• Yuri Van Gelder competirá no Europeu e ainda sonha com o Rio, em 2016.



    O ex-campeão mundial, Yuri Van Gelder, estará de volta á seleção holandesa no Campeonato europeu, em abril, seis meses depois de sua ausência inesperada no Campeonato Mundial de Roterdã.

    Van Gelder e a federação holandesa reataram as relações, depois de um campeonato recente em Roermond, e ele foi nomeado para a equipe holandesa que competirá no Europeu. Ele está programado para representar a Holanda em Berlim, juntamente com os colegas Jeffrey Wammes, Epke Zonderland, Anthony van Assche, Bart Deurloo e Melvin Ornek.

    Yuri testou positivo para cocaína em 2009 e estava planejando seu retorno em 2010, no Campeonato Mundial de Roterdã, logo após a suspensão de um ano e três meses de reabilitação. Mas às vésperas do Campeonato Mundial, a Federação Holandesa tirou Yuri da equipe, deixando a mídia e os fãs boquiabertos. Os chefes da equipe afirmaram que ele havia admitido o uso de cocaína, mais uma vez, uma acusação que ele nega.

    "Foi porque eu não poderia lidar com a pressão de um Mundial dentro de casa", disse Van Gelder à mídia holandesa. "Os fatos estão sobre a mesa, eu não fiz nada errado."

    Em dezembro, Maurits Hendriks, do Comitê Olímpico Holandê e das Federações Desportivas Holandesas, mediou várias reuniões entre Van Gelder e a Federação, o que abriu o caminho para ele voltar.

    Em Roermond ele marcou 15,500 nas argolas e garantiu um lugar no time holandês para o Campeonato Europeu. Ele também está escalado para a próxima Copa do Mundo, em Cottbus.

    "Estou muito feliz por estar de volta", disse. "Nos últimos meses eu tive uma equipe toda me ajudando e eu preciso estar envolvido com a ginástica. E é isso que eu quero."

    Além do treinador que o ajuda na reabilitação com as drogas, Van Gelder voltou a trabalhar com o treinador de ginástica Bram van Bokhoven.

    "Treinei sozinho para competir em Roermond", disse ele. "Isso foi por causa da situação com a federação, mas eu sou experiente o suficiente conseguir fazer isso. Agora, na semana final de treinamento para o Europeu é bom voltar a trabalhar com Bram."

    Van Gelder é o ginasta mais bem sucedido na Holanda recente, ganhando a medalha de ouro nas argolas no Mundial 2005, seguido de um bronze em 2006 e prata em 2007. Ele também conquistou três títulos europeus nas argolas em 2004, 2008 e 2009. Ele, que faz 28 anos dia 20 de abril, não poderá disputar a tão sonhada medalha olímpica em 2012. A suspensão de um ano em 2009 o faz inelegível para as próximas Olimpíadas, por regras do Comitê Olímpico Internacional.

    "Rio de Janeiro em 2016. Esse é meu sonho", disse ele.

    Fonte: intlgymnast.com
  • You might also like

    Um comentário:

    1. Ai amigo já deu né mona, tem que dar chances aos mais novos, deveria ter uma regra, quem se aposentar não poderá mais competir novamente, porque sempre acabam voltando olha o caso da Ponor já se aposentou no mínimo três vezes e sempre volta na época pós olímpica kkkk

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.