• Campeonato Inglês 2013


    Aconteceu, no fim de semana passado, o Campeonato Britânico 2013. Os campeões foram: Hannah Whelan, que somou 52,100 pontos, e Max Whitlock, que somou 89,400 pontos.

    Gabriele Jupp, a estrela juvenil que acaba de entrar para categoria adulta, e o veterano Kristian Thomas, não participaram da competição. Ambos estavam participando da American Cup, nos Estados Unidos. Vale lembrar que o ótimo desempenho de Jupp na American Cup a teria colocado na frente de Hannah Whelan com facilidade. O desempenho de Thomas, mesmo com vários erros, o teria colocado em quinto lugar. Beth Tweedle não participou da competição. A ginasta atualmente participa de um reality show de patinação no gelo. Ela está nas semi-finais do programa.

    Existem pouquíssimos vídeos da competição masculina disponíveis no Youtube, ao contrário da competição feminina. O que mais me chamou a atenção no campeonato feminino foram as novas séries de paralela das britânicas. Becky Downie, que não fez parte da equipe olímpica, continua treinando e foi a que apresentou a série de paralela mais interessante. Dever ser um nome forte dessa prova no Campeonato Europeu. A estreante Ruby Harrold também apresentou uma série bem original e com potencial de boas notas, apesar de ter tido uma queda.



    E o que mais me chamou a atenção no campeonato masculino foi a prova de cavalo com alças de Max Whitlock. O ginasta disse em entrevista recente comentada aqui no GBB, que deseja preencher a lacuna deixada pela estrela da equipe, o ginasta Louis Smith. E deve dar conta do recado! Ele conseguiu 15,967 na série abaixo.



    Confira os resultados completos da competição.

    Masculino: Individual geral e aparelhos.
    Feminino: Individual geral e aparelhos.

    Para assistir mais vídeos, acesse o canal: http://www.youtube.com/user/susanw1984?feature=watch.
  • You might also like

    Um comentário:

    1. Duas transições para barra baixa muito legais da Ruby Harold! A primeira eu lembro de ter visto a Mohini Bhardwaj fazendo em 2004 e a outra eu lembro da Dagmar Kersten fazendo em 1988 quando as barras mais próximas uma da outra, parabéns a ela por fazer movimentos bem originais!

      Carlos Ferreira.

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.