• Análise e resultados do Mundial de Ginástica Artística 2014 - Finais por aparelhos


    Confira os resultados e análise das finais por aparelhos do Mundial de Ginástica Artística 2014.

    MASCULINO

    Solo

    3 anos depois de sua última medalha, o brasileiro Diego Hypólito volta aos pódios de um Campeonato Mundial. De reserva da equipe ao posto de 3º melhor do Mundo, Diego considerou esse o melhor resultado de sua carreira fora sua primeira medalha de ouro em 2005. Pra quem pensou que o japonês Kenzo Shirai nunca erraria, sua performance dessa madrugada não foi dourada: apesar das piruetas mais limpas da atualidade, Kenzo terminou com a prata. A surpresa do dia, ainda mais depois da péssima atuação no ano passado, foi o russo Denis Ablyazin terminar com o ouro. Não que seja uma surpresa uma série como a dele ser do campeão, mas o bom desempenho que ele apresentou nessa final foi o que mais impressionou. Série para isso ele sempre teve, mas número de acertos...não.

    Jacob Dalton quase conquista outra medalha para os Estados Unidos nesse aparelho. Com uma série muito limpa ficou apenas 0.1 atrás de Hypólito. Fora o espanhol Santa Zapata, todos os concorrentes tiveram excelentes performances nessa final.

    Resultados completos: http://gymnasticsresults.com/worlds/2014/mag/af1fx.pdf

    Cavalo com alças

    Final disputadíssima, tendo o húngaro Krisztian Berki com campeão. Filip Udi conseguiu um excelente resultado para a Croácia conquistando a prata. Udi e Berki conseguiram as notas E mais alta da competição, seguido pelo também croata Robert Seligman, que acabou em 5º lugar. O francês Cyril Tommasone fechou o pódio em 3º lugar, um dos melhores resultados da carreira do ginasta. O britânico Daniel Keatings teve alguns erros grandes durante a série e, apesar de passar dos 15 pontos, terminou na última competição. Max Whitlock, compatriota de Keatings, era um dos principais candidatos ao ouro nesse aparelho, mas não conseguiu passar da fase classificatória.

    Confira os resultados completos: http://gymnasticsresults.com/worlds/2014/mag/af2ph.pdf

    Argolas

    Com uma série limpíssima, o chinês Yang Liu conquistou o ouro nas argolas. Excelente em todas as posições e ângulos, Yang ainda cravou a saída. O brasileiro Arthur Zanetti terminou com a prata. Com uma série de 6.8 de nota de partida, Zanetti cometeu errinhos fora de costume: teve alguns balanços de cabo e não cravou a saída. Independente dos erros, Zanetti perdeu para uma série espetacular. A disputa pelo ouro era acirrada e o chinês levou a melhor. Fechando o pódio, outro chinês Hao You e o russo Denis Ablyazin empatados em 3º com 15.700. You teve uma série com nota de partida 7, a maior da final.

    Essa foi outra final muito disputada. com a estreia do britânico Courtney Tulloch, que chegou a tirar 15.700 nas argolas na final por equipes, e com os já conhecidos Samir Ait Said (França) e Eleftherios Petrounias (Grécia). Nikita Ignatyev, da Rússia, fechou a competição com uma participação discreta de 15.266.

    Resultados completos: http://gymnasticsresults.com/worlds/2014/mag/af3sr.pdf

    Salto

    Hak Yang Seon, ginasta da Coréia do Sul classificado em 1º para essa final, decepcionou errando os dois saltos na final. Seon tem os saltos mais difíceis e bem executados do Mundo e caiu nos dois nessa final. Deixou o ouro para o ginasta da Coréia do Norte Ri Se Gwang, que saltou uma reversão com duplo carpado com meia volta e um tsukahara com duplo mortal com pirueta. No segundo salto Gwang teve uma chegada forçada que machucou seu tornozelo, mas que não o impediu de levar o ouro. O ucraniano Igor Radivilov melhorou o desempenho na classificatória e levou uma medalha para casa. Radivilov acertou os dois saltos e terminou com a prata, enquanto o americano Jacob Dalton ficou com o bronze. O brasileiro Sérgio Sasaki terminou em 5º lugar, sem grandes erros, repetindo a colocação obtida no último Mundial.

