-->
  • Ostapenko volta a comandar a seleção feminina ucraniana



    Após sete anos no Brasil,o treinador Oleg Ostapenko vai voltar a trabalhar em janeiro com as ginastas da equipe nacional ucraniano.
    "Oleg Ostapenko já voltou à Ucrânia - ele será apenas o primeiro importante treinador a voltar a nossa seleção", disse o ucraniano treinador da seleção masculina Igor Korobchinsky.
    Ostapenko foi o principal treinador da equipe ucraniana feminina nos Jogos Olímpicos de 1996 e 2000,treinando ginastas como Tatiana Lysenko,Natalia Kalinina e Viktoria Karpenko.
    Ele também ajudou Lilia Podkopayeva nas conquistas do Mundial 1995 e Olimpíada de 1996 .
    Ostapenko e sua esposa, Nadia Ostapenko, mudaram-se para o Brasil em 2001.Eles trabalharam no centro de formação nacional,em Curitiba,e ajudaram a supervisionar a incrível evolução que ocorreu na equipe brasileira feminina.
    As ginastas brasileiras,conseguiram se classificar com uma equipe completa para os Jogos Olímpicos de 2004 e 2008,além de terem conquistado três medalhas mundiais individuais:uma prata de Daniele Hypolito do solo no Mundial de 2001, em Ghent,ouro de Daiane dos Santos do solo,no mundial de 2003, em Anaheim , E o bronze de Jade Barbosa do individual geral,no mundial do ano passado,em Stuttgart.
    A equipe brasileira terminou em oitavo lugar nos Jogos Olímpicos de 2008 em Pequim, e saiu sem medalhas.Os membros da equipe Jade Barbosa,Daiane dos Santos e Laís Souza têm acusado a Confederação Brasileira de Ginástica de treiná-las utilizando métodos abusivos,alegando terem sido forçados a competir mesmo lesionadas.
    Depois que terminou o seu contrato com a equipe nacional,Ostapenko não aceitou a proposta do clube Pinheiros, em São Paulo para ficar e voltar a treinar Lais Souza e Daiane dos Santos.
    A equipe feminina ucraniana ficou em décimo primeiro em Pequim,sendo esse o seu pior desempenho na história.Nos Jogos Olímpicos de Atenas, a equipe terminou na quarta colocação.
    "A Ucrânia tem perdido noventa por cento de seus peritos de ginástica",afirma Korobchinsky .
    "Agora precisamos de jovens peritos,o que não é fácil.Afinal, é necessário conhecer mais de 2000 elementos e têm a graça de lhes ensinar aos atletas."
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.