• Flamengo e Pinheiros são campeões brasileiros por equipes


    O Clube de Regatas do Flamengo e o Esporte Clube Pinheiros conquistaram o título por equipes do Campeonato Brasileiro de Ginástica. O Flamengo foi campeão no feminino e o Pinheiros no masculino. Desde que o Flamengo desfez suas equipes adultas, os atletas ficaram durante mais de um ano sem clube, mas alguns deles voltaram à ativa nesse campeonato, enquanto outros ginastas importantes trocaram de clube.

    Daniele Hypólito já defendia o CEGIN e continuou com o clube. Jade Barbosa chegou a defender o CEGIN mas foi recontratada pelo Flamengo e acabou sendo campeã. Diego Hypólito e Caio Souza foram contratados e competiram pelo ASA-MESC. Francisco Barreto trocou São Caetano pelo Pinheiros e Caio Costa trocou o Brasil Futebol Clube pelo ASA-MESC. Sérgio Sasaki e Petrix Barbosa continuam sem clube e não competiram.

    Masculino

    A disputa pelo título foi acirrada. Apenas 0.650 décimos distanciaram o primeiro colocado Pinheiros (252.800) do terceiro colocado ASA-MESC (225.150). Por apenas 0.050, São Caetano ficou com a prata (252.200).

    Pinheiros estava sem Arthur Nory, que ainda se recupera de uma lesão no dedo, e não contou com notas que poderiam ter ajudado, mas Renato Oliveira desempenhou seu papel muito bem. Péricles Silva foi o melhor do dia no cavalo com alças (14.650) e Francisco Barreto o melhor na paralela (14.700) e barra fixa (14.850). Nota final da equipe

    São Caetano, que foi campeão no ano passado, sofreu com a falta de Francisco Barreto, mas surpreendeu com as notas de Henrique Medina e Lucas Bittencourt. Dos 4 aparelhos que Lucas competiu, sua nota mais baixa foi um 14.100 na barra fixa. Ele está escalado para competir o Campeonato Pan-Americano esse mês e, com certeza, fará um excelente trabalho para a equipe. Arthur Zanetti contribuiu com a equipe conquistando a maior nota do dia nas argolas: um maravilhoso 15.850, seguido de um 15.200 de Henrique Medina.

    O novo clube de Diego Hypólito foi o terceiro colocado, mas numa disputa como essa, qualquer medalha teria gosto de ouro. Os ginastas do MESC apresentaram boas notas, sobretudo Caio Souza, que competiu em todos os aparelhos, teve todas as notas contadas e somou um total de 87.300 no individual geral, nota maior que Francisco conseguiu para o ouro no individual geral. Ele ainda teve a maior nota do dia no salto (15.100) e na paralela (14.700). Caio Costa também foi bem nos dois aparelhos que competiu e conseguiu um 14.700 nas argolas (3ª melhor nota do dia) e 14.200 na paralela.

    Confira os resultados completos clicando na foto.


    Feminino

    Na final por equipes do ano passado, algo curioso aconteceu: Flamengo e CEGIN empataram em primeiro lugar com 160.400 e o Brasileiro não teve a participação de Jade Barbosa. Esse ano, com Jade na equipe, o Flamengo foi campeão com 162.700, quase 3 pontos na frente do CEGIN, que fez um total de 159.850 para a prata. O Grêmio Barueri ficou com o bronze com 149.400, com uma equipe formada de maioria juvenis promissoras e talentosas.

    Jade conseguiu a maior nota no salto (15.000) e trave (14.600). Daniele Hypólito foi a melhor no solo (13.950) e Maria Cecília a melhor na paralela (13.350). As notas individuais tiveram uma melhora considerável em comparação ao Campeonato Brasileiro do ano passado.

    Confira os resultados completos clicando na foto.



    Resultados retirados do Facebook da CBG. Foto de Ricardo Bufolin.
  • You might also like

    8 comentários:

    1. É possível uma ginasta brasileira fazer uma série boa de verdade na UB? sim! Porém as brasileiras demoram mais do que vários países potente no aparelho pra aprender e tirar no mínimo 15.000.
      Antes nosso pior aparelho era trave, melhoramos e muito... onde quero chegar com isso?
      Acho que a Jade deve botar mais uma acrobacia na sequência acrobática, fazer algumas ligações e limpar sua série na BB, pra conseguir mais de 15 no mundial e ficar no top 8 do AA.