    Resultados: http://www.nanning2014gymnastics.com/iframe/gym/pdf/GAM002100_C73J_1.0.pdf

    Paralela

    Com uma série beirando à perfeição, Oleg Verniaiev conquistou mais uma medalha para a Ucrânia nesse Mundial. O ginasta pontou 16.125 para a conquista do ouro, com uma das séries mais agradáveis de se assistir dos últimos tempos, fazendo jus ao país que representa, mostrando que a escola ucraniana passa por dificuldades mas não está morta. Danell Leyva ficou com a prata, também com uma série muito boa, conquistando mais uma medalha para os Estados Unidos. Vale lembrar que Leyva foi campeão mundial nesse aparelho em 2011 e ainda se mantém entre os principais candidatos à medalha nas finais. O japonês Ryohei Kato fechou o pódio deixando o chinês Shudi Deng, maior nota D da competição (7.1) na 4ª colocação.

    Resultados: http://www.nanning2014gymnastics.com/iframe/gym/pdf/GAM003100_C73I_1.0.pdf

    Barra fixa

    Epke Zonderland conquista mais um título para sua coleção, O holandês passou dos tímidos 15.600 que lideraram a classificação para um 16.225 na final. O japonês Kohei Uchimura não podia ficar sem conquistar uma medalha para a única final por aparelho que se classificou e terminou com a prata. Uchimura aumentou sua nota de partida para competir a final e obteve nota final de 15.725. Mais uma medalha para a Croácia nesse Mundial: Marijo Moznik foi o 3º colocado, aproveitando os erros de ginastas importantes que erraram, como o chinês Zhang Chenglong e o colombiano Josimar Calvo.

    Resultados: http://www.nanning2014gymnastics.com/iframe/gym/pdf/GAM004100_C73I_1.0.pdf

    FEMININO

    Salto

    6 anos depois de ser campeã olímpica, a ginasta norte-coreana Hong Un Jong sobe ao lugar mais alto do pódio novamente. Com sua Federação sancionada pela FIG, Jong ficou fora das competições por 2 anos. Imagina-se quantas medalhas poderia ter ganho nos Mundiais que se passaram, já que Jong mantém a execução de dois saltos que ainda estão entre os mais difíceis do código. A americana Simone Biles executou dois saltos quase perfeitos (os juízes deram 9.600 de execução em ambos) e levou a prata. Sua compatriota MyKayla Skinner conquista o que pode ser o maior resultado de sua carreira e termina com o bronze. Alexa Moreno (MEX), Alla Sosnitskaya (RUS) e Phan Thi Ha Thanh (VIE) tiveram erros grandes e saíram da disputa. Giulia Steingruber (SUI) e Claudia Fragapane (GBR) não erraram, mas a dificuldade baixa foi insuficiente para a conquista de medalhas.

    Resultados: http://gymnasticsresults.com/worlds/2014/wag/af1vt.pdf

    Barras assimétricas

    Finalmente Yao Jinnan conquista sua tão sonhada medalha de ouro nesse aparelho. Competindo em casa, Yao Jinnan e Huag Huidan deram um show, conquistando o ouro e a prata nessa final alegrando o público chinês presente. A russa Daria Spiridonova consegui ser melhor que Aliya Mustafina e ficou com o bronze. Pouquíssimos centésimos atrás fica o Estados Unidos em 4º lugar com sua melhor "barrista", a ginasta Ashton Locklear. Apesar de não ter ganho uma medalha, Locklear tem a melhor paralela americana e pode assegurar sua vaga novamente no Mundial do ano que vem. A campeã européia Rebecca Downie (GBR) acertou sua série cheia de largadas e retomadas, mas acabou ficando na 5ª colocação.

