• Campeonato Brasileiro de Ginástica Artística Pré-Infantil 2013 - Resultados


    Atletas que representam o futuro da Ginástica Artística participaram do segundo e último dia de decisões do Campeonato Brasileiro Pré-Infantil, neste sábado (16), no ginásio do SESI, em Aracaju (SE). A competição teve início ontem e contou com a presença de cerca de 90 ginastas de 23 clubes, de vários Estados.

    Na Ginástica Artística Masculina, o campeão por equipes foi o Minas Tênis Clube (MG), com 274,400. A medalha de prata ficou com o Centro Olímpico (SP), com 269,150, e o bronze com o Clube de Regatas Flamengo (RJ), com 265,700.

    Diogo Soares foi ouro no Individual Geral da categoria Sub-11, com 94,050. O ginasta do Pira Olímpica, de Piracicaba (SP), disse que o título é um incentivo a mais para seguir na modalidade. "Estou muito feliz. Agora vou diminuir um pouco os treinos até o fim do ano e começar forte outra vez em 2014 para garantir mais resultados", revelou.A segunda colocação foi para Mateus Silva, do Minas Tênis Clube (MG), com 92,900, e a terceira para Thauan Laia, de Praia Grande (SP), com 92,300.

    No Pré-Infantil Sub-9, o campeão foi Igor Davi Lima da Silva, da AABB (SP), com 88,350. Vitor Rockembach, da Ablugo (SC), foi o vice-campeão, com 87,450, e o terceiro lugar foi de Bruno Silva, da Adeco (SP), com 80,900.

    Na Ginástica Artística Feminina, pela categoria Pré-Infantil A, Laura Leonardo, do ASA/Mesc (SP), foi a campeã do Individual Geral, com 104,825. Luisa Silva, de Americana (SP), foi a segunda colocada, com 101,325, e Walesca Belo, do Clube de Regatas Flamengo (RJ), a terceira, com 100,050.

    Por equipes no Feminino A, o ASA/Mesc (SP) foi o primeiro colocado, com 162,425. A segunda colocação ficou com a UFMG (MG), com 156,975, e a terceira com a Academia Egos, com 151,625.

    Na decisão por aparelhos a categoria A, Laura Leonardo, do ASA/Mesc (SP), foi a campeã do salto, com 26,875, a prata foi para Isabela Silva, de Americana (SP), com 26,450, e o bronze teve o empate de Emanuelle Moura, da Academia Egos (SP), com 26,300. Nas assimétricas, Laura foi ouro novamente, com 25,850, a prata foi para Ana Luiza Santos, do ASA/Mesc (SP), com 25,000, e o bronze para Lívia Fernandes, da UFMG (MG), com 24,950. No solo, a vitória foi de Bianca Dias de Sá, do Esporte Clube Pinheiros (SP), com 26,000, a segunda colocação ficou com Laura Leonardo, do ASA/Mesc (SP), e Luisa Silva, de Americana (SP), com 25,800. Na trave, Laura Leonardo repetiu o ouro, com 26,250, Walesca Belo, do Clube de Regatas Flamengo (RJ), e Bianca Dias de Sá, do Esporte Clube Pinheiros, com 25,200, ficaram com a prata.

    Com quatro medalhas, sendo três de ouro e uma de prata, Laura Leonardo, foi uma das que mais comemorou. "Para mim, o campeonato foi muito bom e divertido", disse a pequena ginasta que tem o solo como principal aparelho e é fã de Dayane dos Santos.

    Na categoria Feminina B, o Asbac (DF) conquistou o ouro por equipes, com 160,700. A medalha de prata foi para o Serc (SP), com 160,700, e o Fluminense (RS), foi bronze, com 158,450. Beatriz Silva garantiu a medalha de ouro no Individual Geral, com 55,050. A vice-campeão foi Sofia Morais, com Asbac (DF), com 54,600, e a terceira colocada Agatha Simão, do Grêmio Náutico União (RS), com 54,500.

    A presidente da Confederação Brasileira de Ginástica, Luciene Resende, lembrou da importância desta categoria. "Esta é uma categoria de formação e aqui está o futuro da ginástica artística. São pequenos ginastas que poderão representar o Brasil em 2020. Parabenizo a todos os clubes, técnicos e ginastas que participaram desta competição."

    Fonte: Photo & Grafia
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.