Vídeos de destaque - Rebeca Andrade


O vídeo é antigo, mas só vi agora: Rebeca Andrade tocando o terror no CT do Rio: tsukahara, saída de duplo carpado da trave e tripla e meia no solo! Vale MUITO a pena conferir...

http://sportv.globo.com/site/programas/sportv-reporter/noticia/2012/09/geracao-2016-pelo-ouro-ginasta-de-13-anos-troca-juventude-por-treinamentos.html

Conheça Zhou Shixiong


Zhou Shixiong é um ginasta chinês, e está em seu primeiro ano na categoria adulta. Shixiong tem 19 anos e já mostra um excelente potencial, inclusive no individual geral. Ele pontuou 89,450 no último Chinese Nationals. Impressionante, principalmente para um ginasta tão novo.

Série de paralela.



Série de barra fixa.



Série de solo do ano passado.



E aí? Zhou Shixiong tem ou não tem tudo para estar dentro da próxima equipe chinesa???

Giulia Leni se aposenta


Essa pequena ginasta italiana nem se deu o tempo de mostrar o que poderia fazer...Depois de não conquistar uma vaga na equipe italiana para os Jogos de Londres, Giulia Leni decidiu parar com os treinos. Ela teve uma carreira juvenil brilhante, e era apontada como uma estrela emergente na Itália. Entretanto, problemas com lesões fizeram com que ela desistisse mais cedo do que o esperado. Em entrevista, Giulia afirmou que "tentará realizar outros sonhos"... Ela chegou a participar de um reality show italiano, em que a rotina das ginastas que possivelmente estariam em Londres era acompanhada de perto. Em uma carta de despedida, Giulia chegou a agradecer Vanessa Ferrari, dizendo que Ferrari sempre a apoiou e foi como uma "segunda treinadora" para ela. Desejamos sucesso nos novos planos!

Assista abaixo um vídeo em tributo a Giulia.




VÍDEOS DE DESTAQUE


Garotinho futuro dos EUA.



Excelente combinação da barra alta pra baixa!



Menina no cavalo com alças! Rs...mas só como preparação física!



Quem mais curte saída de tripla pirueta das paralelas assimétricas???





 Brandie Jay, dos EUA, tentando um shoushounova na paralela vindo de um giro de sola! Massa!



Acho que eu já postei aqui, mas vou postar de novo: Danusia Francis fazendo um mortal para trás na lateral da trave! Muito legal esse exercício. Pena que, aparentemente, ela não competirá mais na ginástica de elite, e provavelmente o exercício não entrará no código...Talvez ela tenha feito só pra se divertir mesmo, sem nenhuma pretensão...



Curioso: uma ginasta da UCLA faz a série de paralela com o dedão em volta da barra! E isso no giro gigante!!! Quem é (ou já foi) técnico de ginástica feminina ensina, desde cedo, a não passar o dedo em volta da barra...Corre o risco de quebrar... Não sei como ela consegue...


Decifrando o código de pontuação feminino - Os requisitos de composição das séries



O novo código de Pontuação (2013-2016) foi lançado e chegou a hora de descobrir como tudo funciona. O Gym Blog Brazil está aqui para te ajudar! Aqui está um guia de como os requisitos de composição da série ajudam na construção da nota de dificuldade. Algumas pequenas alterações foram feitas no novo código e iremos informá-lo dessas mudanças em breve! No entanto, este ainda é um bom guia para ver como as coisas funcionam.

