• Proposta de candidatura das eleições CBG - Chapa 2


    O candidato à presidência da CBG pela Chapa 2, Marco Martins, me mandou a proposta da candidatura da sua chapa. O Gym Blog Brazil encontra-se aberto para receber a proposta da Chapa 1 para que as ideias também sejam postadas. Quando despertei interesse pelas eleições da CBG procurei ambas as chapas igualmente. Marco Martins e Clarice Morales optaram por expor suas ideias e você confere, na íntegra, o que eles propõe para a ginástica do Brasil.

    PROPOSTAS DE CANDIDATURA PARA PRESIDÊNCIA DA C.B.G. PERÍODO 2013 - 2016 CANDIDATOS: MARCO MARTINS e CLARICE MORALES

    PROPOSTAS ADMINISTRATIVAS

    SEDE PRÓPRIA

    Proposta

    Uma de nossas propostas é a fundar a sede administrativa permanente da Confederação Brasileira de Ginástica. Quando a CBG foi criada não havia disponível toda a evolução tecnológica que hoje há, o que evidentemente tornava difícil e lenta a comunicação, obrigando às entidades esportivas terem sua sede na mesma cidade de residência do Presidente. Com a evolução dos meios de comunicação, principalmente a internet, largamente utilizada, é mundialmente praticada, a administração à distância. Os avanços tecnológicos proporcionaram muitos benefícios, tais como praticidade, agilidade, confiabilidade e segurança, além de economia de tempo e de custos, na medida que podem evitar transportes de papéis e de pessoas; e no caso da CBG podem evitar que a cada mudança de Presidente a sede tenha também de mudar, acarretando enormes despesas e perdas de recursos humanos. Será necessário que a CBG tenha colaboradores (funcionários) de carreira que administrem o dia a dia da CBG cabendo à Presidência o papel político e de condução dos rumos da entidade o que, na atualidade, graças à tecnologia, poderá ser feito de qualquer lugar.

    COLABORADORES (FUNCIONÁRIOS)

    Proposta

    Com a implantação de uma sede administrativa definitiva e com o quadro de colaboradores efetivos, haverá uma estabilidade maior e a possibilidade de termos continuidade no aperfeiçoamento profissional além de racionalização de custos na CBG. Dotaremos a CBG de uma estrutura profissional capaz de colaborar com qualquer Presidente que assumir futuramente.

    A profissionalização da CBG, se não com todos, mas com a maioria de seus colaboradores, se faz indispensável.

    Propomos a criação de um quadro de carreira na CBG baseado nas novas tendências em RH visando a estruturação de carreiras que propicie o crescimento profissional e a motivação pessoal.

    PROGRAMA DE QUALIDADE TOTAL

    Proposta

    Com a implantação da sede administrativa e do quadro de carreira, poderemos pensar numa terceira etapa: implantar um Sistema de Gestão em Qualidade (PQT) e quem sabe, a longo prazo, implantar conjunto de normas intitulado ISO 9000 que, com certeza, irá elevar a qualidade dos serviços da CBG para com os clubes, federações e o público em geral.

    SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DA GINÁSTICA


    Proposta

    *Aquisição de um Sistema de Informática integrando as áreas de Administração, Finanças e de Competições, com o objetivo de gerir a CBG e as Federações que aceitarem fazer parte do sistema.
    *Este Sistema fará toda a parte rotineira da CBG (e das Federações), relativa à Secretaria Técnica, tais como: cadastros, transferências, inscrições em competições, cursos e etc..., interagindo com o setor de finanças e também com as competições.
    *O sistema funcionará on-line ou INTRA-NET na página da CBG com controle de acesso por senha, de acordo com o grau de importância de cada usuário.
    *Além do Sistema que será implantado, estaremos oferecendo, também a médio e longo prazo, os equipamentos necessários a implantação do Sistema Único Informatizado de Gestão.

