Rússia e Japão vencem o Universiade 2015


A equipe feminina da Rússia e a equipe masculina do Japão venceram o Universiade 2015. Tanto a equipe russa como a japonesa estavam sem seus principais ginastas e mesmo assim acabaram vencendo.

Lideradas por Maria Paseka, a equipe russa foi a melhor no salto, assimétricas e solo. Contaram com um amanar de Paseka no salto (15.300), uma ótima série de assimétricas de Ekaterina Kramarenko (14.800) e performances sólidas no solo. Foram muito ruins na trave, com uma média de 12.850, mas totalizaram 165.500, suficientes para o primeiro lugar. Na segunda colocação ficou o Japão, com 162.450, e na terceira colocação ficou a Coréia do Sul, com 160.400. Resultados completos.

No masculino, Shogo Nonomura foi o grande nome da equipe japonesa, sendo o melhor ginasta no individual geral, somando 6 notas para a equipe. Foram os melhores no solo, cavalo com alças e barra fixa, pontuando uma média de 14.850 nesses aparelhos e totalizando 266.000. Em segundo lugar e pouquíssimo à frente da Ucrânia, a Coréia do Sul terminou com 258.550 contra os 258.125 conseguidos pelos ucranianos. Oleg Verniaiev foi o melhor ginasta do dia, mesmo errando sua série de barra fixa, onde seu país teve as piores apresentações. A equipe chinesa terminou na 4ª colocação com 257.200. Resultados completos.~

Post de Cedrick Willian

Brasil termina em 13º no Universiade

Encerrada a participação da ginástica artística do Brasil no Universiade 2015. A participação aconteceu somente na ginástica artística masculina e a equipe terminou em 13º. Nenhum ginasta se classificou para as finais individuais.


Essa foi uma competição muito ruim do Brasil em uma edição do Universiade. Nos campeonatos passados, a equipe terminou entre as 8 primeiras, classificou vários ginastas para as finais e Arthur Zanetti já foi até campeão de argolas. Dessa vez, com uma equipe B, o Brasil teve como melhor resultado o 9º lugar de Renato Oliveira no salto sobre a mesa, primeiro reserva da final.



Renato foi o melhor entre os atletas brasileiros, conseguindo outras boas pontuações no solo (14.525) e paralela (14.200). Fellipe Arakawa também conseguiu uma boa nota na paralela, pontuando 14.600. Henrique Medina, que consegue pontuaçoes acima de 15 pontos e quase sempre é finalista de argolas nas competições que participa, não passou dos 13.900 e foi o 30º colocado em seu melhor aparelho.

Confira abaixo os resultados do Brasil (clique na foto para ampliar).




 Post de Cedrick Willian

Brasil pode sediar Copa do Mundo de Ginástica em 2016


Devido ao sucesso em São Paulo, a Confederação Brasileira de Ginástica se inscreveu para novamente sediar uma etapa da Copa do Mundo de Ginástica em 2016. A data escolhida foi no mês de junho, pouco antes dos Jogos do Rio.

"Diante do sucesso que foi a Copa do Mundo de Ginástica Artística deste ano, é com imensa alegria que nos candidatamos mais uma vez para receber uma etapa da competição em 2016, sempre em busca dos preparativos para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro", explicou Luciene Resende, presidente da CBG.

O Brasil e outros dez países se inscreveram para sediar as etapas da Copa do Mundo do ano que vem. O número de inscritos pode ser ainda maior, já que o prazo para inscrições das confederações vai até o dia 12 de julho.

Fica a torcida para que o Brasil seja eleito e que o interesse em sediar as competições de grande porte continuem, mesmo depois dos Jogos Olímpicos. A experiência com a Copa esse ano foi realmente ótima, o público foi caloroso mas se comportou muito bem. Grandes perspectivas e expectativas de, quem sabe, o Brasil ser sede do Mundial de Ginástica um dia.

