• E o Brasil novamente surpreende...


    Pois é!!!Mais um dia ótimo para a ginástica artística brasileira...nos outros posts sobre o Mundial,eu sempre comecei comentando sobre o desempenho dos principais ginastas do dia,mas hoje vou fazer o contrário.
    A jovem ginasta Bruna Leal,16,que havia conquistado na quarta-feira,a penúltima vaga para a final do individual geral,provou hoje que não será apenas mais uma ginasta brasileira classificada para a final de um Mundial!Com o décimo quarto lugar na final de hoje(na verdade ontem rsrsrsrs),a Bruninha demonstrou que é consistente(não cometeu queda em nenhuma de suas apresentações...caramba,essa menina a cada dia está mais segura,mesmo com séries mais difíceis) e tem MUITO potencial para trazer excelentes resultados nesse ciclo olímpico!!!Nossa,quando ela começou a série de solo executando aquele lindo Tsukahara carpado,eu fiquei com os olhos esbugalhados kkkk me surpreendi de verdade(Imaginava que ela fosse arriscar só o Tsukahara grupado mesmo),até porque em algumas entrevistas,a Iryna sempre se referiu a Leal como uma ginasta talentosa,mas que ainda não está pronta para apresentar tudo o que sabe em competições.Gostei bastante também da série dela de barras(acrescentou um giro na cubital com pirueta antes da saída) e de ela estar executando uma entrada mais difícil na trave.Apostei num top 15 sem queda e acertei \o/
    E entre as principais,a norte-americana Rebecca Bross,que assim como a Bruna,também está estreando esse ano na categoria adulta,era favorita absoluta a conquistar o título da prova geral feminina(depois de liderar na classificatória mesmo caindo em sua série de trave).O ouro também podia ser garantido pela romena Ana Porgras,pelas chinesas Deng Linlin e Yang Yilin(que caiu das barras assimétricas nas qualificatórias),pela russa Ksenia Semenova(que cometeu uma queda em sua série de solo da qualificação) e pela norte-americana Bridget Sloan(que também caiu da trave durante a fase classificatória).Assim como Kohei Uchimura na disputa masculina,Bross só precisava acertar todas as suas séries para levar a medalha de ouro para a casa.Logo na primeira rotação,Yang Yilin e Ksenia Semenova(as duas no mesmo grupo,se apresentando nas barras assimétricas) saíram da disputa por medalhas ao cometerem quedas.A japonesa Koko Tsurumi mostrou que tinha chances de ir ao pódio depois de cravar uma belíssima série nas assimétricas(com direito a saída cravada de duplo esticado),ficando assim na liderança da prova durante a primeira rotação.As favoritas norte-americanas,que estavam no grupo principal,acertaram seus Yurchenkos com dupla pirueta.(sendo que Sloan recebeu uma nota três décimos mais alta que Bross,fazendo com que ela ficasse em segundo lugar na rotação).A russa Ekaterina Kurbatova,que também se apresentou no salto,garantiu a terceira maior nota daquela rotação.Durante a segunda rotação,Tsurumi apresentou uma incrível série de trave de equilíbrio,com erros mínimos,mantendo ela na primeira colocação da disputa.Bross foi o destaque da rotação,depois de fazer uma fantástica apresentação nas barras assimétricas(também cravando a saída de Tsukahara grupado),ficando em terceiro lugar até então.Sloan também se manteve firme nas barras,conseguindo a segunda maior soma da rotação.Kurbatova continuou com chances reais de medalha,mas acabou caindo para a quarta colocação da disputa,depois de se apresentar nas assimétricas.Kurbatova perdeu a chance de medalhar após sofrer uma queda em sua série de trave,deixando o resultado praticamente decidido.Com os acertos de Tsurumi no solo,Bross e Sloan na trave,o marcador apenas inverteu a posição das três melhores ginastas da segunda rotação.Na última rotação,o ouro de Rebecca era garantido,se caso ela não caísse em sua série de solo.Sloan foi a segunda ginasta a se apresentar nesse aparelho e surpreendeu a todos ao acertar sua série completa(com uma saída cravadíssima de duplo carpado).Com isso,a prata já estava garantida para a atleta que integrou a equipe dos Estados Unidos nas Olimpíadas do ano passado.Tsurumi acertou o seu salto(um simples Yurchenko com pirueta) e assegurou o bronze(depois da australiana Lauren Mitchell,pisar fora do tablado em sua série de solo).Rebecca Bross,a última ginasta a se apresentar no dia,só precisava aterrissar em pé nas suas três passadas...a primeira ok(com passo),a segunda também(outro passo),mas na terceira,a inexperiente ginasta tirou as mãos da medalha de ouro da prova(com uma queda na dupla pirueta e meia bate meia pirueta,que na classificatória,ela cravou lindamente).Nada emocionante essa disputa hein rsrsrsrs Parabéns Bridget Sloan!!!
    E eu espero me surpreender ainda mais hoje,quando Arthur Zanetti irá disputar a prova de argolas...será que ele leva uma medalha?AAAAAAAAAAAAAH,última participação brasileira na competição :( seria incrível se ele levasse a medalha que o Diego não pôde conquistar...enfim,acompanhem tudo aqui no 'Gymworld Blog'!!!
  • You might also like

    Um comentário:

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.