O sistema de pontuação na ginástica é, certamente, complexo. Enquanto saltos têm notas de partidas fixas - como 5.0 para um yurchenko com uma pirueta - as notas de dificuldade (D) para as barras assimétricas, trave e solo são, na verdade, compostas por três parâmetros. Apesar da nota D parecer primeiramente impossível de se entender, ela se torna bem simples a partir da separação e entendimento desses parâmetros. Vale lembrar que esse guia leva em conta o código que está em vigor e não o novo código; algumas pequenas, porém significativas, coisas foram mudadas:
1º) Valor de ligação: esses são os bônus - entre 1 ou 2 décimos - que a ginasta recebe por ligar um elemento ao outro. Fazer um elemento sozinho é mais fácil do que ligar dois ou mais elementos em sequência, por isso foi criado o valor de ligação. Quanto maior o valor dos elementos ligados, maior o valor de ligação (máximo 2 décimos).
2º) 8 elementos mais difíceis da série: entre os oito elementos mais difíceis, a saída deve ser incluída. Por isso é importante fazer uma saída com bom grau de dificuldade, que vai de A a G (ou de 0,1 a 0,7). Funciona da seguinte forma: os árbitros reconhecem os 8 elementos mais difíceis da série e somam as suas notas. Em competições internacionais, dado o alto grau de dificuldade das séries, exercícios A e B geralmente não são incluídos entre os 8 elementos. Relembre a construção das notas D e E, lendo o artigo mais antigo aqui.
3º) Requisitos de composição: a partir desses requisitos que a série é composta. Os requisistos são diferentes para cada aparelho e são 5 no total. Cada requisito tem valor de 0,5 pontos e, se a ginasta cumpre com todos os requisitos, ela tem 2,5 pontos.
Agora que já conhecemos os parâmetros da construção da nota D, irei explicar detalhadamenteos requisitos de composição de cada aparelho. Para cada explicação haverá um vídeo com uma série para que vocês acompanhem melhor o raciocínio.
BARRAS ASSIMÉTRICAS
Requisitos de composição
1º) A ginasta deve apresentar um troco (piruetas na parada de mãos) de 360º (um giro). Nota: o troco deve ter 360º! Trocos com mais de 360º não são validados como requisitos de composição. Trocos não têm vôos e são executados na barra.
2º) A ginasta deve apresentar duas pegadas de mãos diferentes (ex: palmar e invertida) e um elemento de giro próximo a barra sem vôo (ex: stalder).
3º) Elementos de vôo na mesma barra (largadas e retomadas). Ex: tkatchev.
4º) Uma troca de barras do barrote inferior para o barrote superior, e uma troca de barras do barrote superior para o barrote inferior. O exercício para a troca deve se encontrar no código de pontuação! Se a ginasta executar um exercício que não consta no código de pontuação, ela é penalizada.
5º) Uma saída do aparelho. A saída é contada como requisito da seguinte forma: se a saída for de valor A ou B, a ginasta não ganha o requisito de composição; se a saída for C, a ginasta ganha 3 décimos do requisito de composição; se a saída for D ou +, a ginasta ganha o total do requisito de composição, ou seja, 5 décimos.
Vídeo de exemplo - Beth Tweedle


1) Um troco de 360º - segundos 0:11 - 0:13

2) Duas pegadas diferentes - segundos 0:11 - 0:13 (invertida e cubital) e um exercício próximo a barra sem vôo - segundos 0:26 ao 0:29 (giro de sola à parada)


3) Um elemento de vôo na mesma barra - só entre os segundos 0:14 - 0:17 ela faz dois exercícios de vôo na mesma barra!

4) Troca de barras: do barrote inferior para o barrote superior - segundos 0:04 - 0:06; do barrote superior para o barrote inferior - segundos 0:22 - 0:24

5) Uma saída do aparelho: segundos 0:31 - 0:33. Ela faz uma saída de valor F, muito difícil, e cumpre mais um requisito de composição. Ela recebe 5 décimos, já que fez uma saída de valor mais alto que D!

TRAVE DE EQUILÍBRIO

Requisitos de composição


1) Uma ligação de dança de, pelo menos, 2 elementos diferentes, sendo que um deles deve ser um salto de afastamento ântero-posterior de pernas de 180º. A ginasta pode ligar esse salto com um giro, ou pode ligar dois saltos diferentes. Ex: split + wolf.


2) Um giro de pé de 360º ou mais.

