• Seleção dos EUA feminina definida para o Mundial e Pan



    E finalmente é anunciada a equipe dos EUA para o Campeonato Mundial e para o Pan.

    A equipe do Mundial será formada por um grupo de 7 ginastas. Uma será reserva e as outras 6 competirão em Tóquio. A reserva provavelmente será definida nos últimos treinos já no Japão.

    Jordyn Wieber, Gabrielle Douglas, Sabrina Vega e Mackayla Maroney estão em seu primeiro ano na categoria adulta, e estarão estreando em campeonatos mundiais. Anna Li, apesar de ser uma veterana também estará estreando em campeonatos mundiais. Alexandra Raisman esteve em Rotterdam em 2010 e Alicia Sacramone já é uma super veterana.

    Essa equipe está formada para vencer a final por equipes. O comitê de seleção fortaleceu a barra dos Estados Unidos apostando em Anna Li, Gabrielle Douglas e mesmo Sabrina Vega, que apesar de não ter acertado no Visa, tem uma boa série de paralelas. Mesmo com a ausência de Mackenzie Caquatto e Rebecca Bross, Martha Karoly e companhia conseguiram formar uma equipe com um bom potencial de nota neste aparelho. Wieber, Douglas, Li e Vega podem pontuar bem na final por equipes. A trave estará forte, com Wieber, Sacramone, Raisman e Vega. No solo poderíamos incluir todas exceto Li (apesar de eu ter visto uns vídeos incríveis de treino), destacando Wieber e Raisman. E no salto... dois Amanares com Wieber e Maroney, e mais a Sacramone com seu estendido com pirueta e meia para frente.

    Martha Karoly terá boas opções para escolher ao formar o front de batalha na final por equipes onde 3 ginastas competem e contam as notas das 3.

    Apesar de achar essa equipe espetacular e saber que tudo era possível dentro de um grupo de excelentes ginastas que poderiam ser escolhidas, três coisas me impressionaram.

    Uma foi a entrada da Sabrina Vega. Acho ela uma ginasta linda, gosto muito do estilo dela. Na parte coreográfica acho ela a melhor dos EUA neste momento. E pra finalizar, ela é treinada pela Teodora Ungureanu, ginasta colega de equipe de Nadia Comaneci nos anos 70. Sempre torci pra ela. Mas, depois do que ela fez no VISA eu achava que ela seria a primeira, dentre as tops, a ser descartada para esta equipe. De qualquer forma torço para que ela entre como titular e não como reserva.

    A segunda coisa que me impressionou foi a entrada da Anna Li. É claro que os EUA precisam de ginastas boas de paralela, mas não imaginei que a Martha daria uma chance pra ela. De qualquer modo fiquei muito feliz ao ler o nome dela, pois sou fá escancarado de ginastas veteranas. A Anna é uma ginasta que foi para a NCAA e quando terminou sua carreira universitária resolveu tentar a ginástica de elite mais uma vez.. E conseguiu!! Quando o nome dela nem saiu na lista da seleção americana achei que as chances seriam pequenas. Se ela acertar a série dela na classificatória ela pode ser finalista de barra. E mais importante, se ela acertar na final por equipes, ela terá feito um enoooooorme favor aos EUA.

    A última coisa que me impressionou foi a escolha da Gabrielle Douglas. Ela tem uma série de paralelas muito linda. Mas competiu muito muito mau no VISA. O seu ponto alto foi acertar a série de paralelas no segundo dia. Fora isso ela não se saiu bem. Se ela acertar sua série de paralela no mundial, já terá ajudado bastante. É claro que ela tem potencial para muito mais que isso. Ela tem potencial para ajudar em qualquer aparelho. O problema é acertar em competição. Porém, nunca saberemos como ela competiu nas competições que houveram nos acampamentos Karoly. Provavelmente ela acertou lindamente sua série de paralela, e na atual situação dos EUA isso basta para colocá-la na equipe. E mais, é importante que invistam nela agora. Ela vai ganhar experiência nesse mundial e poderá estar ainda melhor e mais madura em Londres, podendo corresponder a todo potencial que possui.

    Uma coisa só me chateou... a ausência da Chellsie nesta lista. Acho que ela fará falta aos EUA na trave e no solo, mas se colocarmos no papel, o que realmente fará diferença é a nota final de paralelas da equipe. No salto, solo e trave os EUA vão muito bem. Poderiam facilmente ficar à frente da Rússia, China e Romênia, mas nas paralelas, a China e a Rússia são superiores. E neste aparelho, apesar de campeã mundial, a Chellsie não estava bem. Ainda não recuperou a antiga forma, e mesmo assim precisaria acrescentar mais dificuldade na série. Fico triste porque gostaria muuuuuito que ela fosse a Londres e tivesse a oportunidade de ter uma ótima competição, mas agora acho que esse sonho ficou meio distante.

    O sonho parece mais distante também para Shawn Johnson, que também ficou de fora da lista de Tóquio. Ela mesma já havia mencionado que não entrar na equipe do mundial diminuiria as chances de ser selecionada para a olimpíada. Em seu Twitter ela disse que não era a melhor opção de escolha para esta equipe, mas que pretende ser para 2012. Assim espero, pois eu ficaria muito feliz em ver essa jornada dela terminar com um final feliz. De qualquer forma, o fato dela ter voltado à ativa, e estar cada vez melhor, sendo capaz de acertar boas séries já faz de mim um fã feliz. Queria eu que a Nastia também estivesse competindo ainda, mesmo que não na forma top de Pequim, mas que estivesse ali no mix.

