Jessica Lopez não vai parar


Surgiu uma polêmica sobre a possível aposentadoria da ginasta venezuelana Jessica Lopez logo após o fim dos Jogos Pan-Americanos. Os boatos começaram quando a ginasta postou uma mensagem nas redes sociais agradecendo ao seu treinador, o brasileiro Nilson Savage, por seu desempenho nos Jogos.

Entretanto, os boatos não foram confirmados. Segundo seu treinador, tudo não passa disso: boatos. A mensagem que gerou polêmica foi apagada e Jessica não está finalizando sua carreira. Procurado pelo Gym Blog Brazil, Nilson explicou a situação.

"São boatos. Podem declarar que não é verdade e sou eu que estou falando isso. Estou deixando todos sem resposta porque só tem gente de fofoca e não gosto de falar nada a ninguém."

Jessica possivelmente está no auge do seu sucesso como atleta. Conquistou finais nos dois aparelhos que competiu no Pan, trave e assimétricas, levando a medalha de prata nas barras assimétricas. Parar agora seria por fim a uma jornada de grande sucesso até 2016.

Post de Cedrick Willian

Foto: Ricardo Bufolin

Ginástica movimenta o Brasil em 2016


Com a aproximação dos Jogos Olímpicos, o número de eventos esportivos internacionais no Brasil aumentou. A ginástica artística foi um dos esportes que investiu em eventos esse ano e trouxe a Copa do Mundo de São Paulo. Os fãs do esporte agradecem e as coisas serão melhores ainda em 2016.

Mesmo que nem todos consigam ser sorteados para a compra dos ingressos para os Jogos do Rio, o evento é a realização de um sonho para muitos fãs de ginástica. Os sortudos que foram escolhidos poderão acompanhar as finais mais cobiçadas das Olimpíadas torcendo da arquibancada do próprio país em agosto.

Sendo sede dos Jogos Olímpicos, também teremos a chance de acompanhar o Evento Teste dos Jogos Olímpics em abril, também no Rio de Janeiro, onde as equipes que não se classificaram pelo Mundial de Glasgow - que acontece em outubro esse ano - terão uma segunda chance de classificação. Os países que já se classificaram através do Mundial podem enviar 2 ginastas em cada modalidade para participarem do evento e testar os aparelhos. Será chance de quem não conseguiu comprar os ingressos para os Jogos de assistir uma competição emocionante!

Além dos Jogos e do Evento Teste, mais um ótimo evento foi confirmado para o ano que vem: a Copa do Mundo de Ginástica, em São Paulo mais uma vez. O evento foi muito elogiado pela Federação Internacional de Ginástica, que aprovou o pedido feito pela CBG para sediar o evento. Os resultados foram muito expressivos: o público esteve presente, apoiou e torceu, ficando uma memória muito agradável para todos que estiveram presentes, incluindo público, ginastas e realizadores do evento.

A torcida é para que os ótimos eventos não parem depois dos Jogos do Rio. A ginástica brasileira está num momento muito bom, o crescimento tem sido contínuo, principalmente na ginástica masculina. Apesar de tantos eventos interessantes sendo realizados aqui, incluindo os Jogo Olímpicos, ainda não sediamos um Mundial de Ginástica. Talvez seja interessante aproveitar a empolgação do momento e pensar na concretização desse último sonho.

Post de Cedrick Willian

Foto: Ricardo Bufolin

Lauren Hernandez e Simone Biles vencem US Classic


As ginastas Laren Hernandez e Simone Biles foram campeãs do US Classic, que aconteceu hoje. Lauren somou 58.450 pontos para o ouro juvenil enquanto Simone Biles somou 62.400 e foi a melhor entre as adultas.

Na competição juvenil, Ragan Smith e Jazmyn Foberg completaram o pódio. Hernandez teve a maior nota do dia nas assimétricas (15 cravados) e salto (14.900), Ragan foi a melhor no solo (outro 15 cravado) e Foberg foi a melhor na trave com 14.650.

