• Copa do Mundo de Ginástica Artística 2013 - Etapa de Stuttgart - Análise e resultados


    Elizabeth Price conquistou o ouro no individual geral em Stuttgart. Com um excelente amanar, principalmente para quem está voltando de lesão, somado a outras séries corretas, Price terminou a competição com 58.032, enquanto Larisa Iordache, acertando uma excelente trave e com a segunda melhor nota de solo, ficou em 2º lugar com a nota 57.998. Quem fechou o pódio foi Vanessa Ferrari, que com a maior nota de solo da competição (14.833) e segunda maior nota de trave (14.433), somou 56.866.

    No masculino, Oleg Verniaiev passou extremamente bem! Todas as notas foram acima de 15 pontos, sendo que a nota mais baixa foi 15.100 no salto. Verniaiev pontou um impressionante 92.165 no geral! Essa nota é mais alta do que a nota tirada por Kohei Uchimura no individual geral da Antuérpia: 91.990. Infelizmente, Verniaiev competiu muito mal no Mundial, ficando em 15º lugar apenas, resultado muito aquém do esperado. Tomara que ele consiga competir melhor no ano que vem.

    Fabian Hambuechen também foi ótimo e conseguiu uma nota maior que no Mundial: 90.264 contra os 89.332 que lhe renderam o bronze na Antuérpia. Hambuechen foi excelente na barra fixa, pontuando 15.966, maior nota do aparelho na competição. Terminou a Copa em 2º lugar, deixando Daniel Purvis em 3º, com a nota 89.931. Daniel teve o melhor solo da competição: 15.500.



    Sérgio Sasaki, nosso melhor individual geral, não participou da competição.

    Na competição masculina por equipes, o Brasil participou e terminou em 9º lugar e, dessa forma, ficou fora da final. Os campeões foram os chineses, com 179.200, seguidos dos japoneses, com 177.950, e dos britânicos, com 176.250. O resultado para o Brasil aparentemente não foi satisfatório, mas algumas coisas devem ser analisadas.

    A equipe contou com Petrix Barbosa, que está voltando de uma lesão no bíceps; Lucas Bittencourt, estreante na categoria adulta, e que apesar de não ter conseguindo notas tão impressionantes, foi bem regular; Henrique Medina, que competiu apenas dois aparelhos (argolas e cavalo com alças); e Victor Rosa, que voltou a competir bem e se recuperou totalmente da lesão do ombro só esse ano. A competição foi um excelente teste para todos os ginastas. Testes como esse devem acontecer com mais frequência a partir de agora, já que o Brasil deseja se classificar como equipe para os Jogos do Rio, e isso é realmente possível de acontecer. Entretanto a equipe deve ser bem ajustada, para que os pontos fracos sejam supridos da melhor forma. A seleção brasileira ainda terá mais uma competição esse ano: os Jogos Sul-Americanos, que acontecem de hoje ao dia 08/12 em Santiago, no Chile.

    Na competição feminina por equipes, a equipe chinesa também conquistou o ouro, com 114.150. As russa ficaram com a prata, com 112.450, e as alemãs ficaram com o bronze, com 11.250. Confira os resultados completos de toda a competição: Gymnastics Results.

    Aliya Mustafina competiu apenas na trave, e com uma série diferente da série apresentada no Mundial. Vale lembrar que ela e Sophie Scheder tiveram as notas mais altas da final por equipes; um 15.150 de Mustafina na trave um 15.200 de Scheder na paralela. Confira as séries!





    Para assistir mais vídeos, acesse os canais do Youtube: Marcos Aurélio e Piibunina .
  • You might also like

    21 comentários:

    1. Cedrick, o Oleg Verniaiev competiu no Mundial desse ano. Quem não foi a Antuérpia por conta de lesão foi o seu compatriota Oleg Stepko.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Nossa, é verdade, me desculpe!

        É que ele competiu tão mal no Mundial que por um momento eu esqueci que ele estava lá. Vou mudar o texto!

        Obrigado pela correção.

