• Com mescla de experiência e juventude, Brasil busca medalha na ginástica



    A ginástica artística do Brasil inicia nesta segunda-feira (24) sua disputa por medalhas nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. O time feminino tenta o pódio por equipes e, durante as rotinas, as ginastas também já buscarão classificação para as finais dos aparelhos, que começam no dia 27.

    A seleção brasileira é marcada pela diversidade de idades. A mais velha é Daiane dos Santos, com 28 anos. Ela é 11 anos mais experiente do que a mais nova da equipe, Gabriela Soares, que viajou às pressas para Guadalajara depois do corte de Jade Barbosa, devido a uma lesão.

    A ausência de Jade, inclusive, será um dos fatores mais sentidos na equipe brasileira. Melhor colocada no Mundial de Tóquio, com o quarto lugar no salto, ela fará falta com suas habituais notas altas na equipe brasileira.

    De qualquer forma, Daiane dos Santos considera que a luta por equipes é pela prata, uma vez que não há como as norte-americanas perderem.

    - Estados Unidos é ouro. É muito difícil qualquer equipe ganhar delas. Só se elas caíssem três vezes em todos os aparelhos. Mas vamos brigar pelo pódio.

    No último Pan, o Brasil conseguiu seis medalhas na ginástica artística feminina, sendo uma de ouro, uma de prata e quatro de bronze.

    Fonte: r7.com
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.