    PÁGINA DA CBG

    Proposta

    *Reformulação da página da CBG criando a INTRANET onde estará disponibilizado o Sistema Único Informatizado de Gestão.
    *Criação da Loja CBG com uma linha de produtos com a Marca CBG e também uma linha de produtos licenciados dos ginastas. Esta loja será administrada por uma empresa do ramo, cabendo a ela prestar contas do seu movimento de vendas e repassar a CBG o percentual acordado, criando desta forma, outra fonte de renda.
    *Venda de espaço de propaganda para empresas, na página da CBG.
    *Todas as Federações terão uma página com espaço disponível para a divulgação de suas atividades.

    PORTAL DA TRANSPARÊNCIA

    Proposta

    Criação no site da CBG do “portal da transparência” onde estará postado:

    *Atas das assembleias
    *Prestação de contas anual
    *Agenda da presidência
    *Todos os documentos que propicie a transparência da administração da CBG.

    PROPOSTAS TÉCNICAS

    ESCOLA NACIONAL DE GINÁSTICA

    Proposta

    Incentivar a parceria com Universidades (pública ou privada) a fim de criar e manter a Escola Nacional de Ginástica (ENG), com o objetivo de formar, capacitar, e qualificar técnicos, árbitros e dirigentes, oferecendo cursos em todas as modalidades.

    NÃO É FUNÇÃO DA CBG A MANUTENÇÃO DE UMA ESCOLA E SIM A DE PROPORCIONAR MEIOS PARA QUE ISSO ACONTEÇA.

    A ENG será responsável pela elaboração de um PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO, no qual serão traçadas todas as estratégias para a formação dos profissionais da ginástica.
    Caberá a Universidade, que hospedar a ENG, a administração, a manutenção e a sustentação financeira da Escola.

    A ENG será, também, responsável por criar e manter um portal com informações técnicas de todas as modalidades gímnicas. Neste portal, os técnicos poderão acessar de qualquer lugar do Brasil artigos, filmes, atualizações e, principalmente, processos pedagógicos, capazes de ajudá-los em seus treinamentos.

    TÉCNICOS

    Proposta

    Temos notado que, infelizmente, uma boa parte das Faculdades de Educação Física tem deixado muito a desejar na formação dos nossos profissionais. Muitos de nossos técnicos foram formados na própria ginástica, o que pode resultar em falhas em alguma área de conhecimento.

    Percebendo esses problemas, propomos a criação de níveis para os nossos técnicos. Por exemplo, para a participação em eventos da CBG, os técnicos teriam os seguintes níveis:

    Nível 1 - Técnico de Seleção Brasileira.
    Nível 2 - Técnico de Campeonatos Brasileiros.
    Nível 3 - Técnicos de Torneio Nacionais e técnicos estaduais

    A forma de graduação, considerando as áreas de conhecimento e os segmentos de atuação dos técnicos, seriam realizadas pela Escola Nacional de Ginástica. Esta proposta foi sugerida pelos presidentes de federações no I FÓRUM NACIONAL DE GINÁSTICA realizado em Porto Alegre e que foi ignorado pela CBG.

    REGULAMENTOS TÉCNICOS

    Proposta

    Como foi feito com a GAM pretendemos criar em todas as modalidades um Programa Técnico para todo o ciclo e sugerir a todas as federações que os seus regulamentos técnicos estejam baseados no programa da CBG.

    FÓRUM NACIONAL DE GINÁSTICA

    Proposta

    Sagrando-se vencedora nossa chapa voltará a realizar os FÓRUMS NACIONAIS DE GINÁSTICA evento este tão importante para o desenvolvimento da ginástica. Os Fóruns de 2009 e 2010 tiveram uma repercussão muito importante, infelizmente a CBG acabou com isso.

    SELEÇÕES NACIONAIS

    SELEÇÕES NACIONAIS (ADULTO E JUVENIL)

    Proposta

    De nenhuma forma iremos interromper o planejamento já definido para as seleções Brasileiras junto ao COB.