3) Uma sequência acrobática com, no mínimo, dois elementos de vôo, sendo um deles um mortal. É permitido que se repita o elemento, ex: reversão sem mãos + reversão sem mãos. A sequência acrobática mais utilizada é o flic + layout.

4) Elementos acrobáticos em diferentes direções: movimentos para trás e para frente e/ou lado.

5) Uma saída do aparelho. A saída é contada como requisito da seguinte forma: se a saída for de valor A ou B, a ginasta não ganha o requisito de composição; se a saída for C, a ginasta ganha 3 décimos do requisito de composição; se a saída for D ou +, a ginasta ganha o total do requisito de composição, ou seja, 5 décimos.

Vídeo de exemplo - Sarah Finnegan



1) Uma ligação de dança: segundos 0:29 - 0:32

2) Um giro de pé de 360º ou mais: segundos 0:11 - 0:15

3) Uma sequência acrobática com, no mínimo, dois elementos de vôo, sendo um deles um mortal: segundos 0:38 - 0:42

4) Elementos acrobáticos em diferentes direções: para trás, segundos 0:38 - 0:42; para frente e/ou lado, segundos 0:54 - 0:56

5) Saída do aparelho: segundos 0:21 - 0:26. Finnegan faz uma saída de valor E (duplo carpado) e cumpre mais um requisito de composição. Ela recebe 5 décimos, já que fez uma saída de valor mais alto que D!

SOLO

Requisitos de composição

1) Uma ligação de dança com, no mínimo, um salto de afastamento ântero-posterior de pernas de 180º. Deslocamentos são permitidos entre um salto e outro. Salto com aterrissagens em dois pés e giros não são permitidos, já que são considerados estacionários. O objetivo desse requisito é fazer com que a ginasta utilize um maior espaço do tablado.

2) Uma linha acrobática com dois mortais diferentes. Ex: flic sem mãos + flic + duplo mortal.

3) Mortais em diferentes direções: trás e frente e/ou lado.

4) Um duplo mortal e um mortal com, no mínimo, 360º de giro no eixo longitudinal. A ginasta pode cumprir esse requisito com um elemento só, como, por exemplo, o tsukahara (duplo mortal com uma pirueta).

5) Uma saída do aparelho. A saída é contada como requisito da seguinte forma: se a saída for de valor A ou B, a ginasta não ganha o requisito de composição; se a saída for C, a ginasta ganha 3 décimos do requisito de composição; se a saída for D ou +, a ginasta ganha o total do requisito de composição, ou seja, 5 décimos. No caso do solo, a saída é a última linha acrobática da ginasta.

Vídeo de exemplo - Ksenia Afanasyeva



1) Uma ligação de dança: segundos 0:38 - 0:42

2) Uma linha acrobática com dois mortais diferentes: segundos 0:13 - 0:18

3) Mortais em diferentes direções: todos os mortais dessa série são para trás, exceto o segundo mortal da terceira passado, que é um mortal esticado com meia volta para frente, e cumpre o requisito. Segundos 0:49 - 0:52.

4) Um duplo mortal - segundos 0:06 - 0:09 - e um mortal com, no mínimo, 360º de giro no eixo longitudinal - segundos 0:15 - 0:17.

5) Saída do aparelho: segundos 0:27 - 0:30. Afanasyeva faz um duplo carpado, que vale D, e faz com que ela ganhe 0,5 desse requisito de composição.

IMPORTANTE

Se a ginasta falhar durante a execução dos requisitos de composição ela perderá o valor de 5 décimos por requisito não cumprido.

Artigo de Rachel MacGrath, originalmente postado em http://www.thecouchgymnast.com/?p=7134 . Traduzido por Isadora Córdova e Cedrick Willian.



ELEMENTOS NOMEADOS - Londres 2012


Durante os Jogos de Londres, foram avaliados os exercícios novos propostos pelas ginastas que competiram. Para se ter um exercício validado no código de pontuação, o ginasta precisa, previamente, enviar um vídeo com o exercício para a FIG. A FIG dá um feedback sobre o valor que o exercício virá a ter. Depois disso, o ginasta precisa apresentar o exercício em uma competição oficial da FIG e acertar o exercício. Isso é muito importante: o ginasta precisa acertar! Se ele conseguir, o exercício é validado como um novo elemento do código de pontuação.

