• "NOVAS ESTRELAS"-Chloé Stanic

    Nome Completo:Chloé Stanic
    País:França
    Data de nascimento:26/01/1993







  • You might also like

    8 comentários:

    1. Marcos Vinícius14 junho, 2009 20:39

      essa menina já tá velha e é MUITO ruim de ginástica tadinha! creeedo!

      ResponderExcluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkkkk

      I´m sorry Marcos Vinícius XD
      Data de nascimento errada...mas já arrumei!!!

      ResponderExcluir
    3. uashuahuh
      Marcos Vinícius está decepcionado, mas foi engraçado, e eu concordo, é ruim mesmo.

      Mas ela é velha com 16 anos?



      Mudando de assunto, é verdade que a Merly de Jesus voltou a treinar?
      E é possível ela voltar a a ter a boa forma de antes?

      ResponderExcluir
    4. cara, eu vi uma reportagem no sportv sobre a merly, e chorei de vergonha do esporte brasileiro! e chorei de dó tbm! Imagina, ela fez o Amanar antes da Jade! pensa no Brasil competindo por equipes com dois "Amanares" no salto?

      fodaaa

      podia voltar e calar a boca da Eliane Martins...enquanto ela discriminou uma menina que fazia um Amanar no salto fica pagando pau pra essas menininhas que mal fazem um hüber mortal... (sem querer falar mal da Ethiene, que eu acho ela boazinha tbm, muito consistente...)

      enfim, é isso. Se ela tiver voltado, desejo muita boa sorte!

      e que Deus abençõe o esporte brasileiro!

      ResponderExcluir
    5. Acho que entendo um pouco a decepção do Marcos Vinícius,é que coloquei 1991 no lugar de 1993 na data de nascimento ashuashuashuashu
      Mas mesmo assim,ela não seria tão velha(18 anos)...

      Sobre sua dúvida Danilo,ela teve sim uma nova oportunidade,agora está fazendo novamente o que tanto gosta:treinar Gym!É muito difícil uma ginasta conseguir voltar a sua melhor forma depois de ficar tanto tempo sem treinar,mas estou torcendo para que ela consiga voltar a competir,isso já me deixaria muito feliz!!!
      Ah,concordo totalmente com você Cedrick,seria incrível ter duas 'all-arounders' tão fortes:Jade e Merly.Com certeza teriamos brigado pelo pódio da disputa por equipes em Pequim!O ruim é que no Brasil nunca conseguimos ter duas ginastas potentes em sua melhor forma ao mesmo tempo(diferente do que acontece nos Estados Unidos,China,Romênia,Rússia...)

      ResponderExcluir
    6. pois é! mas eu acho uma besteira isso que o Brasil faz!

      sabe, nos EUA por exemplo, desde o American Cup, que acho que é o primeiro campeonato nos Estados Unidos, as ginastas já botam o pau pra quebrar! já fazem suas séries mais difíceis...agora aqui, as meninas ficam fazendo série água com açucar o ano inteiro, chega na hora de campeonato forte, colocam dificuldades nas séries das meninas e elas cagam nas calças de medo! e erram tudo! se vc ver as séries da ethiene nessas copas do mundo já dá pra perceber que ela faz muito mais que aquilo! porque não executa? vai ficar fazendo série simples pra garantir uns bronzes nas copas do mundo e cagar no pau no mundial? série simples e limpinha não serve nem pra classificar pra finais...enfim...

      quando eles vão enxergar que esse método não tá funcionando?

      ResponderExcluir
    7. É verdade, esse negócio de série simples e limpinha já encheu o saco.

      Da pra ver que poderiam dificultar as séries, uma que eu percebo que dava pra ser melhor é a série da Ana nas assimétricas.


      Bem lembrado, sempre que uma ginásta está em boa forma, outra está machucada. A Laís que estava com tudo em 2005 se quebrou toda quando a Jade "estourou".

      E é verdade que a Laís ia fazer o "amanar" no mundial?

      Aí seriam 3 "amanares", fora que no solo as 3 fazem/fariam estrago.

      ResponderExcluir
    8. Danilo,o problema não é que elas não aprendem coisas difíceis,na verdade elas até treinam elementos com mais dificuldade,mas quando chegam na competição,ficam com medo de errar e acabam optando por uma série mais simples...eu também gostaria muito que a seleção brasileira arriscasse mais.A Ethiene por exemplo,que o Cedrick citou,já treinou o 'Dos Santos' no solo(Duplo twist carpado) e tripla pirueta.Nas assimétricas ela anda fazendo uma segunda largada nos treinos,um Gienger,mas só fica nos treinos...na trave ela já aprendeu coisas mais difíceis do que ela está apresentando(por exemplo dois mortais layouts seguidos!!!).Enfim,esse medo tem que acabar,as brasileiras precisam ousar mais se quiserem continuar indo bem em competições importantes!!!

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.