    Resultados: http://gymnasticsresults.com/worlds/2014/wag/af2ub.pdf

    Trave

    A pior final feminina do Mundial. Uma boa final de trave acontece quando todas as ginastas acertam suas séries e realmente vence que é a melhor. Entretanto, nem só de acertos se faz a ginástica, e o público pode se deparar com finais como estas. Simone Biles levou o ouro, acertando sua série de forma excelente. A chinesa Yawen Bae ficou com a prata, sendo que foi a primeira ginasta a competir na final. Pode ser que teria passado Biles caso competisse entre as últimas. A partir daqui, só erros, exceto pela japonesa Asuka Teramoto que terminou em 4º. lugar. Para se ter uma noção da tristeza que foi essa final, Aliya Mustafina ficou com o bronze com uma série que não cumpriu a exigência de uma sequência acrobática. Nem dá pra acreditar... Queda de Larisa Iordache (ROM), Ellie Black (CAN) e Yao Jinnan (CHN)... Desequilíbrios grandes de Kyla Ross... Definitivamente não foi uma final agradável.

    Resultados: http://www.nanning2014gymnastics.com/iframe/gym/pdf/GAW008100_C73I_2.0.pdf

    Solo

    Como já era esperado, Simone Biles foi a melhor. Dificilmente Biles perderia esse ouro. A ginasta consegue executar uma série muito difícil com uma facilidade surpreendente. Larisa Iordache, com vários pequenos errinhos nas chegadas, conquistou a prata. Explorando a artisticidade e os elementos de dança do código de pontuação, Aliya Mustafina passou sua melhor série nesse Mundial e levou o bronze mais inteligente de todos. MyKayla Skinner passou muito perto de mais uma medalha nesse Mundial, e apesar de ter acrobacias muito fortes ainda peca um pouco nos saltos de dança. Vanessa Ferrari (ITA) também passou muito perto do bronze, mas a ginasta parece não se importar com as novas exigências artísticas do código atual. Talvez isso tenha tirado a medalha da ginasta nessa final... Decepção: queda da ginasta Claudia Fragapane. Surpresa: a australina Larissa Miller com seu melhor resultado individual, terminando em 6º lugar.

    Resultados: http://www.nanning2014gymnastics.com/iframe/gym/pdf/GAW001100_C73I_2.0.pdf

    Foto: Site Oficial Mundial 2014
  • You might also like

    52 comentários:

    1. Adoro acompanhar ginástica, mas confesso que nada entendo do lado profissional do esporte, como códigos, pontuações, dificuldades, etc. Então, alguém me explica por que Mustafina, que teve um grau de dificuldade grande nas Olímpíadas, agora faz séries mais fracas e fica com seus bronzes e até fora do pódio?

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Ela faz séries que se adequam ao código atual. Muitas vezes a série não é tão difícil, mas tem um grau de dificuldade alto, porque recebe bastante pontos por bonificações.
        E outra: no solo, a série da mustafina PARECEU ser mais fácil que a das outras, mas ela fez elementos de dança dificílimos, que equivalem a acrobacias difíceis. Se não me engano, aqueles triplos giros cm a perna a 180 graus devem valer 0.5 ou 0.6 (0.4 não pode ser)... então equivalem a uma tripla, um tsukahara ou até a duplo esticado..

        Excluir
    2. A trave foi um horror... Estava tudo a favor da Iordache, mas o nervosismo mais uma vez a deixou fora do pódio. A decepção me consumiu ainda mais em ver a Biles ganhando com aquela série sem amplitude de saltos e Mustafina ficando em terceiro com aquela série fraca. Na minha opinião o ouro deveria ter ido para a chinesa que foi quase perfeita e o bronze pra do Japão coitadinha. Juízes tendenciosos... Espero que ano que vem não seja assim.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. como vc disse:a chinesa foi quase perfeita,mas também ñ teve dificuldade nenhuma pra passar da Biles,mas também concordo com o bronze que devia ser da japonesa,a serie de trave só foi ruim porque mais uma vez lordache errou e se ela ficar sempre caindo ñ vai ver ouro nem na china nem no brasil!

        Excluir
    3. KKKKKKKKKKK
      O QUE FOI ISSO HEIM MUSTAFINA?!

      ELA TROLLOU TODO MUNDO NAS FINAIS
      ESSA É DESTRUIDORA MESMO.