        Excluir
    2. Nem Lizabet Price voltando de lesão Iordache consegue vencer no AA !!

      Afffff

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Larrisa não e uma forte AA! ela e uma especialista na trave e no solo, e pode ajudar muito a equipe Romena no Salto.

        Excluir
      2. Como assim Larisa não é forte no AA? Tá louco né?

        Excluir
      3. jah tah na hora de iordache da uma guinada no salto..ela eh bem mais explosiva que komova e paseka juntas!

        Excluir
      4. Guinar seu salto e sofrer um ACL !!??

        Assim está bom.....

        Larissa precisas ser mais consistente em momentos decisivos (estou falando de mundiais e futuramente Jogos Olímpicos).

        Quando ela tiver 100% confiante e sobrando altura, ai sim, salta Amanar !!

        Excluir
      5. Iordache pra mim é igual a Ponor, ótima na trave e solo, pra AA tem que comer mais umas colheradas de arroz e feijão... só agora a Iordache tá desenvolvendo as barras e se não saltar Amanar não vai conseguir rivalizar no AA... essa Copa foi uma prova disso: como a Iordache passa bem na trave e no solo e fica atrás da Price?

        Excluir
    3. O título mundial na trave deixou a Mustafina mais confiante neste aparelho, um upgrade no salto e volta a ser praticamente imbatível no AA.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...... ela vai saltar a tripla em breve ai ela vai poder brigar pelo bronze com komova

        Excluir
      2. Mustafina tem que atualizar não só o salto, mas o FX e BB

        Excluir
      3. Anônimo, a trave já foi atualizada, aumentou a dificuldade, acho que está partindo de 6,4, tanto é que a nota no TF foi bem melhor que no mundial (15,150), acredito que no caso do FX ela deve adicionar só a ligação dos giros...

        Excluir
      4. Quanto ao primeiro anônimo, acho a Mustafina e a Komova incríveis, para uma falta saúde física e para outra emocional, mas acho inegável que as duas façam uma ginástica lindíssima de se ver. Não quero entrar no mérito das discussões americanas x russas, pq sou a favor da boa ginástica independente do país pelo qual a ginasta compete. Mustafina com essa nota de trave, ficaria com a prata no mundial, saltando um amanar certamente teria levado o ouro, daí veio a minha conclusão. Mas cada um faz a "matemática que gosta", não acho que a Komova vá sobrar só com a opção do bronze, se tivesse acertado o salto nas olimpíadas tinha levado o ouro (:

        Excluir
      5. Mustafina saltar a tripla tá pior que discurso de político... se Marroney que é Marroney disse que saltaria e não saltou, prefiro esperar sentado.

        Excluir
      6. Falando na própria Komovida, alguém tem notícias dela? Quero saber como nossa Vika estará para 2014...

        Excluir
    4. Todo mundo falando mal da Mustafina o ano inteiro para ela chegar no fim do ano e sambar na cara de todo mundo! HAHAHAHAHAHAHAHA' bom vê-la voltar a bilhar nesse aparelho! :)

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Falaram mal da Biles, é foi Biles que sambou na cara dos fãs das Russas que acreditavam que só Mustafina poderia ser campeã AA em 2013.

        Resultado ? BILES 2 OUROS, UMA PRATA E UM BRONZE......... Americanas sempre superiores srsrkkkkkkkk

        Excluir
      2. Realmente, tive que tirar o chapéu pro ouro da Mustafina na trave porque do jeito que ela tava o ano inteiro...

        Excluir
      3. russas como sempre ficando em segundo por equipe,mustafina como sempre com uma trave rídicula! ganhou o ouro por sorte e ñ porque tem uma trave melhor que das romenas!

        Excluir
    5. AA é muito cansativo... Ginastas, como Iordache, são mais explosivas, diferentemente da Mustafina... Por conta disso a Iordache não é tão foda nessa competição, mas é muito melhor do que a americana em todos os aparelhos, exceto no salto... Homero

      ResponderExcluir
    6. Petrix Barbosa é ginasta pelos holofotes, e não pelo amor ao esporte. FRANGO!

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.