Depois dos Jogos de Londres, três exercícios entraram para o código de pontuação feminino. Confira:

Nome do elemento: Moors
Dificuldade: D
Descrição: Saída da barra alta - contra-movimento no balanço para mortal esticado para frente com meia volta (saída)
Aparelho a qual ele pertence: paralelas assimétricas
1ª ginasta que o executou: Victoria Moors (Canadá)



Nome do elemento: Ferrari
Dificuldade: D
Descrição: cortada em arco com pirueta
Aparelho a qual ele pertence: solo feminino
1ª ginasta que o executou: Vanessa Ferrari (Itália)



Nome do elemento: Wong
Dificuldade: E
Descrição: entrada - mortal para frente com meia volta
Aparelho a qual ele pertence: trave
1ª ginasta que o executou: Angel Wong (Hong Kong)


Alexander Alexandrov é demitido


Em uma votação na Confederação Russa, em que estiveram presentes os treinadores pessoais de ginastas russas que competiram mal em Londres, ficou decidido que o técnico Alexander Alexandrov, treinador chefe da seleção russa, será deposto de seu cargo. Algumas fontes suegerem que Alexandrov continuará como treinador pessoal de Aliya Mustafina, embora isso ainda não esteja confirmado. Aparentemente ele ficará, no máximo, até dezembro. Alexandrov disse que o motivo da demissão foi algo pessoal, já que os treinadores pessoais das atletas da equipe não o apoiavam.

Os treinadores e a confederação devem estar muito seguros de si para chegarem a essa decisão. Quero ver quem conseguirá substituir Alexandrov na mesma qualidade...

Vídeos de destaque - Lorrane dos Santos


Ginasta Lorrane dos Santos, do Flamengo, executando o duplo twist carpado no solo no Campeonato Brasileiro Juvenil.


Estágio de treinamento da seleção juvenil masculina


Informações referentes à Convocação, para a participação da Ginástica Artística Masculina, Categoria Juvenil, de caráter transitório, no Estágio de Treinamento, a ser realizado em São Caetano – SP, no período de 23/09/2012 a 01/10/2012, visando o Campeonato Sul – americano de Ginástica Artística, a ser realizado em Cochabamba – Bolívia, no período de 02 a 08/10/2012.

Local: SÃO CAETANO / SP

Período: 23/09/2012 a 01/10/2012

Modalidade: Ginástica Artística Masculina

Ginastas Convocados:

Daniel Silva
Fellipe Ferreira
Lucas Bitencourt
Ângelo Assumpção
Matheus Moreira

Treinadores: 

Marcos Goto
Hilton Dichelli Jr.
Hugo Lopes
Fernando Lopes

Treinamento: Ginásio do SERC / Santa Maria - São Caetano do Sul

PROGRAMAÇÃO: 

23/09: Apresentação da delegação para o Estágio Tarde: A partir das 14h no Hotel Mercure

24 a 30/09: Treinamentos: manhã, das 09 às 11h; tarde, das 14 às 18h.

01/10: Treinamento: manhã, das 09 às 12h; tarde: retorno da delegação para suas residências.

Resultados Campeonato Chinês - Individual geral


Nenhum dos ginastas que competiram nos Jogos Olímpicos participaram dessa competição.

FEMININO

Zeng Siqi, em seu primeiro ano na categoria adulta, conseguiu seu primeiro título individual geral nacional, depois de cravar suas 4 séries.


MASCULINO

Deng Shudi, de 21 anos, venceu o individual geral com 89,650, seguido por Zhou Shixiong e Yang Shengchao. Apesar da não participação dos ginastas que competiram nos Jogos de Londres, a competição contou com a presença do campeão mundial de cavalo com alças em 2009, Zhang Hongtao; e com a presença de Wang Guanyin, campeão mundial de paralela, também em 2009. Ambos foram os primeiros colocados nas classificatórias desses aparelhos.