      MUSTAFINA DERRUBOU FORNINHOS
      E PRAS INIMIGAS
      SÓ RESTOU O CHORO

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Isso que ela fez tudo isso doente. Foi demais. Biles foi perfeita, mas naquele modelo de ginástica fordista das estadunidenses. Diga-se a prata da ross kkk. Fiquei mesmo triste pela steingruber. Como não submetem ela a uma prova de salto digna de podio?

        Excluir
      2. Pra vc ver como essa rídicula é comprada pelos juízes,bem assim vai ser quando a chorona voltar,vai ser roubo pra todo lado!

        Excluir
      3. Inimigas? Acho que a maior rival não só de Mustafina mas também de Larissa entre outras foi a Biles!!!! e essa sim! Mostrou a todos o seu talento, ouro no AA ,ouro Por Equipes, Ouro na trave, ouro no solo, e prata no solo.
        Acho que nem precisa mencionar o Mundial do ano passado né? Porque no ano passado ela também brilhou, e nesse mundial ela só quis mostra que não ganhou por acaso, mas sim por talento e merecimento.

        Excluir
      4. Desde quando os árbitros roubam pra Komova ganhar algo? A infeliz foi injustiçada duas vezes isso sim, por questão de 1 décimo.

        E mais respeito com a Mustafina, aprenda a admirá-la pelo que ela vem fazendo, uma ginasta única, com personalidade e presença não vistos desde Boginskaya e Khorkina!

        Excluir
      5. KKKKKKKKKKK

        virou tão rotineiro as americanas com o ouro, que o assunto mais comentado no mundo da ginástica são os resultados de PRATA E BRONZE PRA BAIXO
        KKKKKKKKKKKKKKKK

        Excluir
      6. Esse Mundial foi o Mundial do roubo!
        Já está na hora da FIG abrir o olho! A ginástica está perdendo muitos fãs, ginástica artística, hoje, é como o futebol... de esporte, virou marca de entretenimento.

        É só comparar as notas dos países que não têm muita tradição na ginástica, ótima séries, mas com notas de execução horríveis e muitos rigorosos na dedução de ligações, se fossem americanas, russas, italianas, romenas, as ligações seriam válidas!

        Onde já se viu uma ginasta acertar toda a série e tirar nota de execução abaixo dos 6,5 pontos? E a britância que cai feio e sai do tablado tira uma nota acima dos 7? Uma coisa é certa... ou conserta a droga do código ou a ginástica artística internacional vai decair cada vez mais no conceito de muita gente, até minha vó que não sabe nada de ginástica percebe pelos vídeos o quanto é inconsistente as notas de um país para o outro.

        Excluir
    4. Biles dominou esse mundial! Provou mais uma vez que pode ser consistente!..... Viva os EUA......

      ResponderExcluir
    5. Biles tem muita potência, pode executar um duplo com dupla esticado facilmente, pode realizar a tripla quando quizer porque ela voa!

      ResponderExcluir
    6. Alguém sabe dizer porque a dani teve uma nota de partida tão baixa no solo? Ela fez dupla e meia + mortal pra frente, wip + duplo carpado, pirueta e meia + pirueta + salto de dança, duplo giro simples, cortada c/ pé na cabeça + split leap, duplo grupado: Final score: 6,00.

      Ela teve 5.4 .....

      ???

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Acro: dupla e meia(0,4) + duplo carpado(0,4) + pirueta e meia(0,3) + pirueta(0,3) + duplo grupado(0,4) = 1,8.
        Dance: duplo giro(0,2) + salto cortada(0,3) + split(0,3) = 0,8.
        Conexão: 0,3.
        Requerimento: 2,5
        TOTAL: 5,4

        A nota esta correta.

        Excluir
      2. D + D + D + C + C + C + C + B = 2,6
        Requisitos de composição = 2,5
        Bonificações das 3 primeiras passadas = 0,3
        Resultado = 5,4

        Creio que o salto de dança da terceira passada não foi considerado ligado. Ela partiria com nota maior se ela tivesse feito o duplo giro com perna estendida (D) e o cadete com 1,5 volta (D), daí seria assim:

        D (Dupla e meia) + D (duplo carpado) + D (duplo grupado) + D (cadete c 1,5) + D (duplo giro em L) + C + C + C = 2.9
        Requisitos de composição = 2,5
        Bonificações, contando salto de dança na terceira passada: 0,4
        Resultado = 5,8

        Não sei de onde ela partiria de 6,0...

