• Seleção masculina de ginástica artística fatura ouro inédito por equipes no Pan



    A seleção masculina de ginástica artística fez história nesta terça-feira (25) em Guadalajara. A equipe brasileira faturou o ouro por equipes, a primeira do país na história dos Pan-Americanos. A prata ficou com Porto Rico e o ouro com os Estados Unidos.

    As apresentações da ginástica artística masculina começaram hoje com a final por equipes e a classificatória individual nos seis aparelhos: solo, cavalo com alças, argolas, salto sobre a mesa, barras paralelas e barra fixa.

    O conjunto brasileiro, formado por Francisco Barreto, Petrix Barbosa, Péricles Fouros, Diego Hypolito, Arthur Zanetti e Sérgio Sasaki, alcançou 346,100 pontos após os seis aparelhos e terminou na primeira posição.

    A prata ficou com Porto Rico, que anotou 344,850 pontos, e o bronze com os norte-americanos, que terminaram a apresentação com 342 pontos.

    A vitória do Brasil foi dramática e conquistada apenas na última nota, com uma apresentação impecável de Diego Hypolito no solo. O brasileiro alcançou 15,600 pontos, a maior nota entre todos os competidores no aparelho.

    A seleção verde-amarela se apresentou no segundo grupo do dia, junto com os porto-riquenhos. Já os norte-americanos se apresentaram mais cedo, no primeiro grupo. Por isso, quando entraram no tablado à noite, a missão da seleção era bater a marca dos EUA.

    O Brasil começou a superar a nota dos norte-americanos logo no primeiro aparelho, o cavalo com alça, mas via os porto-riquenhos se aproximar no placar, ameaçando o ouro verde-amarelo.

    A sorte do Brasil começou a mudar quando dois ginastas porto-riquenhos caíram nas barras paralelas, deixando a equipe caribenha mais de três pontos atrás dos brasileiros no aparelho.

    Diferente da equipe feminina, que deu um show de tombos ontem, os meninos do Brasil caíram apenas uma vez. O deslize foi cometido por Francisco Barreto, na barra fixa, que conseguiu apenas 12,750 pontos. Mas como cada conjunto pode descartar uma nota, o Brasil terminou o aparelho com a pontuação de 55,450, ficando atrás dos norte-americanos, que anotaram 57,800, e dos porto-riquenhos, que arrasaram e terminaram com 58,600 pontos.

    Outro destaque do Brasil foi o ginasta Arthur Zanetti nas argolas. Atual vice-campeão mundial no aparelho, Zanetti alcançou a nota 15,550, a maior entre todos os competidores. Com isso, o Brasil chegou a 57,300 nas argolas e terminou, ao lado dos EUA, com a maior pontuação no aparelho.

    O conjunto verde-amarelo também fez a maior nota no salto, com 62,800 ao total, deixando para trás os rivais norte-americanos (62,050) e porto-riquenhos (61,950).

    No individual geral, o destaque foi o ginasta Sérgio Sasaki, que ficou com a maior nota do dia na somatória de todos os aparelhos (87,700). Em segundo lugar ficou o colombiano Jorge Hugo Giraldo (86,550) e, em terceiro, o porto-riquenho Luis Vargas (86,500).

    Diego Hypólito comemorou muito a conquista inédita.

    - Esse é um resultado histórico para a ginástica brasileira, chegamos a um nível que não tínhamos antes. Sonhava com esse ouro e estou muito contente. Estamos de parabéns e vamos comemorar muito.

    Fonte: r7.com
  • You might also like

    12 comentários:

    1. Ai sim, a equipe masculina esta muito focada nas competições rapaziada motivada.

      Ja a feminina tenho uma imagem que as meninas estão desmotivadas isso vem antes do mundial. A equipe feminina não sentiu apenas a falta da jade mas os erros foram cruciais, porque as canadenses também tiveram erros mas conseguiu superalos mas a equipe brasileira parecia que estava num braco e cada rodada se afundava mais.

      Mas acho que elas tem que pegar a equipe masculina como exemplo, porque a essa altura ja foi não para voltar o tempo. Ter foco e objetividade.

      ResponderExcluir
    2. Parabéns a todos os meninos. Vocês são muito bons mesmo.