Seleções completas dos Jogos Sul-Americanos de Ginástica Artística


Após os processos Seletivos da Ginástica Artística Feminina, bem como da Ginástica Artística Masculina, foram selecionadas os ginastas para compor as Seleções Pré – Infantis, Infantis e Juvenis de Ginástica Artística, de caráter transitório, para o Sul – americano de Ginástica Artística, a ser realizado em Cochabamba na Bolívia, no período de 02 a 08 de outubro de 2012.

Modalidade: Ginástica Artística Feminina
Coordenadora: Georgette Vidor

Ginastas Selecionadas:

Pré-infantil: 

Ana Rita Pereira
Karoline Dias
Larissa Afonso
Giulia de Brito
Beatriz dos Santos

Treinadores: Heine Araújo e Ronaldo Ferreira

Infantil: 

Tamires Veiga
Thaís Santos
Valentina Luchetta
Carolyne Pedro
Paloma Silva

Treinadores: Caroline Molinari e Luana Souza

Juvenil: 

Rebeca Andrade
Lorrane Oliveira
Flávia Saraiva
Brenda Brito
Julie Sinmon

Treinadores: Keli Kitaura e Alexandre Carvalho

Modalidade: Ginástica Artística Masculina
Coordenador: Leonardo Finco

Ginastas Selecionados:

Infantil:

Lucas Cardoso
Bernardo Souza
Moisés Neves
João Pedro Oliveira
Rodrigo Santos

Treinadores: Danilo Nogueira e Leonardo Finco

Juvenil: 

Daniel Silva
Fellipe Ferreira
Lucas Bitencourt
Ângelo Assumpção
Matheus Moreira

Treinadores: Hugo Lopes e Hilton Dichelli Jr.

Boa sorte e sucesso para o Brasil nessa competição!

Peng Peng Lee começa carreira na NCAA Championships

A ginasta Peng Peng Lee, que ficou fora dos Jogos de Londres, agora está Universidade da Califórnia (UCLA), treinando e se recuperando da cirurgia que fez no joelho, consequente da lesão que a deixou fora dos Jogos. Ainda não se sabe se Lee continuará defendendo o Canadá em competições internacionais. Vale lembrar que Kate Richardson, ginasta que defendeu o Canadá em duas Olimpíadas (2000 e 2004), teve o seu melhor desempenho depois de passar pelo NCAA Championships, sendo finalista de solo nos Jogos de Atenas em 2004.

A ginasta Danusia Francis, da Inglaterra, também fará parte da equipe da UCLA no ano que vem.

Vídeos de destaque


Bonificações nas paralelas assimétricas no novo código de pontuação (2013-2016).


Foto do dia

Mais uma tatuagem olímpica, dessa vez da ginasta italiana Erika Fasana. Tudo bem que estou postando por causa da tatuagem, mas não dá pra ignorar os calos nas mãos, né?


Vídeos de destaque


Aliya Mustafina is a diva!



Nova entrada na trave, executada pela ginasta Wong Hiu Ying, de Hong Kong.



Casa Branca recebe os atletas americanos que competiram em Londres!



Já pensou em um tuskahara para frente! MARAVILHOSO!


Larisa Iordache volta aos treinos


Depois de um mês afastada, Larisa Iordache volta aos treinos com boas notícias: em um exame feito recentemente, não foi acusado nenhuma lesão em seu calcanhar. Entretanto, os médicos recomendaram o uso de um protetor de silicone, que ajudará a distribuir a pressão das acrobacias. O problema de fascite plantar, que comprometeu suas apresentações nos Jogos de Londres, aparentemente foi consequência de um outro problema de Iordache: ela tem uma perna maior que a outra e, em alguns momentos, ela tem uma sobrecarga maior no pé que acabou sendo lesionado. Segundo Mariana Bitang, Iordache faz exercícios que tentam compensar esse problema, mas o protetor irá ajudar muito. Agora os fãs ficam na expectativa de vê-la em ação novamente. É esperado que ela participe de um Grand Prix e de uma etapa da Copa do Mundo de Ginástica.