        Excluir
      3. 6.0???? Da onde vc tirou isso jovem???Ela só colocou o wip de diferente que bonifica 0,1 (duplo carpado no novo código vale D)

        Excluir
      4. A nota está correta: 5 acrobacias (DDCCD) + 3 elementos de dança (BCC) + 0,3 em bonificação por ligações= 5,4.

        Excluir
      5. minha conta foi:

        0.4+0,2+0,1 (Dupla e meia + mortal esticado)
        0,1 + 0,4 + 0,1 (Wip + Duplo Carpado)
        0,3+0,3+0,1 (Pirueta e meia + pirueta)
        0,4 (Duplo Grupado)
        0,2 Duplo giro
        0,3+0,3 (cortada c pé na cabeça + split leap)
        Conection Value: 0,3

        D-Score: 6,0

        Excluir
      6. Em primeiro lugar você parece estar contando as bonificações duas vezes. Em segundo lugar não são creditados todos os elementos e sim os oito mais altos. A contagem ocorre dessa forma:

        5 acrobáticos (D + D + D + C + C)
        3 coreográficos (B + C + C).
        A isso somam-se as bonificações (no caso, 3) e mais 0,5 por cada requisito de composição (apresentar mortais e piruetas; ligar elementos; apresentar um giro - não tenho certeza se é giro ou salto de dança com abertura de 180º -; apresentar acrobacias pra frente e pra trás; sair com elemento D+), totalizando 2,5.

        É possível melhorar a nota dos elementos coreográficos. A Daniele tem apresentado o duplo giro com a perna elevada em 90º (D) e menos frequentemente um cadete com 1,5 de giro (D), mas precisam sair perfeitos para que os juízes creditem, já que eles demonstram má vontade com a Dani não é de hoje (só ver a nota E na trave, 7,5, descontadíssima).

        Só pra comparar, o duplo giro com a perna em 90º da Afanasyeva em 2011 é tão incompleto quanto alguns da Dani (O Semenova da Afanasyeva é lindo!!), mas duvido que haja imparcialidade nos julgamentos. É o mesmo que ocorre no mortal esticado dela sobre a trave, muitas fazem igual, mas o da Dani vez por outra é rebaixado a carpado.

        Embora muita gente critique o solo da Daniele, a nota de partida dela foi a maior entre as brasileiras, e melhorando a parte coreográfica (D + D + C) pode partir de 5,7. Não adianta começar com Dos Santos, Tsuka ou DG a frente e não ter fôlego o resto da série.

        Dani nos representa bem. Comparem o solo dela com o da Pavlova (cujo solo em 2008 nas classificatórias de Pequim é o mais bonito, a meu ver): 3 passadas, saída com elemento C.

        Excluir
      7. Huuuuuum.... agr eu entendi. Eu achava que na primeira passada, por exemplo, tudo era considerado como um elemento só (0.4+0.2=0.6).
        Mas explica uma coisa: naquelas séries de trave que a mustafina esboçou em alguns campeonatos no ano passado, cada sequência era considerada no final como um elemento só ou, assim como no solo, cada elemento era contado separadamente na lista dos 8?? Porque, tipo, ela fazia cortada + wolf + mortal lateral + salto gato + estrela sem maos. Só ai já iam cinco...