Na competição adulta, apesar das notas possivelmente infladas, Biles se mostrou imbatível, tanto para competições nacionais como mundiais. A ginasta apresentou séries novas e está com nota de partida acima de 6 pontos em todos os aparelhos. Com acrobacias extremamente difíceis e uma execução que faz parecer que tudo é muito fácil, conseguiu sua nota D mais alta no solo, um 6.9! Biles é extremamente talentosa, parece ter nascido para ser ginasta, e já é um marco na história do esporte.

A competição marcou o retorno de Alexandra Raisman e Gabby Douglas. Ambas impressionaram muito e terminaram na 2ª e 5ª posições. Raisman apresentou seu amanar no salto, melhorou consideravelmente sua série de paralela, cravou a trave e caiu no solo, numa nova sequência acrobática de duplo twist carpado + mortal. Douglas foi muito consistente e limpa, com notas boas nas assimétricas e solo, série de trave muito sólida (já apresentando a pirueta parada) e um bom yurchenko com dupla pirueta. Outra ginasta do clico passado que tentou o retorno foi Sabrina Vega, campeã mundial por equipes em 2011, que somou apenas 13.200 no solo e 12.500 na trave.

Na terceira colocação e impressionando com a excelente competição, Maggie Nichols se mostrou como uma forte candidata a uma vaga na equipe que competirá no Mundial de Glasgow. Somou mais de 60 no individual geral, com notas que contribuiriam muito bem para a equipe, incluindo um amanar de 15.800 no salto. Mykayla Skinner, que se recupera da uma lesão no tornozelo e não competiu bem, com quedas na trave e no solo.

Quem ainda acha que Bailie Key é a maior adversária de Biles no individual geral está enganado: acertando toda a competição, Key ficou na 4ª posição e não ultrapassou os 60 pontos. Brenna Dowell, que abandonou a carreira universitária para se dar uma nova chance na ginástica de elite, pontuou 14.350 nas assimétricas, seu melhor aparelho, e 11.800 na trave. Kyla Ross arriscou sua nova série nas assimétricas e acabou errando. Entretanto, acertou sua trave e conseguiu 14.550, notas duvidosas para sua permanência na equipe. Finalizando, Madison Kocian terminou com a melhor nota do dia nas assimétricas: um inflado 15.600.

Confira os resultados completos: juvenil e adulto.
Confira os vídeos da competição: USA Gymnastics

Post de Cedrick Willian

Foto: Charles LeClaire

US Classic 2015


Confira todas as informações sobre a competição, que acontece no próximo fim de semana! O campeonato conta com o retorno da ginasta Sabrina Vega, campeã mundial por equipes em 2011. A ginasta não conseguiu vaga na equipe olímpica de 2012, passou por algumas lesões, e volta agora para tentar mais uma vez. Confira todas as informações do campeonato!

Data

25 de julho

Local

Illinois - Chigago

Site oficial

http://www.secretclassic.com/

Facebook

https://www.facebook.com/USAGymnastics?fref=ts

Lista de participantes

Juvenil

Shania Adams
Alyssa Al-Ashari
Elena Arenasv
Aria Brusch
Chae Campbell
Jordan Chiles
Kaitlin DeGuzman
Christina Desiderio
Olivia Dunne
Bailey Ferrer
Norah Flatley
Colbi Flory
Jazmyn Foberg
Margzetta Frazier
Megan Freed
Emily Gaskins
Jaylene Gilstrap
Lauren Hernandez
Anna Huber
Morgan Hurd
Sydney Johnson-Scharpf
Shilese Jones
Hannah Joyner
Adeline Kenlin
Emma Malabuyo
Maggie Musselman
Tienna Nguyen
Victoria Nguyen
Maile O’Keefe
Abby Paulson
Gabby Perea
Adriana Popp
Grace Quinn
Madison Rau
Alyona Shchennikova
Caitlin Smith
Ragan Smith
Deanne Soza
Tori Tatum
Trinity Thomas
Abigail Walker

