• GBB em Tóquio: saiba o que nos espera


    As vespéras de mais uma etapa da copa do mundo, o GBB se prepara para acompanhar a competição direto do Metropolitan Komazawa Olympic Park em Tóquio. Em pleno esplendor da primavera Japonesa, a ginástica artística mundial fará mais uma parada rumo à grande competição do ano, o Campeonato Mundial da Bélgica.

    No masculino, como de costume, a competição será acirrada com a particpação de vários ginastas medalhistas olímpicos como o americano Danell Leyva (Bronze no Individual Geral), o alemão de ascendência vietnamita Marcel Nguyen (Prata no Indiv. Geral e nas Paralelas), o britânico Daniel Purvis (Bronze por Equipes – substituindo Kristian Thomas que está lesionado) e o japonês Kazuhito Tanaka (Prata por Equipes). Outros atletas olímpicos como o sempre estiloso Oleg Verniaiev da Ucrânia e o espanhol nono colocado no Individual Geral em Londres Fabian Gonzalez.

    Completando a lista, teremos Ryohei Kato que substituirá Kohei Uchimura, que ainda se recupera de lesões no ombro e no tornozelo sofridas no ano passado. Uma escolha provavelmente influenciada pela medalha de ouro conquistada pelo ginasta nas Paralelas durante a etapa da França da Copa do Mundo.O Brasil será representado por Sérgio Sasaki que busca manter seu título de maior promessa brasileira da ginástica masculina. Seu desempenho deixou a desejar no American Cup (queda no solo e no salto), porém seu potencial é inegável e a tendência é sempre de melhoria a cada competição.

    A competição no feminino deve ficar entre as chinesas, onde teremos a oportunidade de ver como está a preparação da veterana Huang Qiushuang e da nova promessa Shang Chunsong que foi a estrela do Asian Games 2012. Ambas tem qualidade de all-arounders, com destaque para Trave e Solo, onde Huang deve apresentar uma nova série. Elsabeth Black do Canadá retorna as competições internacionais após aquela triste lesão na final olímpica de salto. Elisa Meneghini da Itália é novata na categoria adulta, e é uma das promessas da ginástica italiana. Com um duplo mortal pra frente abrindo sua série de solo e uma trave “à italiana” (firme e consistente), pode surpreender nesta etapa. A também novata Charlie Fellows é a atual vice-campeã britânica. Uma ginasta de possui belas linhas e uma invejável postura de ombros que deve buscar destaque no seu aparelho mais forte, o solo (Duplo Twist Grupado e Tsukahara Carpado). 

    Os EUA optaram por Peyton Ernst para representar o país nesta etapa. Com seu arsenal interminável de ginastas excepcionais, os EUA apostam na nova geração para continuar seu domínio no esporte. Com um DTY no salto, um DTG no solo, flic+flic+mortal esticado na trave e uma série de barras que pontua acima dos 14.000, Peyton deverá brigar por medalhas em todos os aparelhos. Asuka Teramoto do Japão tem ótimas séries com boas dificuldades e fará a torcida da casa vibrar com seu carisma e sua ginástica bem executada. Yu Minobe do Japão, que substituirá Vanessa Ferrari após sua lesão em Jesolo, completa a lista.

    Assim sendo, espero vocês na página do GBB no facebook onde os updates ao vivo serão postados. Comentem, critiquem, torçam.. faça parte da torcida da ginástica!
  • You might also like

    3 comentários:

    1. Vai ser imperdível! hasuashasuash

      ResponderExcluir
    2. a competicao sera como uma etapa de copa do mundo normal ? medalhas por aparelhos ou vai ter competicao individual tb ?

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. A competição é só de Individual Geral, não vai ter finais por aparelhos.

        Excluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.