        Excluir
    7. Olá pessoas,vamos tecer os comentários,adorei a final se salto a coreana sambou de salto 15 na cara da concorrência,Biles e Skinner foram maravilhosas mas não deu desta vez,adorei o cheng da Skinner divou com o bronze, linda e loira.A final de paralelas foi a que mais gostei,tanto Yao quanto Huang mereciam o ouro,mas como a Huang já tem o seu,então fiquei muito feliz pela Yao,mas para mim quem chamou mais atenção nesta final foi a ilustre presença da minha eterna diva,musa,fanfarrona, Khorkina,mostrando que o tempo é seu maior aliado,saudades eternas dela!!!!!!! A final de trave foi decepcionante,quedas e mais quedas,a chinesa levou uma garfada que até eu senti a dor,Biles não mereceu o ouro ,desculpem não gosto da trave dela, e Larissa de novo não,que dó, o resto nem comento.O solo como era de se esperar Biles de novo,Larissa linda de morrer,e pra mim o bronze de Musty foi com sabor de ouro,pra quem chama ela de diva tá ai a resposta, a humildade dela quando ganhou foi louvável,nunca vi uma expressão tão linda e meiga naquele rosto,sério gente me emocionei mesmo,e tenho que aplaudir a atitude de Skinner,chorou mais reconheceu a derrota e fez disso algo positivo,não fez a linha das perebas italianas que culpam Deus e todo mundo pela incapacidade de ganhar uma medalha afff!!!!!! No mais adorei o mundial, abelha querendo roubar o mel da Biles,Larissa divando,as russas com aqueles collants mais velhos que minha vó,enfim tudo lindo,agora se me dão licença preciso analisar com mais cuidado os videos de Zonderland e Jake Dalton, pai de céu como amo a ginástica!!!!!!!!!!!Beijos queridos até a próxima!!!!!!!!!!!!!!!!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. sabe porque vc ñ gosta da Biles?Porque ela ñ é loira,russa ,diva e rídicula como a sua Musty,que afinal adorei ver ela perdendo no individual geral para Kyla e roubou o bronze da chinesa e da americana que foi muito melhor nas finais; e outra a biles ñ precisa ganhar no salto porque pra isso ela tem potencial de sobra pra ganhar um dia,só que como ela diz,ela faz pra se divertir e ñ pra sambar da cara das outras!
        Quanto a Larissa essa sim é uma verdadeira diva e humilde,ñ tem aquela cara de arrogante da Mustafina( só ñ chega ser pior do que a da Khorkina) e ainda mais ñ tinha vergonha de abraçar a Biles!

        Excluir
      2. Em primeiro lugar nunca disse que não gostava de Biles,apenas disse que não gostava de suas linhas na trave,e isso não gosto mesmo,então anônimo tenha mais discernimento antes de publicar tais asneiras,essa sua tentativa de me colocar como racista realmente não cola,e quanto a MUSTY perdendo ou ganhando ela sempre será o que é, uma rainha,não precisa provar mais nada pra ninguém,agora quando ela for LOIRAAAAA eu serai a Angelina Jolie,compra um óculos rapaz.

        Excluir
      3. Realmente a Mustafina tem uma cara de nojenta so perde para Khorkina nunca comemorei tanto quando a Khorkina caiu na final da barra em Atenas tomou bem no melhor aparelho dela, mas a Mustafa ainda é simpática com as concorrentes a Khorkina sem cumprimentar cumprimentava.

        Excluir
      4. O asno disse que ñ gosta da trave da Biles, e a rídicula dele perdendo ou ganhando será sempre o que foi ou seja: nojenta igual a ele!

        Excluir
      5. Aquelas assimétricas da Khorkina realmente eram de fazer cair o queixo, ainda mais considerando a altura dela. Uma pena ela ter perdido aquele individual geral em Atenas. Se já fez história ganhando a prata e sendo tricampeã mundial no seu último ciclo olímpica, imagine então se tivesse levado o ouro!

        Excluir
    8. Só vi o feminino e tirando a trave o restante foi esperado.
      Lamento pela queda da Iordache na trave,se acertasse creio que pegaria o ouro.Tá na hora dela acerta esse aparelho URGENTE!!!
      Simone Biles não foi surpresa nenhuma era até obrigação.
      Já Mustafina,li que ela competiu(praticamente em todos os dias) com febre e cansaço físico e até mental o que já não é a primeira fez que acontece...eles querem matar a menina ou o que?. É um absurdo,não é atoa que as Russas são as mais lesionadas!!!
      Ela consegue medalhar mesmo doente,isso são pra pouquíssimos atletas.Tenho muito orgulho dela!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Simone ñ fez nada por obrigação como ela mesmo disse fazia por diversão!
        Já a tal da Musty tomara que ela morra pra ñ tá roubando o bronze das que merece,tomara que ela morra mesmo!