Adulto

Alyssa Baumann
Simone Biles
Nia Dennis
Kylie Dickson
Gabrielle Douglas
Brenna Dowell
Felicia Hano
Bailie Key
Madison Kocian
Alaina Kwan
Taylor Lawson
Ashton Locklear
Lauren Navarro
Maggie Nichols
Marissa Oakley
Aly Raisman
Lexy Ramler
Kyla Ross
Polina Shchennikova
MyKayla Skinner
Sabrina Vega

Start List

Juvenil e adulto.

Programação - Horário de Brasília

Competição juvenil - 15h
Competição adulta - 20:30h

Transmissão

http://www.secretclassic.com/live/

Post de Cedrick Willian

Kyla Ross 4 anos depois...


Tradução da colaboradora Marina Aleixo do vídeo abaixo, onde Kyla Ross e sua treinadora falam sobre como a ginasta está depois de 4 anos do seu último ano juvenil. No vídeo aparece a ginasta executando o "bhardwaj" (pak com pirueta) nas assimétricas.



Kyla: Acho que muitas coisas mudaram desde 2011, o ano anterior às olimpíadas, até agora. Em 2011 eu ainda era apenas Juvenil, não tinha competido em nenhum campeonato mundial, então acho que essa é uma grande diferença. Também crescer em estatura e estar mais madura acho que tem me ajudado muito.

Técnica: Antes ela batia aqui [técnica mostrando a altura de Kyla] e agora eu olho pra cima pra ver ela. Então, não sou eu que sou baixa, ela que é alta! (risos).

Kyla: Eu acho que cresci por volta de 4 polegadas [equivalente a 10cm] depois de Londres, ou até mais. Mas acho que usei a minha altura de maneira vantajosa, porque sei que para as paralelas e trave, isso me ajudou a ser mais artística, e acho que isso é mais o estilo da minha ginástica.

Técnica: Ela continua com linhas lindas, mas precisamos trabalhar para que se torne mais forte! Em algumas partes ela está forte, mas em outras, ainda a achamos um pouco fraca. Precisamos trabalhar nisso, porque aí ela fará os elementos com mais facilidade e segurança.

Kyla: Meu desafio para o próximo ano é apenas treinar duro com séries consistentes. Isso é um grande componente de se competir… Poder acertar suas melhores séries no momento correto; eu sei o quanto isso é importante! E também estou tentando aumentar minha nota de partida um pouco, principalmente na paralela e trave, porque sei que são meus dois melhores eventos e espero que eles possam contribuir mais para o time.

Técnica: Neste código de pontuações, você não pode sempre manter a mesma nota de partida, porque aí já ficou pra trás. Nós definitivamente gostamos de treiná-la para aumentar essa nota de dificuldade.

Kyla: Eu sei que ao passar dos anos as pessoas tem falado “ahh… Ela ainda está fazendo as mesmas series!”. Mas eu e meus técnicos acreditamos que ir lá e competir o que você tem confiança em fazer realmente ajuda na pontuação. Então sempre que vou competir, quero apresentar as séries que sei “dos pés à cabeça” e as quais eu aperfeiçoei, então acho que isso é a minha marca registrada, mas espero nesse ano poder competir uma série nova de paralelas, que tem mais dificuldade em seus elementos. Acabei de aprender um pak com pirueta, está valendo a pena, então estou muito animada para competir ele este ano.

Técnica: Como técnicos nós definitivamente incentivamos ela, nós queremos que em cada aparelho ela esteja um pouco melhor… Mas às vezes, como no ano passado, ela lesionou a coxa. Então, como podemos forçá-la? Uma pessoa não é como uma máquina. Mesmo em um dia mau, nós queremos que ela nos mostre qualidade. E não fazê-la se sentir ainda mais cansada… Nós realmente seguimos o passo dela.