      ResponderExcluir
    2. 162.700 seria 5 lugar no europeu desse ano, a frente da itália que pontuou 161 e uns quebrados.
      Combinando Hypolito e Jade na mesma equipe a pontuação aumentaria.

      Combinando Hypolito, Jade, Julie e UB da M.Cecília mantendo a mesma pontuação, teriamos 166,050, próximo a nota da equipe alemã no europeu desse ano.

      Mais um DTY faria muita diferença, e UB menos desastrosas tb. ( desastrosas na pontuação), falando em UB, acho que melhorar o hand stand já elevaria considerávelmente as notas. BB e FX finalmente estão aprendendo a montar séries, aumentando o D scores sem mudar muita coisa, afinal os elementos elas sabem fazer.

      Obviamente não se sabe o que pode acontecer no mundial. Eu acredito tb que as mesmas séries com mesma execução não recebem as mesmas notas no mundial.

      Mas se focarem nas metas, e ano que vem incluírem as pupilas, 170 pontos pro time é uma meta realmente possível e alcançável.

      ResponderExcluir
    3. O que aconteceu com a Jade no solo ?! Errou ou simplificou ?

      ResponderExcluir
    4. Fiquei assustado com as notas do individual geral,fiquei com impressão de que os treinamentos que aparentavam poder render bons resultados teriam ido 'água a baixo'.No entanto vendo os resultados por equipes houve uma melhora considerável ,até que enfim alguém chegou as 13 pontos nas paralelas (nota baixa ainda pro cenário internacional mas para uma equipe que constantemente fica nos 12,500 é uma evolução) méritos pra Maria Cecília que ao meu ver merece integrar a seleção olímpica justamente pra fortalecer o Brasil nessa prova.Acho que ela,Jade e Rebeca se acertarem a série passam dos 13 pontos e só,não espero e acho inviável notas maiores que essa das 3.

      Ressalto também a competição feita pela Julie 13,550 trave e 13,350 solo,pra quem vivia de quedas e mais quedas nada mal. Não acho que ela vá estar no Rio 2016 mas peça importante pro Brasil no Mundial deste ano. Decepção nos dois dias de competição pra mim foi Mariana Oliveira esperava um desempenho infinitamente superior ao que ela apresentou.

      O caso Jade é curioso e ao mesmo tempo lógico e talvez cômico,ela escolhe um ou dois aparelhos pra acertar. No primeiro dia grande solo,achei interessantíssima a coreografia e melhora discreta nas acrobacias,já é alguma coisa e ela está no caminho certo.É INADMISSÍVEL Jade como especialista de salto ter nota inferior a Daniele nesse aparelho,ela se redimiu na competição por equipes e cravou 15,000;ótimo! Surpreso e muito feliz fiquei com a trave dela 14,600 excelente. Se ela aperfeiçoar as paralelas com VT 15,000 FX 14,100 BB 14,600 UB 13 e uns quebrados é possível um top 8 no AA do mundial? oque me dizem? Enfim,mesmo diante das falhas já vi melhoras significativas na Jade.

      Eu mesmo que teci duras críticas a Dani vi o quão importante ainda ela é na seleção,não adianta,podem falar oque for tirando Flávia e Rebeca não há juvenil por enquanto que possa assumir a vaga dela no time do Brasil. Não acho que Dani seja um nato talento individual,mas queiram ou não soma muito a equipe e os números do Campeonato Brasileiro não me deixam mentir. Ressalto esses 14,550 da Dani na trave e os 13,950 no solo! Muito bom,se ela manter as notas ajudará bastante Brasil no mundial do 2015.

      Flávia é um show a parte! Dispensa qualquer comentário,mas mesmo assim gostaria de fazê-los. O Brasil estava carente de ginastas graciosas como ela, ela é uma pérola. Errou o solo tudo bem,sobraram créditos na trave;alguns desiquilíbrios mas perfeitamente solucionáveis. Poderia dar uma incrementada no UB,tem uma coreografia interessante e boa execução apesar da queda que foi um erro de percurso no solo.