        Excluir
      2. Se a Musty morresse hoje,daqui a cem anos ainda seria lembrada pelo seu legado,agora vc se morresse agora ninguém daria falta,afinal vc é apenas um anônimo mesmo né, cuidado com o gato preto em anônimo,beijos!!!!!

        Excluir
      3. Calma colega, quanto ódio no coração!

        Excluir
      4. Que espírito de porco desse cara. Primeiro, que ele não sabe interpretar nenhum dos comentários. Depois, pra que desejar o mal para uma atleta que ele, acho, nem sabe quem é? Só pode, porque uns posts acima chamou ela de loira hauhuauhahua

        Excluir
      5. se ñ vão lembrar de mim,imagine de vc que é um idiota igual a Musty!
        e nem faço questão que se lembre de mim,por isso que eu sou anônimo!

        Excluir
      6. ñ ela ñ é loira ñ,a Musty queridinha deve ser amarela azeda!

        Excluir
    9. O migué da Mustafina, sobre não estar ligando para o individual, foi por água abaixo naquela prova de Trave. Após perceber que poderia ficar entre as últimas, Mustafina ficou com uma cara de choro tão grande, que me deu uma pena desgraçada. Arrisco dizer que se as outras não tivessem caído, a Mustafina teria aberto o bocão no meio do ginásio chinês. E vou ser sincero. Esqueci até da Iordache, e torci mesmo para que as outras caíssem, pois ver uma campeã mundial naquela situação foi e seria uma tristeza (o sono também deve ter influenciado nesse sentimentalismo). Mas igual a minha paciência, a sorte também tem limites. Sendo assim é melhor a Mustafina voltar à boa forma, ou vai passar vergonha. Isso ficou óbvio.

      Quanto a Iordache, a romena aparenta ter perdido o complexo de pódio e ganhado um novo. Antigamente, quando tinham perigo de fazer pódio, caia feito manga podre. E sábado ela provou a mudança. No solo, enfrentou a Biles com o sentimento de derrota inevitável, mas de expectativa de pódio, deu show e medalhou. Em compensação, quando percebeu que ganharia o ouro da Biles na trave, não deu outro, chão nela. Só era o que faltava, um complexo de ouro. Assim não dá Iordache. Tu é a única que pode dar graça nessas competições, infeliz!

      E encerrando sobre a trave, as provas hoje em dia parecem estar mais simples e mais feias também. Ninguém sobre mais com salto? Que sem graça. E alguém tem notícias da Komova? Mesmo caindo toda hora, as provas dela eram muito bonitas. E as brasileiras, alguma com chance de medalhar? Abraço para todos!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Não é só a prova de trave que tá sem graça ñ ,as assimetricas tambem,que prova simples foi aquela da Jinan Yao? Tá umas provas sem graça que eu nunca vi,quanto a chorona quem sabe se aquilo volta!

        Excluir
      2. A Komova ainda não está treinando com força total, mas vai participar de uma exibição no México (não sei se será neste mês ou no próximo), o anúncio desse show diz que as ginastas vão mostrar suas provas oficiais, então talvez ela apresente uma coreografia nova no solo. O pessoal no fórum da International Gymnast Magazine diz que ela está focada em continuar competindo no individual geral.

        Excluir
      3. Valeu um dos anônimos. Pesquisei e a exibição será dia 25 de outubro em Zinacantepec. Dependendo de quando sair o comentário, “será amanhã” ou “foi dia 25”. Pelo que vi o Zanetti também está confirmado. Espero que ao menos uns vídeos no Youtube o evento poste.

        Excluir
      4. Valeu um dos anônimos. Pesquisei e a exibição será dia 25 de outubro em Zinacantepec. Dependendo de quando sair o comentário, “será amanhã” ou “foi dia 25”. Pelo que vi o Zanetti também está confirmado. Espero que ao menos uns vídeos no Youtube o evento poste.