    CENTRO DE NACIONAL DE TREINAMENTO

    Proposta

    O local do Centro Nacional de Treinamento (CNT) será escolhido levando em consideração os seguintes itens:

    *Atender ao Caderno de Encargos Técnicos elaborado pela CBG.
    *Propostas de manutenção do CNT
    *Acesso ao CNT

    CENTRO DE ESTADUAIS DE TREINAMENTO

    Proposta

    Com base nos atuais Centros de Excelência da Caixa pretendemos ampliar o projeto a médio e longo prazo de tal forma a transformá-los em Centros Estaduais de Treinamento através de convenio com o Ministério do Esporte.

    SUPERVISOR DAS SELEÇÕES

    Proposta

    Para a escolha do Supervisor das Seleções serão exigidos os mesmos pré-requisitos dos demais cargos da CBG. Ao Supervisor das Seleções compete o planejamento estratégico, planejamento financeiro, a administração, a logística de todas as atividades das seleções.

    REGULAMENTO DAS SELEÇÕES NACIONAIS

    Proposta

    Criação do Regulamento das Seleções Nacionais a partir da coleta de sugestões, onde constarão todas as normas para a seleção e dispensas dos ginastas e técnicos, regulamento disciplinar e demais normas que regerão uniformemente as seleções.

    SELEÇÕES DE BASE (INFANTIL E PRÉ-INFANTIL)

    Proposta

    Criação de um fundo para custear as despesas de participação do Brasil nos eventos internacionais na categoria Infantil e Pré-infantil.

    FEDERAÇÕES

    Proposta

    Aproximação maior com as Federações, com atuação da CBG nas seguintes áreas:

    *Criação de um canal de comunicação direta entre os Presidentes.
    *Parceria com as Federações na criação de projetos comuns.
    *Apoio às Federações para a ampliação dos Centros Estaduais de Treinamento já implantados pela atual diretoria da CBG.

    CALENDÁRIO

    Proposta

    Criação de um calendário único para todo o país de forma a permitir um planejamento único para todas as categorias.

    Essa chapa está aberta para ouvir você. Tem alguma sugestão? Envie para marco.martins@uol.com.br ou clarice.morales@uol.com.br
  • You might also like

    5 comentários:

    1. Achei a proposta super interessante! Seria muito bom se essa chapa ganhasse....

      ResponderExcluir
    2. Realmento opto pela renovação. Resta saber se aqueles que detém o direito de voto também farão essa opção...

      ResponderExcluir
    3. Pra mim essa chapa seria a vencedora. Queria muito ver a proposta da chapa um... Ah. esqueci, não temos direito de ver...

      ResponderExcluir
    4. Acho meio vago ficar postando isso aqui já que praticamente ninguém que frequenta o blog terá direito a votar em uma das chapas, em caso de perda de uma das favoritas de alguns membros isso só acabaria gerando frustração e revolta. Porém, não deixa de ter a ver com a ginástica. Também escolheria chapa 2. Não preciso nem ver a proposta da Chapa 1, "Avançando nas conquistas"...Tá, que conquistas? O ouro o Zanetti? Que eu saiba a conquista foi dele e não da CBG...Não vi nenhuma conquista da CBG, apenas a foto que Luciene e companhia tiraram com a medalha do Arthur após o fim dos jogos. Deveriam no mínimo ter um pingo de humildade com os fãs do esporte pois é assim que ele passará a ser valorizado, não acreditei no que li no outro post do Cedrik. ABAIXO CHAPA 1!!!

      Produnov.

      ResponderExcluir
    5. Isso é que é ter uma proposta, isso é direção com profissionalismo, isso que é administrar um órgão como se fosse uma empresa e não a cozinha da casa, onde as coisas dependem da antipatia ou da simpatia dos membros que administram a Confederação, de picuinhas internas e de um monte de fatores q nada tem a ver com os critérios técnicos e lógicos. CHAPA 2 JÁ

      Só um alerta, todas as conquistas que as ginástica obteve nestes dois anos foi por MÉRITO ÚNICO E EXCLUSIVO DOS TÉCNICOS, GINASTAS E CLUBES, de mais ninguém.

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.