• Itália,França e Suécia realizam seus nacionais



    França e Itália realizaram seus campeonatos nacionais neste fim de semana.Dois dos mais importantes países europeus,estão com atletas lesionados no início desta temporada,mas esperam mostrar todo o potencial de suas equipes na segunda competição mais importante no ano,o 'Mediterranean Games' que acontecerá em Pescara(Itália).
    Na cidade de Lievin,Marine Petit conquistou o título nacional francês com um desempenho consistente em todos os aparelhoas,tendo uma média de mais de 14 pontos em suas quatro apresentações.A medalha de prata foi para Rose Eliandre Bellemare,que esteve fora das competições por um bom tempo devido a lesões.Bellemare também teve uma boa competição,mas mostrou pouca dificuldade na trave(4,8).A nova esperança francesa,Youna Dufournet,só terminou em terceiro lugar mesmo acertando a largada 'Def' nas barras assimétricas.Dufournet,a primeiro ginasta de elite do seu treinador,é conhecida por executar elementos quando ainda não estão seguros,mas em seu 'Def' ela mostrou execução e segurança suficiente para mantê-lo em sua série. Outra ginasta que voltou a competir foi Pauline Morel,que ainda está longe de sua melhor forma,mas que será de muita ajuda para a equipe francesa que tem muitas integrantes lesionadas.Essas quatro ginastas devem fazer parte da equipe no 'Mediterranean Games',que também poderá contar com a presença da campeã nacional juvenil Marine Brevet.Brevet não tem séries muito difíceis,mas a sua boa execução lhe permite obter uma ótima nota final.O 'Mediterranean Games' e o 'European Youth Olympic Festival '(EYOF) são as principais competições em que ela irá participar esse ano,mas no momento,a participação ainda não foi totalmente confirmada nos dois eventos.A prata da prova juvenil ficou com Natalia Zolotaryova,nascida na Ucrânia,que apresentou séries mais complexas que as de Brevet,entretanto cometeu mais erros de execução.
    O medalhista de bronze em Pequim Benoit Caranobe,foi o ginasta mais completo no nacional,mesmo assim,ele pretende limpar ainda mais as sua séries para poder competir bem esse ano.Sua maior pontuação foi em sua especialidade,salto sobre a mesa,mas não foi tão bem em sua apresentação de cavalo com alças,onde ele pontuou apenas 13,350.Danny Pinheiro Rodrigues,especialista nas argolas,obteve a segunda melhor soma da prova geral,depois de apresentar um de seus melhores desempenhos na carreira.Hamilton Sabot terminou a mesma prova em terceiro lugar,e chegou a tentar uma série de dificuldade 6,3 na barra fixa,mas acabou caindo.Outro destaque da prova foi a nota 16,350 de Yann Rayepin no salto(com um 7.0 de dificuldade),sendo essa a maior nota de toda a competição.Cyril Tommasone,que teve um bom início de temporada conquistando ótimos resultados em Copas do Mundo,não competiu em todos os aparelhos,além de não conseguir mostrar o seu desempenho brilhante novamente.Samir Ait Saïd,que recentemente passou da categoria juvenil para a adulta,também não teve bons resultados no nacional,exceto em seu melhor aparelho,as argolas.O concurso juvenil teve Tom Ammirati como campeão,após apresentar boas performances no salto e no solo.O segundo lugar foi ocupado pelo favorito à vitória Jim Zona,que apresentava as maiores notas de dificuldade,no entanto,teve problemas na execução.


    Na Itália,Vanessa Ferrari venceu o Campeonato Nacional mais uma vez,apresentando um sólido desempenho em todos os aparelhos.Ferrari,que ainda não é a mesma ginasta que tinha maiores notas de dificuldade em todos os aparelhos,está se recuperando, lentamente,a forma que ela tinha na melhor época de sua carreira.Ferrari não tentou dessa vez um Yurchenko com dupla pirueta e obteve notas acima dos 14 pontos nos quatro aparelhos.tirando Vanessa,todas as outras ginastas adultas tiveram suas somas superadas por duas juvenis,Erika Fassana e Andrea Foti,que estão lutando por um lugar na futura equipe nacional.Paola Galante,mais uma vez,falhou em seu melhor aparelho,as barras assimétricas,onde ela precisa mudar a composição de sua série,para poder diminuir as deduções.Outro resultado decepcionante foi o de Andrea la Spada,a melhor juvenil italiana na última temporada,que só conseguiu a décima sexta colocação da prova geral somando 50,150.O resultado mais surpreendente do dia foi a nota de Federica Macri no solo:14,500.Macri,que sofreu uma lesão no ano passado e desde então não faz mais parte da equipe nacional,só teve uma nota mais baixa do que de Ferrari no solo.
    Matteo Morandi conquistou o quinto título nacional de sua carreira com a boa soma 88,150,meio ponto à frente de Enrico Pozzo.A terceira colocação foi ocupada pelo sempre reserva Paolo Ottavi,que tem sido incapaz de integrar a equipe nacional adulta.Os juvenis Andrea Cignolani e Alessandro Di Quinzo tiveram uma boa competição,sendo eles bons candidatos a substitutos na equipe de ginástica mais antiga do mundo,a Itália,depois que os ginastas mais experientes se aposentarem.O veterano Igor Cassina terminou apenas em quarto lugar na barra fixa,mesmo tendo a maior nota de dificuldade da prova:6,5.


    A Suécia também realizou recentemente o seu campeonato nacional sem a presença de Veronica Wagner,que foi comentarista na transmissão da televisão.Maria Edner venceu o individual geral somando apenas 50,450.O total mais alto na competição foi obtido durante a classificatória por Ida Jonsson(50,950),que não conseguiu repetir o feito na final,onde terminou em terceiro lugar e ficou atrás de Alexandra Olsson(50,150). Bjorn Slanvall concluíu o último fim de semana com a medalha de ouro da prova geral masculina(somando 82,700 pontos) e mais três títulos nas finais por aparelhos(solo, barras paralelas e barra fixa).A segunda posição ficou com George Foo,que também garantiu ouros no cavalo com alças e nas argolas.A medalha de bronze do individual geral foi conquistada pelo especialista no solo Mans Stenbarg,que não mostrou todo o seu potencial cometendo vários erros.
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.