        Excluir
    10. Bem, nao gusto do estilo da Simone Biles mas tenho que tirar o chapeu pra ela. Que campeonato espetacular e que otima atleta ela e'. E muito carismatica. Estava vendo a entrevista dela para os comentaristas da BBC e a achei linda e centrada! Fiquei triste com a Larissa, queria muito que ela ganhasse uma medalha na trave e aquela queda da Claudia Fragapane me deixou ainda mais triste; nossa a menina casa de fazer aquele duplo esticado e justamente no mundial ela tinha que cair?! Bem, coisas de ginastica!

      ResponderExcluir
    11. Não sei o que foi mais roubado nessas finais, se foi o Shirai Kenzo passar o Sergio Sasaki na final de salto, mesmo faltando 1/4 de rotação no Yurchenko com tripla pirueta. Se foi a Aliya mustafina passar a Asuka Teramoto na final da trave, mesmo sem uma sequência acrobática. Se foi a Aliya Mustafina passar a Mykayla Skinner na final do solo ou se foi a chinesa Yawen Bai perder o ouro na trave para a Simone Biles, mesmo fazendo uma série linda.

      ResponderExcluir
    12. - Kenzo Shirai é, sem dúvida, o mais rápido na execução de piruetas, mas nunca primou pela limpeza. Em câmera lenta, pode-se notar que ele sempre cruza os pés no ar. Uchimura, Ablyazin e o Diego têm postura bem melhor, só para citar três nomes. Além disso, apesar de as piruetas dele serem incríveis, acho que a série peca pela falta de um duplo mortal. Se as meninas têm de executar pelo menos um duplo mortal no solo, por que o mesmo não é válido para os meninos?
      - A chinesa Yawen Bai merecia o ouro na trave. Exceto pelo passo na saída e por uma ou outra pausa (a maior delas antes da rondada + mortal estendido), fez uma série perfeita, com execução modelar dos elementos. Ridículo terem dado 8,833 para ela. Foi de fato um evento decepcionante, sobretudo pela queda da Larisa... :( Três séries acima dos 15 pontos durante o campeonato e ela cai na final – muito triste!
      - No salto, daria o ouro ao Radivilov, cujos saltos foram bem mais limpos do que os do norte-coreano Ri.
      - Fiquei muito feliz com a vitória do Verniaiev nas paralelas. Fez uma prova linda e leva o primeiro ouro para o seu país (que tem tanta tradição na ginástica e está numa situação muito complicada) desde 2006.

      ResponderExcluir
    13. Interessante o Cedrik escrever um post dedicado a Simone Biles. Os feitos dela são desiguais e merecem uma análise à parte. Inclusive, comparando com atletas do passado.

      ResponderExcluir
    14. MUSTALINDA!!!

      Ginasta mais gata de todas!!!! puro charme hehe

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Musta rídicula e ainda com a tinta de cabelo vencida,larissa linda mais sem graça!

        Excluir
    15. Daria Spiridonova só tem 16 anos e já é uma boa barrista , acho que ela muito
      futuro.

      ResponderExcluir
    16. Que coisa linda

      https://www.youtube.com/watch?v=bZf4NTe6TJA

      ResponderExcluir
    17. Quando gente tosca e ridícula babando ovo da Biles só porque ganhou 3 ouros.
      Se ela tivesse perdido perdido queria ver babar desse jeito!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Outra rídicula essa biles,tomare que o ano que vem ela quebre as pernas!

        Excluir
      2. Gym blog acho que esse tipo comentário deveria ser deletado

        Excluir
    18. ADRIAN VOLTANDO!!!
      https://www.youtube.com/watch?v=nY4z42gEeHs

      ResponderExcluir
    19. Dorina Boczogo encerra o ano com uma lesão no tornozelo durante o Tornaszbajnoksag, em sua cidade natal, Bekecsaba. Dorina ficou de fora de finais nos grandes slams do ano - euroipeu e mundial - e protagonizou o maior mico do ano, ao fazer um solo irreconhecivel em Doha. Melhor sorte em 2015.

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.