      Agora algumas dúvidas,se puderem me ajudar:

      As boas notas Jade BB:14,600 VT:15,000 FX:14,100 Dani BB:14.550 FX 13,950 Flávia BB:14,500 podem ser creditadas a competição ser vinculada ao Brasil ou realmente tiraram por méritos? Podemos tirar como base a arbitragem brasileira?

      Há possibilidade de brigarmos já no mundial desse ano por um 11° ou 12° lugar por equipes feminino? Qual seria nossa equipe? Jade,Dani,Julie,Maria Cecília,Mariana Oliveira,Letícia Costa?

      A maior decepção ficou por conta do Diego Hypolito,se nem no solo ele puder agregar pontos a equipe por mim pode sair da seleção e dar chance aos novatos. Me desculpem o pessimismo mas medalha no solo não acredito mais nem em mundial muito menos em olimpíadas. Mas nem tudo é decepção,que bom termos 3 ginastas competindo bem em todos os aparelhos:Francisco Barreto,Caio Souza,Lucas Bitencourt e claro nosso grande Sérgio Sazaki. Se tiver alguém por dentro do cenário mundial no masculino que nos responda,há chances de top 12 mundial de 2014?

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Rapaz, eu acredito em um Top 10 esse ano, as equipes não estão lá essas coisas boas esse ano.

        Excluir
      2. Acredito que a equipe seja :
        Jade ( Não acho possível um TOP 8 pra ela ao menos que ela salta um amanar, o que acho meio difícil ).
        Dani ( Todas as notas, com certeza, entra no somatório ).
        Julie ( Ta evoluindo, saltando bem e ta finalmente fazendo solo sem queda).
        Mariana ( Salta DTY e tem uma trave bacana )
        Letícia ( Tem uma trave descente e só. Gostava dela, mas espero até hoje a evolução :/ ).
        A equipe deve ser essa, alguma mudança pode acontecer se caso aconteça alguma lesão. Falando em posição ficar entre as 12° melhoras seria formidável, mas eu acho que não rola.

        Excluir
      3. "Pessoa" também desconfio muito de notas de nacionais, não só brasileiros, mas também dos nacionais de fora. Então, não sei fico meio na dúvida ou se podemos acreditar nas notas ou não.
        Os 15 no salto da Jade acho que valeu, o salto foi alto, foi bom.
        Quanto as demais notas que você citou acho que não chegam a tirar no mundial as de trave, já que a arbitragem é muito tendenciosa.
        Com certeza a meta pra esse ano, acredito eu, seja ficar ali entre 10°/12°
        Acho que ficaremos atrás da G.BR, CAN, ITA, ALE e JAP. Muita gente falou isso e aquilo da Austrália mas elas voltaram com tudo e acredito que também ficarão na nossa frente. Então acredito em 11° para as brasileiras.
        Quanto a MAG, não acompanho muito os outros países mas acredito que o Brasil fique entre os 14 primeiros.
        A seleção está muito boa, não sei quem tá lesionado lá fora mas acho que pra bater o Brasil só as principais seleções...CHN,JAP,ALE,RUS,G.BR,FRA,ESP e EUA,a Ucrânia não sei como se encontra, disseram que o Oleg Stepko tinha ido pro Azerbaijão e com a saída do principal AA que foi pra Rússia, pode fazer uma diferença no somatório final da equipe.
        A Itália,Coréia do sul,Canadá,Romênia,Belarus e até mesmo Porto Rico acho que não passam o Brasil.

        Excluir
    5. Acho que a equipe mais sensata para a qualificatória deste mundial seria:
      - Danielle Hypolito (VT, UB, BB, FX)
      - Jade Barbosa (VT, YB, BB, FX)
      - Julie Sinmon (VT, BB, FX)
      - Mariana Oliveira (VT, UB, BB)
      - Lorrane Santos (UB, FX) ou Maria Cecília (UB, FX)

      Reserva: Letícia Costa

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.