• Yuyuan Jiang e Yosuke Hoshi vencem o Universíade



    Yuyuan Jiang(China) e Yosuke Hoshi(Japão) lideraram nesse sábado,o domínio asiático nos pódios do individual geral do Universíade em Belgrado,na Sérvia.
    Jiang venceu o individual geral feminino,superando sua colega de equipe He Ning(57,050-56,600).A norte-coreana Kim Un Hyang ficou com o bronze somando 55,800 pontos.
    Yuyuan,integrante da equipe chinesa campeã olímpica nos Jogos Olímpicos de 2008, liderou a equipe feminina chinesa na conquista do ouro em Belgrado,na última quinta-feira.
    Na final masculina do individual geral,Hoshi derrotou o chinês Weng Heng,para garantir a medalha de ouro(87,250-87,000).O sul-coreano Kim Soo Myun foi o terceiro colocado(86,950).
    A equipe japonesa masculina ganhou o título por equipes na última sexta-feira,ficando a frente das equipes da Rússia e da China.
    A brasileira Daniele Hypólito não conseguiu repetir o bom desempenho da classificatória(onde ela ficou em décimo segundo lugar da prova geral),obtendo notas mais baixas nos quatro aparelhos(com a soma 47,100),e assim terminando na décima sétima colocação.A maior nota veio do solo(13,100) e a mais baixa veio da trave(10,000).O Brasil também não teve bons resultados na prova masculina,onde Mosiah Rodrigues ficou apenas em vigésimo primeiro lugar,somando 79,050(bem longe dos 84,650 pontos conquistados na qualificatória).O principal motivo da baixa pontuação de Mosiah na final,foi o seu desempenho no cavalo com alças,onde ele pontuou apenas 11,200(na classificatória ele conseguiu 14,550 nesse aparelho).Assim como na classificatória,sua maior nota veio do salto sobre a mesa:14,800.Sérgio Eras também não manteve a boa somatória da qualificatória,terminando em vigésimo,uma colocação acima de Mosiah.Sérgio somou 80,350(na classificação foram 83,450 pontos somados),tendo também um desempenho ruim no cavalo com alças(onde ele garantiu 11,750).A maior nota dele na final do individual geral foi nas argolas(14,500).
    As provas da modalidade serão concluídas no próximo domingo com as finais por aparelhos.Yuyuan se classificou para as finais das barras assimétricas,trave e solo,enquanto que Hoshi se qualificou apenas para a final das barras paralelas.
    A lista de líderes da classificatória inclui Fei Cheng(China),Beth Tweddle(Grã-Bretanha),Krisztian Berki(Hungria) e Ri Se Guang(Coréia do Norte).


    *Resultados

    INDIVIDUAL GERAL-FEMININO

    1. Yuyuan Jiang(CHINA) 57.050
    2. He Ning(CHINA) 56.600
    3. Kim Un Hyang(CORÉIA DO NORTE) 55.800
    4. Hong Un Jong(CORÉIA DO NORTE) 55.000
    5. Rie Tanaka(JAPÃO) 54.550
    6. Svetlana Klyukina(RÚSSIA) 53.800
    7. Marta Pihan-Kulesza(POLÔNIA) 53.450
    8. Marina Sergienko(UCRÂNIA) 53.050
    9. Sakiko Okabe(JAPÃO) 51.500
    10. Jana Sikulova(REPÚBLICA TCHECA) 51.450
    11. Angelina Kysla(UCRÂNIA) 50.450
    12. Maria Chibiskova(RÚSSIA) 50.400
    13. Laura Gombas(HUNGRIA) 49.900
    14. Joanna Litewka(POLÔNIA) 49.300
    15. Barbara Gasser(ÁUSTRIA) 49.050
    16. Nina Dearman(GRÃ-BRETANHA) 48.650
    17. Daniele Hypolito(BRASIL) 47.100

    INDIVIDUAL GERAL-MASCULINO

    1. Yosuke Hoshi(JAPÃO) 87.250
    2. Wang Heng(CHINA) 87.200
    3. Kim Soo Myun(CORÉIA DO SUL) 86.950
    4. Manuel Campos(PORTUGAL) 86.450
    5. Marcell Hetrovics(HUNGRIA) 86.400
    6. Nikolai Kuksenkov(UCRÂNIA) 85.850
    7. Vladimir Olennikov(RÚSSIA) 85.550
    8. Kyoichi Watanabe(JAPÃO) 85.400
    9. Emin Garibov(RÚSSIA) 85.150
    10. Liu Zhan Teng(CHINA) 85.050
    11. Vid Hidvegi(HUNGRIA) 84.600
    12. Daniel Corral(MÉXICO) 84.050
    13. Cyril Tommasonne(FRANÇA) 83.700
    14. Samuel Piasecky(ESLOVÁQUIA) 83.350
    15. Steven Jehu(GRÃ-BRETANHA) 82.500
    16. Roland Hauptli(SUÍÇA) 82.050
    17. Robert Payne(GRÃ-BRETANHA) 81.500
    18. Roman Kulesza(POLÔNIA) 80.850
    19. Luis Alberto Sosa(MÉXICO) 80.600
    20. Sergio Eras(BRASIL) 80.350
    21. Mosiah Rodrigues(BRASIL) 79.050
  • You might also like

    2 comentários:

    1. Eu acho que a Yuyuan seria favorita no AA se fizesse o "amanar", já que ela pontua alto nas assimétricas e é forte no solo, na trave eu achei bem "meia-boca" (para uma chinesa).
      Ela tentou o amanar nas classificatórias em pequim, eu gostei, pena que caiu.

      Fiquei com uma dúvida sobre a disputa do AA no novo código:

      Vai continuar igual foi em pequim?
      Eu notei que algumas ginástas pontuavam tão alto nas assimétricas que nem precisavam pontuar muito nos outros aparelhos, ao menos as melhores colocadas tirando a Shawn Johnson.
      Nastia Liukin, Yilin Yang
      e a Ksenia Semenova.
      Então, quem pontuar MUITO alto nas assimétricas vai continuar dominando o AA?

      ResponderExcluir
    2. Ah Danilo,acho que com esse novo código feminino,as coisas vão mudar um pouco nas disputas do individual geral...acredito que a partir de agora,o salto será o aparelho mais determinante nos resultados finais!É que o valor de dificuldade dos saltos(no geral) continuam os mesmos,enquanto que nos outros aparelhos(por causa da diminuição de elementos contados numa série) houve uma redução significativa nos valores...enfim,o 'Amanar' será uma peça importante para se montar uma all-arounder daqui para frente...isso não quer dizer que seja impossível que uma ginasta ganhe o título do individual geral executando um Yurchenko com pirueta e meia,mas com as novas regras,acho que ginastas como a Yuyuan tenham saído em vantagem,em relação a ginastas como a Liukin e a Semenova...

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.