      ResponderExcluir
    3. Parabéns pra os meninos do Brasil. Essa medalha só veio coroar todo o excelente trabalho realizado pela comissão tecnica e pelos ginastas.Espero que essa evolução na GAM continue sempre e não tenha uma regressão como esta acontecendo com a GAF atualmente. Então as chances de medalhas no Pan são bem reais... tivemos classificação em varias provas

      Sergio Sasaki – primeiro individual geral, segundo no cavalo, quarto nas paralelas e quinto no solo
      Arthur Zanetti – primeiro nas argolas
      Diego Hypolito – primeiro no solo e terceiro no salto
      Petrix Barbosa – oitavo no individual geral e sétimo na barra fixa

      Agora é só torcer....Porque Janeiro está logo ali e eu acredito muito no potencial dessa seleção para garantir uma vaga em Londres

      ResponderExcluir
    4. Adorei os meninos são incrives Petrix Barbosa muito lindo♥

      ResponderExcluir
    5. Que maravilha heim! Orgulho... espero que eles cheguem pra arrebentar na repescagem e nos Jogos Olímpicos. Agora, no primeiro parágrafo do post ta escrito que "A prata ficou com Porto Rico e o ouro com os Estados Unidos." Corrige ae ^^

      ResponderExcluir
    6. ELES E AS MENINAS DA GR SIM MERECERAM VENCER! PARABÉNS A NOSSOS CAMPEÕES E QUE SIRVA DE LIÇÃO PRAS FROUXAS DA GAF.

      ResponderExcluir
    7. ai ta o Ouro pros EUA kk , arruma , Brasiil ♥

      ResponderExcluir
    8. Eles mereceram muito muito mesmo trabalharam bastante para isso pena que o seginho se prejudicou um pouco né

      ResponderExcluir
    9. ACHO QUE OS BRASILEIROS SÓ GANHARAM POR EQUIPE PORQUE OS OUTROS ERRARAM E ELES NÃO. PORQUE TAMBÉM NEM TINHAM O QUE ERRAR, NÉ. OLHA AS NOTAS DE PARTIDA DE PORTO RICO E ME DIZ QUEM ERA MAIS FORTE E TINHA NÍVEL PRA OURO NO TF. E AQUELA SÉRIE DE BARRA DO DIEGO... PUTZ, SÓ NÃO É PIOR QUE AS DAS MENINAS DO BRASIL :D E O SASAKI FOI MTO CAGÃO D TERMINAR EM PRIMEIRO NO AA NA QUAL. GENTE, BRASIL É ISSO AÍ; GANHA UMA VEZ PRA NUNCA MAIS. ELES SEMPRE PIPOCAM QUANDO TÊM ALGUMA CHANCE DE GANHAR ALGUMA COISA. ALEGRIA DE BRASILEIRO (POBRE) DURA POUCO. TAVA BOM DEMAIS PRA SER VERDADE.

      ResponderExcluir
    10. GENTE, ME PERGUNTO O QUE É QUE ACONTECE COM OS ÁRBITROS BRASILEIROS QUE FICAM DANDO NOTA ALTA PRAS MENINAS NAS COMPETIÇÕES DAQUI SE ELAS CHEGAM LÁ FORA CRENTES QUE TÃO COM TUDO E QUEBRAM A CARA TIRANDO 12 NAS BARRAS E AINDA QUEREM RECLAMAR. NÃO É POSSÍVEL QUE OS NOSSOS JUÍZES NÃO TENHAM PREPARAÇÃO SUFICIENTE PRA VER OS ERROS DE ANGULAÇÃO E RITMO DESSAS GAROTAS, PORQUE ATÉ 14 JÁ VI TIRAREM :S NEM A GEORGETTE PARECE ENTENDER QUE ELAS DESSE JEITO NÃO FICAM NEM EM 6o NA REPESCAGEM! SINCERAMENTE, SEM ELES ENTENDEREM QUE TÃO NA CONTRA-MÃO, NADANDO CONTRA A CORRENTEZA E NÃO VÃO CHEGAR A LUGAR ALGUM SE NÃO MUDAREM E FICAREM FAZENDO VISTA GROSSA PRA TÉCNICA ERRADA DELAS.

      ResponderExcluir
    11. SINCERAMENTE A CEGUEIRA DOS TÉCNICOS E JUÍZES BRASILEIROS DE GAF ME PREOCUPA. E A GEORGETTE CRENTE QUE A GENTE IA PASSAR FÁCIL PRA OLIMPÍADA NO MUNDIAL... DECEPCIONANTE. OU ELA NÃO TÁ FALANDO DA MESMA SELEÇÃO BRASILEIRA QUE A GENTE FALA OU ELA NÃO ENTENDE NADA DESSE NOVO CÓDIGO.

      ResponderExcluir
    12. PUXA, FIQUEI P*** COM AS SÉRIES DA COBELLO, DA GABRIELA, DA DAIANE, DA DANIELE, DA BRUNA E DA ADRIAN. FORAM FRAQUÍSSIMAS EM DIFICULDADE E AINDA ASSIM EM EXECUÇÃO. VERDADEIRA CALAMIDADE. SE ELAS NÃO ACORDAREM PRA VIDA, EU ACORDO ELAS, AH SE ACORDO!

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.