Sobre as demais romenas

No começo desse mês, um site de notícias romeno informou que Catalina Ponor iria continuar treinando. Entretanto, Diana Bulimar, Diana Chelaru, Amelia Racea, Raluca Raidu, Dana Andrew e Sandra Izbasa são as que já voltaram aos treinos. Diana Trenca e Gabriela Dragoi se aposentaram. 

Seletiva Juvenil define atletas para o Sul-Americano de Ginástica Artística


A Seleção Juvenil Masculina que irá disputar o Campeonato Sul-Americano de Ginástica Artística, em Cochabamba, na Bolívia, no período de 3 a 8 de outubro, está definida. Os atletas foram selecionados neste fim de semana, durante o Campeonato Brasileiro, realizado em Bento Gonçalves (RS), que reuniu participantes da ginástica artística juvenil masculina e feminina.

Os ginastas que vão representar o Brasil nessa categoria são Daniel Silva e Ângelo Assumpção, ambos do Esporte Clube Pinheiros (SP), Lucas Bittencourt e Matheus Moreira, do Serc Santa Maria (SP), e Felipe Arakawa, do A.D.C. Metodista/Mesc (SP). Os técnicos são Hugo Lopes, do Serc Santa Maria (SP), e Hilton Dichelli, do Esporte Clube Pinheiros (SP).

O coordenador de seleções da Ginástica Artística Masculina, Leonardo Finco, afirma que os ginastas selecionados são talentosos e que estão em um alto nível técnico. "Com exceção do Matheus, todos já passaram pela Seleção e possuem experiência em competições como essa. Com certeza, são grandes promessas e o nosso objetivo é prepará-los ainda mais, dando sequência à renovação da ginástica", disse.

O Brasil será representado também em outras categorias, definidas em seletivas realizadas anteriormente. No Brasileiro, em 30 de agosto, em Goiânia (GO), foram selecionados os ginastas das categorias Infantil e Juvenil feminina e Infantil masculina. Já em 8 de setembro, no Rio de Janeiro, a seletiva foi para a Pré-Infantil feminina.

Resultados completos do Campeonato Brasileiro Juvenil de Ginástica Artística 2012

Campeonato Mineiro de Ginástica Artística 2012


Acontecerá, nesse fim de semana, o Campeonato Mineiro de Ginástica. Será no dia 22, sábado, a partir das 09 horas, no Minas Tênis Clube. Fica o convite à todos, principalmente aos mineiros fãs de ginástica.

Ainda não poderemos ver Victor Rosa de volta às competições; entretanto ele estará presente como árbitro da competição: Victor ficou em primeiro lugar no último curso de arbitragem da Federação Mineira de Ginástica.

Apesar da ausência de Victor nos tablados, a competição contará com a participação de Daniel Costa Santos, campeão brasileiro juvenil de salto e 4º lugar no individual geral. Ainda compete o pequeno atleta Bernardo de Andrade, atleta da seleção brasileira que competirá nos Jogos Sul-Americanos Infantis.

No feminino, o mais interessante de se observar será as categorias de base. As ginastas pré-infantis e infantis do estado estão demonstrando ginástica de qualidade. Apesar disso, nas categorias juvenil e adulto, a competição será mais fraca.

Foto: Mateus e Yowska, campeões pré-infantis do ano passado.

Vídeos de destaque - Julie Kim


Série de trave de Julie Kim, campeã brasileira nesse aparelho na categoria juvenil. Série muito bem cravada!!! O vídeo está no canal da mãe dela, Anita Rey. O canal tem vários vídeos interessantes das principais juvenis do Brasil hoje. Vale a pena dar uma conferida.