Kyla: Acho que isso é algo em que meus técnicos me ajudaram muito como ginasta – eles não me forçaram a um extremo onde me lesionei seriamente.

Técnica: Eu acho que ela tem uma grande chance de ir às Olimpíadas no ano que vem.

Kyla: Ninguém nem sabe como vai ser até o momento final, e será apertado para todo mundo, especialmente porque os Estados Unidos tem atletas muito fortes e talentosas… Então, sei que terei que lutar até o fim.

Você acha que Kyla consegue vaga nas Olimpíadas do Rio no ano que vem? Os Estados Unidos tem muitas ginastas talentosas, ginastas suficientes para montar duas equipes extremamente competitivas. Conseguir vaga em uma equipe americana de 5 ginastas é algo muito difícil. Será que ela consegue? Deixe sua opinião.

Post de Cedrick Willian

Foto: Divulgação

Lista de participantes do Troféu Brasil 2015


Do dia 28 de julho ao dia 3 de agosto, acontecerá, em Aracaju, o Troféu Brasil de Ginástica Artística. O campeonato faz parte do calendário da CBG e conta como seletiva no processo de escolha dos ginastas que representarão o Brasil no Mundial esse ano. Confira a lista dos ginastas!

MASCULINO

São Bernardo

Diego Matias Hypolito
Caio Campos Souza
Caio Américo Medrado Costa
Jared Azzarini
Frederico Giuliani de Oliveira
Aurek Wiazowski
Gabriel Suski Dias 
Ayrton Manso

Pinheiros

Pericles Fouro da Silva 
Francisco Carlos Barreto Junior 
Glauco Aparecido de C. Garrido 
Renato Nascimento de Oliveira 
Gustavo Gonçalves Polato 
Arthur Nory Oyakawa Mariano 
Guilherme Pinheiro Oliveira 
Angelo Roberto Dias de Assumpção

GNU

Lucas Gonçalves de O. Cardoso 
Luis Guilherme Porto

Minas Tênis

Bernardo Actos de Andrade S. Miranda 
André Fellipe da Silva 
Lucas Coelho Costa 
Leonardo Matheus S. de Souza 
Fellipe Raphael Arakawa Ferreira

SERC

Arthur Nabarrete Zanetti 
Lucas de Souza Bitencourt 
Henrique Medina Flores 
Hudson Kaique Miguel 
Gabriel Faria Barbosa 
Guilherme Bernardo Firmino

SESI - SP

João Vitor Lovato Daré 
Ygor Marques Reis 

FEMININO

Santo André

Leticia Dias Gonçalves 

CEGIN

Daniele Matias Hypolito 
Mariana Oliveira 
Mariana Valentin 
Carolyne Pedro 
Lorrane Oliveira 
Lorenna da Rocha
Tamires da Veiga
Fabiane Brito
Anna Julia Reis

Flamengo

Jade Fernandes Barbosa 
Leticia Stephanie Lima da Costa 
Julie Kim Sinmon
Maria Cecilia de Oliveira Cruz 
Thauany Lee de Araujo

Osasco

Raquel Fernandes R. Silva 
Nayara R. C. Ferreira 
Luana Antunes da Silva Vitoria 
Gabriella Custodio 
Thais Fidelis dos Santos 
Giulia Kovacs de Brito 
Leandra Iasmin dos Santos Gago 
Gleice Lino Rodrigues 
Mayara Vieira dos Santos 
Beatriz Ferreira Lima 
Maria Luiza Arantes França 
Luiza Trautwein O. Domingues

Pinheiros

Rebecca Mariah Carvalho

Fluminense

Luísa Kirchmayer 

GNU

Thayse dos Santos da Silva 
Vitoria Michelena Migliorin

Qualivida

Flavia Lopes Saraiva 

Post de Cedrick Willian

Foto: Ricardo Bufolin

 
Gym Blog Brazil © 2012 | Designed by caioflorindo.com