabieva e Polina Fyodorova. A disputa pela última vaga está entre Nabieva e Fyodorova, algo que só será definido após os treinos de pódio da competição.

Viktoria Komova, mesmo obtendo o título nacional nas barras assimétricas sobre Aliya Mustafina, não pôde garantir sua vaga porque só contribuiria em um único aparelho, o que seria insuficiente para garantir uma vaga na equipe segundo Valentina e Andrei Rodionenko, coordenadores técnicos da seleção russa de ginástica artística. Komova estava pretendendo recuperar suas séries de salto e trave, mas foi impedida pelos seus médicos, que acreditam que isso possa atrapalhar a recuperação de sua lesão no tornozelo. A próxima competição internacional de Viktoria deve ser o Campeonato Europeu do próximo ano. Algo semelhante ocorreu com Ksenia Afanasyeva, que estava tentando treinar salto e solo para o Mundial de Nanning, mas teve esse processo interrompido para que possa se recuperar totalmente de suas cirurgias no tornozelo. A campeã mundial no solo passou por três procedimentos cirúrgicos em menos de um ano, e agora tem como objetivo se mostrar competitiva o suficiente pra fazer parte da equipe russa nos Jogos Olimpicos do Rio em 2016. Maria Paseka sofreu uma leve lesão no tornozelo, que não atrapalharia a ginasta de participar do Mundial, mas que afetou o psicológico da atleta que não sabe ao certo no que poderia contribuir para a equipe na China, sendo esse o motivo da sua retirada da equipe. 

Tatiana Nabieva tem constantemente deixado e retomado a ginástica desde 2012, mas ainda sim pode contribuir bem para equipe no salto e nas barras, aparelhos onde a experiente ginasta recentemente obteve medalhas individuais na Russian Cup, competição nacional que serviu como preparação e seletiva para o Mundial. Polina Fyodorova é especialista na trave e solo e garantiu finais nesses dois aparelhos em todas as últimas competições nacionais em que participou, mas sua presença como titular da equipe não seria de tanta ajuda quanto a de Nabieva, pois provavelmente só poderia contribuir com a equipe na fase classificatória da competição.

Com a saída de Maria Paseka, o salto de Nabieva torna-se praticamente indispensável para completar o line-up russo com três yurchenkos com dupla pirueta. Tatiana ainda pode disputar a vaga de terceira 'barrista' com Ekaterina Kramarenko (mesmo depois de 2007 continua sendo importante), num line-up que será liderado pelas medalhistas européias Aliya Mustafina e Daria Spiridonova.

Post de Stephan Nogueira. Fonte: RRG
Foto: Christian Thomas

Divulgadas as ações disciplinares da FIG contra a Federação de Ginástica da Coréia e a fabricante de aparelhos AAI


A FIG divulgou os procedimentos disciplinares relativos ao ano de nascimento da ginasta norte-coreana Cha Yong Hwa e a fabricante de aparelhos americana AAI, que produziu carpetes não certificados pela FIG.

No que diz respeito á ginasta, a FIG tomou a decisão de retirar a licença da mesma. Cha Yong Hwa está suspensa de participar de qualquer evento da FIG até 31 de Dezembro de 2015. Todos os resultados obtidos pela ginasta, pela Federação e pela equipe de ginástica artística feminina em todos os eventos em que Cha Yong Hwa participou como membro, de agosto de 2006 em diante, serão canceladas. Todas as medalhas e/ou prêmio em dinheiro recebido por Cha Yong Hwa e/ou a equipe feminina durante este período deverão ser devolvidos à FIG no prazo de 60 dias da data da decisão.
Também deverão pagar uma multa e todos os gastos envolvidos no processo disciplinar, além de, claro, não repetirem o comportamento no futuro (usaram um passaporte falso para a ginasta).

Cha Yong Hwa tem alguns resultados importantes nos Campeonatos Asiáticos e nas edições do Universíade. Além disso, foi finalista de barras assimétricas no Mundial de 2009, mas acabou errando na final. Confira a série da ginasta na fase classificatória.



Sobre a fabricante de aparelhos AAI, a empresa concordou voluntariamente em uma série de ações corretivas, incluindo uma multa apropriada, e o assunto foi resolvido.

Fonte: FIG

Equipes femininas definidas para o Mundial: Austrália, Holanda e Espanha


Mais países definiram as equipes femininas que competirão no Mundial. Confira!

Austrália

Georgia-Rose Brown
Larrissa Miller
Lauren Mitchell
Mary- Anne Monckton
Kiara Munteanu
Emma Jane Nedov
Olivia Vivian

Holanda

Celine Van Gerner
Lisa Top
Shirley van Deene
Vera van Pol
Maartje Ruikes
Lieke Wevers
Sanne Wevers

Espanha

Ainhoa ​​Carmona
Cintia Rodríguez
Marta Costa
Roxana Popa
Claudia Colom
Ana Pérez
Laura Gamell

Dessas três equipes, Austrália e Holanda ficaram á frente do Brasil no Mundial de 2010. Austrália entrou para a final por equipes na 6ª colocação e Holanda ficou na 9ª colocação, apenas 0.156 décimos na frente do Brasil, que terminou em 10º. A equipe espanhola terminou na 18ª colocação e pode melhorar essa posição no Mundial desse ano, assim como o Brasil, que aparentemente está com uma equipe melhor que Austrália e Holanda esse ano.

 
Gym Blog Brazil © 2012 | Designed by caioflorindo.com