Resultados femininos (parciais) do Brasileiro Juvenil de Ginástica


O Flamengo dominou a competição, levando todos os ouros. Estou aceitando ajuda para completar esses resultados, inclusive os resultados masculinos, que não tenho nenhuma notícia. Acredito que, por causa do acidente de Eduarda, toda a CBG esteja prestando apoio à família e, por isso, ainda não temos tantas notícias desse fim de semana.

EQUIPES

1 - Flamengo
2 - CEGIN
3 - GNU

INDIVIDUAL GERAL ATÉ 13 ANOS

1 - Rebecca Andrade - Flamengo
2 - Flávia Saraiva - Qualivida
3 - xxxx - CEGIN

INDIVIDUAL GERAL 14 E 15 ANOS

1 - Julie Kim - Flamengo
2 - Frida Oliveira - CEGIN
3 - Maria Cecília -Flamengo

SALTO

1 - Rebecca Andrade - Flamengo
2 - Frida Oliveira - CEGIN
3 - Lorrane dos Santos - Flamengo

PARALELA

1 - Rebecca Andrade - Flamengo
2 - xxxx - GNU
3 - xxxx - ???

TRAVE

1 - Julie Kim - Flamengo
2 - Rebecca Andrade - Flamengo
3 - Lorrane dos Santos - Flamengo

SOLO

1 - Rebecca Andrade - Flamengo
2 - Flávia Saraiva - Qualivida
3 - Milena Cristine - Flamengo

Detalhes do acidente de Eduarda Mello Queiroz


O acidente aconteceu na BR-262, no Espírito Santo. Eduarda, de 17 anos, estava acompanhada da também ginasta Natália Gaudio, 19, que não chegou a se ferir no acidente.

As duas estavam em uma casa noturna junto de Luis Felipe Costa, 20 anos, que dirigia o carro e está internado em estado grave em um hospital em Vitória - ES. Ele perdeu o controle do carro e deslizou na pista, terminando em um capotamento que só acabou quando o veículo bateu em uma árvore.

Eduarda estava no banco de trás sem cinto de segurança, assim como Luis. Natália, única ilesa, foi também a única que utilizava o cinto.

No começo do mês Eduarda foi vice-campeã brasileira de conjunto na ginástica rítmica, treinada por sua mãe. 

Ginástica de luto


É com pesar que noticiamos o falecimento da ginasta (GRD) Eduarda Mello Queiroz, filha da treinadora Monica Queiroz. Ela morreu em um acidente essa manhã. Uma perda precoce... Esperamos, de coração, que Deus conforte o coração da família de Eduarda. Aqui está o Facebook dela (http://www.facebook.com/eduarda.pinho.9) caso alguém queira desejar votos de paz nesse momento de dor.

Vídeos de destaque


Maria Paseka treinando na Espanha!



Sequências do Uchimura!



Montagem da ginasta Kyla Ross.



Você sabe pronunciar corretamente os nomes das ginastas chinesas?



Exercício raro no solo masculino!



Mas uma jamaicana já trabalhou com uma variação desse exercício na trave...


Salto Produnova!


A reversão seguida de duplo mortal no salto leva o nome da ginasta Yelena Produnova. Assista o vídeo abaixo. Maravilhoso!



Bom, é importante lembra que Produnova nem sempre executou bem esse salto... Muitos criticam Yamilet Peña por arriscar um salto tão difícil, mas se esquecem que até a "dona" do salto tinha dificuldades com ele. Assista o vídeo abaixo, da final de salto do Mundial de 1999, e perceba que esse salto não foi diferente dos produnovas que Yamilet acertou.


Ginasta de 87 anos entra para o livro dos recordes!


Vocês se lembram daquela vovó que se apresentou na Copa do Mundo de Cottbus? O nome dela é Johanna Quass, ela tem 87 anos e acaba de entrar para o livro dos recordes como a ginasta mais velha do mundo!!! Ela apresentou uma série de paralela em uma conferência oficial de imprensa para o lançamento do Guiness Book 2013.  Em entrevista, Johanna disse: " É muito bom se sentir incluída; espero que esse recorde inspire as pessoas a entenderem que nunca é tarde!". Johanna começou a praticar ginástica artística com 50 anos e participou de sua primeira competição aos 56. Um exemplo a ser seguido!