    Felizes são os fãs de ginástica que estarão em Guadalajara... Chelsie Memmel, Bridget Sloan e Shawn Johnson estarão no México nos Jogos Pan Americanos. Além delas foram nomeadas Bridget Caquatto e outras duas ginastas que tive que pesquisar para saber quem eram... Brandie Jay e Jessica DeZiel. Acho que essas ninguém esperava né? De qualquer modo, apesar de não serem aquelas americanas tops que estamos acostumados a ver, as duas entrariam facilmente em equipes como a do Brasil, Holanda e outras. Fiquei muito feliz pela Bridget Sloan, pois ela estava muito desacreditada depois de todas as lesões que sofreu desde o ano passado. Competir bem nesse Pan é obrigação dessas ginastas se almejam ser consideradas para a equipe de 2012, pois além dessas jovens que vão ao mundial, ainda tem outras meninas que vão subir para a categoria adulta ano que vem, como Kyla Ross por exemplo!!! O Pan fica parecendo um prêmio de consolação, mas pra mim será incrível ter a oportunidade de ver a Memmel, Sloan e Johnson em ação. E tomara que não seja a última vez.

    Enfim... continuo achando que esse pré-olímpico é dos EUA. A equipe está muito forte. Essa geração de novas seniores é excelente. Após o primeiro dia de competição do VISA duvidei delas com todas as forças. Não do talento, mas da capacidade competitiva. Parece que elas conseguiram mostrar sua força e convenceram quem elas realmente precisavam: o comitê de seleção.
  • You might also like

    8 comentários:

    1. não podemos esquecer que a Sacramone estava treinando o estendido com dupla pirueta ela pode surpreender.

      ResponderExcluir
    2. Winicius Damasceno Belém/PA

      DESABAFOOO DE UMA FÃ!!!

      Não! Nãão!! LUCAS! O sonho de SHAWN e CHELSIE começa logo ali no MÉXICO hehe,sei lá,to tão frustado pq esperei tanto pra ver a SHAWN no mundial e é difícil aceitar ela,CHELLSIE e BRIDGE abaixo das novatas, mas, sinto que em 2012 ela volta ao topo.
      Londres tá loga ali meninas aguentem firme vcs estarão lá acreditem,isso vale pra querida BRIDGE também. Arrasem no México meninas tirem super notas e mostrem que vcs fizeram falta em TÓKIO, kkkk to falando como se elas estivessem ouvindo mas o GYM BLOG te da essa liberdade de desabafar hehe.

      NUNCA ESPEREI TANTO PRA ASSISTIR A UM PAN hehe.

      SHAAAAWN!!CHEEELLSSIE!! O PAN é de VCS!!!

      ResponderExcluir
    3. Winicius, eu realmente acho que vai ficar difícil pra elas. As novatas merecem estar na seleção. São meninas prontas para o código atual, foram treinadas desde a base para ele. Mas eu sou tão fã quanto voce das antigas. Vou torcer muuuuuuuuuuito por elas também.

      ResponderExcluir
    4. Quem sabe a Sacramone coloque a reversao Dupla Pirueta ne?
      Mas acredito que esse salto e so pra 2012.

      ResponderExcluir
    5. Vou torcer muito pela Shawn e pela Memmel. Mas eu acho que o time olimpico não tem espaço para elas :(
      Se tudo caminhar com está andando, o time olimpico devera ser: Wieber, Ross, Bross, Alicia e Maroney/Finnegan ou Douglas :)

      ResponderExcluir
    6. Winicius Damasceno

      Então LUCAS as novatas devem ter arrasado no acampamento da MARTA e por isso estarão no mundial,torço por elas e não tenho dúvidas que todas são grandes feras. Em relação a SHAWN e CHELLSIE conseguirem vaga pra LONDRES e o código atual, logo me vem a cabeça ALICIA SACRAMONE que já passou por todos os códigos possíveis e continua na equipe super bem adaptada com o código novo e sempre como uma das favoritas à medalha. Na verdade a ALICIA saiu na frente das outras duas voltou a treinar bem mais cedo e logo estava a ativa S & C chegaram muito em cima da hora desse mundial e acho que por isso estão fora. Só fico pensando na NASTIA agora, se ela quer o Bi olímpico então corre minha filha hehe. Obrigado LUCAS e torçamos juntos por elas.

      ResponderExcluir
    7. Shawn disse que não está certa se vai competir o solo no Pan. Bridget parece a mais animada e quer competir o individual geral no evento. Martha disse que as três (Chellsie/Shawn/Bridget) podem estar ainda na equipe olímpica no ano que vem. Agora minha opinião: se melhorarem muito, podem conseguir algo, não acredito muito na Bridget, mas as duas outras são algo a se pensar. Estados Unidos tem o Nacional e o Olympic Trials ano que vem. Torcendo!

      ResponderExcluir
    8. É Winicius, vc tem razao sobre a Alicia, talvez se a Shawn e Chelsie tivessem voltado mais cedo né?

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.