• Ginástica Artística do Brasil comemora resultados obtidos em 2010




    Entre as conquistas, vagas garantidas para o Pré-Olímpico e Jogos Pan-Americanos de 2011

    A Ginástica Artística do Brasil tem motivos de sobra para comemorar. O ano de 2010 ficou marcado por bons resultados e boas notícias na modalidade. O país se classificou para o Pré-Olímpico e para os Jogos Pan-Americanos, ambos em 2011 e, além disso, os já consagrados Diego e Daniele Hypolito representaram muito bem o país e viram novos nomes como Sérgio Sasaki, Francisco Barreto e Adrian Gomes, entre outros, se firmarem cada vez mais nos cenário nacional e internacional.

    Para Diego Hypolito, 2010 foi de grandes resultados. O ginasta conquistou medalhas de ouro no solo e no salto nos Jogos Sul-Americanos, ouro no solo na Copa do Mundo de Paris, ouro no solo e prata no salto na Copa do Mundo de Moscou, prata no solo e no salto na Copa do Mundo de Porto. A partir de setembro, Diego desfalcou a Seleção Brasileira por lesão, que o deixou de fora do Pré-Pan e do Mundial.

    "O balanço do ano só não é melhor por causa dessa lesão, mas em termos de resultados foi muito bom. Foi um ano marcante, com certeza, principalmente porque foi a primeira vez que ganhei uma medalha logo na primeira etapa de Copa do Mundo", comentou Diego Hypolito, que ainda se recupera da lesão no tornozelo esquerdo.

    Sua irmã, Daniele tem motivos de sobra para comemorar. Segundo ela, o ano marcou seu retorno em grande estilo aos campeonatos internacionais. "O ano de 2010 marcou a minha volta e competir bem foi muito especial. Fiz a final no individual geral no Mundial e com certeza esse é um ano que deixa boas recordações", disse Daniele, que foi 18ª na classificação do individual geral no Mundial e ainda conquistou ouro no salto e bronze nas paralelas assimétricas na Copa do Mundo de Porto e prata no salto no Pré-Pan.

    Outro ponto positivo da Ginástica Artística, conseguido através da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), foi ter Jade Barbosa de volta à Seleção. A ginasta reestreou no Mundial de Roterdã já com uma medalha de bronze no salto. Segundo Jade, esse retorno foi importante para sua carreira. "A medalha veio em uma boa hora, pois me fez acreditar que eu ainda era capaz e que podia voltar bem para a ginástica. Estive no Mundial, competi bem e acredito que tudo isso foi muito positivo", disse Jade.

    Uma das promessas da Ginástica Artística do Brasil, Sérgio Sasaki, de 18 anos, afirma que não sente nenhum tipo de cobrança e espera que 2011 seja ainda melhor. "Eu sou tranquilo em relação a essa expectativa que é colocada sobre mim. Sei que sempre faço o meu melhor e, por isso mesmo, espero conseguir resultados ainda melhores no próximo ano", comentou Sasaki, medalhistaa de prata no salto no Pré-Pan.

    Em 2011, a Seleção Brasileira de Ginástica Artística terá novos importantes desafios. Dois deles, em sequência: o Mundial do Japão, de 8 a 16 de outubro, que será classificatório para as Olimpíadas, e os Jogos Pan-Americanos, que serão no México, de 13 a 30 de outubro.

    Fonte: CBG
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.