Pra quem ainda não assistiu, confira a série de solo que ela apresentou na Copa do Mundo.


QUICK POST


Sobre o Campeonato Sul-Americano Pré-Infantil:

Todas as séries serão livres, mas com requisitos obrigatórios. Entretanto, exercícios D serão validados como C, ou seja, valerão 0,3.

Foto: Karoline da Silva Dias, ginasta da ONG Qualivida, selecionada para a competição.

Vamos abrir uma discussãozinha por aqui???


Quando o Japão vai conseguir vencer a China??? Todos acharam que isso aconteceria no Mundial do ano passado, que foi no Japão. Talvez, até a pressão de estar dentro de casa ajudaria um pouco nas performances e nas notas, só que o ouro não veio. Como também não veio nos Jogos de Londres! Kohei Uchimura disse "que já sabe como é conquistar o ouro no individual geral". Agora, ele quer "conhecer a alegria de um ouro por equipes." http://www.youtube.com/watch?v=BUwUBqH6GwI&feature=youtu.be.
Difícil é saber quando isso vai acontecer...

Jennifer Pinches não competirá mais pela Grã-Bretanha


Jennifer Pinches disse em seu Twitter:

"Não farei mais ginástica competitiva na (ou para) Grã-Bretanha. Entretanto vocês não se livrarão de mim tão fácil! Tenho projetos muito interessantes alinhados para o ano que vem."

O conteúdo das mensagens me leva a crer que Pinches fará ginástica em outor país. Não parece que ela se aposentou... Será que teremos uma nova ginasta em alguma universidade dos Estados Unidos?

Fora Pinches, Beth Tweedle disse que encerrará sua carreira gradativamente. Hannah Whelan e Imogen Cairns ainda não manifestaram publicamente suas decisões. É esperado que Rebecca Tuney, de 15 anos, continue competindo.

A equipe britânica conquistou a 6ª colocação na final por equipes nos Jogos de Londres, a melhor marca até hoje.

Seleção Pré-Infantil de Ginástica Artística Feminina é definida para Sul-Americano da categoria


País participa pela primeira vez de uma competição internacional da categoria, pensando na continuidade do trabalho da Seleções

As atletas da Seleção Feminina de Ginástica Artística Pré-Infantil, que irão participar do Campeonato Sul-Americano, de 03 a 08 de outubro, em Cochabamba, na Bolívia, foi definida neste sábado (08). A escolha foi feita durante seletiva realizada no Rio de Janeiro e contou com a participação de 15 ginastas de cinco clubes. Ao final da avaliação foram selecionadas cinco atletas que irão representar o País na primeira competição internacional em que a categoria participa.

As selecionadas foram Ana Rita Pereira (Cegin-PR), Karoline da Silva Dias (Qualivida/SESI-RJ), Larissa dos Santos Afonso (Qualivida/SESI-RJ), Giulia Kavacs de Brito (Grêmio Barueri-SP) e Beatriz Simão dos Santos (Qualivida/SESI-RJ), além das duas reservas, Maria Eduarda Chaves (CR Flamengo-RJ) e Camila Klass (Cegin-PR).

A ida da Seleção à Bolívia pretende proporcionar cada vez mais cedo experiência a essas atletas que possuem idade de 9 a 10 anos. Além disso, a ideia é manter a continuidade, já pensando não somente nos próximos Jogos Olímpicos, no Rio de Janeiro, em 2016, mas também mais adiante nas futuras competições. "A idéia é que ao acabar os Jogos Olímpicos de 2016, tenhamos ginastas sobrando para 2020 e possamos fazer um trabalho de desenvolvimento da ginástica artística no País como um todo", explicou a coordenadora de seleções de ginástica artística feminina, Georgette Vidor. 

 
Gym Blog Brazil © 2012 | Designed by caioflorindo.com