Fonte: Photo & Grafia

Universiade 2015


Confira todas as informações da competição, que contará com a presença da equipe masculina do Brasil.

Data

04 a 07/07

Cidade

Gwangju / Coréia do Sul

Site da competição


https://www.youtube.com/user/gwangjuuniversiade

Lista de participantes e start list

Masculino e feminino.

Atletas do Brasil: Leonardo Souza, Fellipe Arakawa, Renato Nascimento, Henrique Medina e Hudson Miguel.

Programação (horário do Brasil)

03/07

21:50h - Masculino - Final por Equipes e classificatória Individual Geral e Finais por aparelhos. Confira as subdivisões.

04/07
00:00h - Feminino - Final por Equipes e classificatória Individual Geral e Finais por aparelhos. Confira as subdivisões.

21:50h  - Masculino - Final por Equipes e classificatória Individual Geral e Finais por aparelhos . Confira as subdivisões.

05/07

00:00h - Feminino - Final por Equipes e Classificatória Individual Geral e Finais por aparelhos. Confira as subdivisões.

06/07

02:30h - Masculino Final Individual Geral
07:30h - Feminino Final Individual Geral
23:00h - Finais por aparelhos - Feminino: Salto e Barras Assimétricas / Masculino: Solo, Cavalo com Alças e Argolas.

07/07

04:00h - Feminino: Trave e Solo / Masculino: Salto, Paralela e Barra Fixa

EUA define equipe feminina para o Pan de Toronto


Após o término do camp final de seleção para o Pan de Toronto, a delegação americana finalmente definiu quais atletas representarão o país na competição. Previamente haviam sido selecionadas oito ginastas para o camp final, que foram: Nia Dennis, Madison Desch, Rachel Gowey, Felicia Hano, Amelia Hundley, Lauren Navarro, Emily Schild e Megan Skaggs. Dentre essas, as escolhidas foram: Desch, Gowey, Hundley, Schild e Skaggs.

Segundo Martha Karolyi, coordenadora da seleção americana, a decisão foi unânime e a intenção é que as 5 ginastas ganhem experiência com a competição para as ajudarem nos treinos de seleção para o Mundial. As outras 3 ginastas que não foram selecionadas são as reservas da equipe caso seja necessária uma substituição.

Tenho motivos para acreditar que a seleção pode ter sido feita com base na notícia da lesão de Rebeca Andrade. Com Rebeca representando o Brasil e competindo contra essa equipe, seria possível um ouro no individual geral e, num dia inspirado, a final por equipes seria acirrada. Vale lembrar que no Pan de 2014, a equipe brasileira competiu muito bem e foi melhor que os Estados Unidos na trave e no solo.

Fonte: USA Gym

Alla Sosnitskaya está de volta aos treinos


A ginasta russa Alla Sosnitskaya, que sofreu uma lesão no pé durante a preparação para o Campeonato Europeu, está de volta aos treinos. A lesão deixou a ginasta fora da competição e a previsão é que ela esteja pronta para competir o Campeonato Russo em setembro.

Depois de sentir dores no pé durante os treinos, Alla foi diagnosticada com uma lesão no ligamento do tornozelo e foi imobilizada com gesso. Nesse momento, os médicos liberaram a ginasta para voltar aos treinos regulares mas ela ainda sente dor.

"Nesse momento ainda estou em tratamento, fazendo exercícios especiais. Os médicos disseram que já posso começar com as acrobacias e treinamento em tempo integral. Quero fazer isso, mas meu pé ainda dói um pouco", disse Alla. "Mesmo assim continuo fazendo tudo, tentando passar pela dor".

A ginasta espera estar com suas séries de volta até o Campeonato Russo e tentar uma vaga na equipe que competirá o Mundial de Ginástica em outubro na Escócia.

Fonte: RRG
Foto: Divulgação


 
Gym Blog Brazil © 2012 | Designed by caioflorindo.com