• David Belyavskiy e Maria Kharenkova são campeões do Campeonato Russo


    Aconteceram hoje as finais individual geral, masculino e feminino, do Campeonato Russo 2015. David Belyavskiy foi ouro na competição masculina e Maria Kharenkova na competição feminina. As finais por equipes acontecem na sexta e as finais por aparelhos serão no sábado e domingo.

    Com a nota 58.033, finalmente Kharenkova teve uma competição consistente e pode ser um nome garantido no Campeonato Europeu, que esse ano não conta com finais por equipes. A ginasta, repetindo o feito de hoje, pode ser uma forte concorrente à medalhas nesse campeonato beneficiando seu país, que sofre com a ausência de Aliya Mustafina. A segunda colocada foi Alla Sosnitskaya, com 56.600, seguida da "new senior" Seda Tutkhalyan, com 56.334.

    Viktoria Komova, Ksenia Afansyeva e Maria Paseka também competiram muito bem. Komova foi a segunda melhor na trave, com 15 pontos, e conseguiu 14.700 na paralela, nota que pode aumentar na final. Afanasyeva pontuou 14.933 no salto e foi a melhor no solo com 14.700. Paseka competiu 3 aparelhos, e conseguiu 15.467 no salto, 14.933 na paralela e 14.200 no solo. Outra ginasta que se mostrou muito expressiva foi Daria Spiridonova, que com 15.367 foi a melhor na paralela. Ao que parece, escolher as ginastas que competirão no europeu será bem difícil.

    Resultados femininos completos (traduzidos).

    Belyavskiy pontuou 87.500 para o ouro, conseguindo um ótimo 15.700 na paralela. Foi seguido de Nikolai Kuksenkov, que conseguiu 87.300 para a prata, e Nikita Ignatiev, que conseguiu 86.250 para o bronze. O "new senior" Nikita Nagornyy, companheiro de Tutkhalyan nos Jogos da Olímpicos da Juventude do ano passado, terminou na quinta colocação com 84.100.

    Alguns ginastas da seleção russa ainda não voltaram completamente à ativa. Emin Garibov ainda se recupera de algumas cirurgias complexas e Alexander Balandin já voltou a treinar, mas ainda tem algumas restrições médicas. Deniz Ablyazin operou no fim do ano passado e ainda está sobre supervisão médica, mas apesar disso mostra confiança nos treinos. Competiu hoje e conseguiu 14.800 no solo, com uma série de nota de partida 7.3. Na argola pontuou 15.650 e no salto 14.650.

    Resultados masculinos completos (somente em russo).

    Foto: Grace Chiu
  • You might also like

    16 comentários:

    1. Vídeos aqui: http://vk.com/video?gid=4153493&section=all

      ResponderExcluir
    2. Ksenia Afanasyeva estreou nova música no solo e Maria Paseka apresentou um Cheng.

      Lista com as ginastas classificadas para as finas por aparelhos.

      Salto Sobre a Mesa:

      1. Maria Paseka - 15.284 (6.4/9.067 | 5.8/9.300)
      2. Alla Sosnitskaya - 15.133 (6.4/8.933 | 5.8/9.133)
      3. Seda Tutkhalyan - 14.884 (5.8/9.267 | 5.6/9.100)
      4. Ksenia Afanasyeva - 14.717 (5.8/9.133 | 5.6/8.900)
      5. Anastasia Dmitrieva - 14.134 (5.8/8.600 | 5.2/8.767/-0.1)
      6 .Kristina Kruglikova - 13.900 (5.0/9.100 | 4.8/8.900)
      7. Yulia Biryulya - 13.833 (5.0/9.133 | 4.4/9.133)
      8. Anna Vanyushkina - 13.667 (5.0/8.733 | 4.6/8.833)

      Barras Paralelas:

      1. Daria Spiridonova - 15.367 (6.6/8.767)
      2. Maria Paseka - 14.933 (5.9/9.033)
      3. Viktoria Komova - 14.700 (6.1/8.600)
      4. Maria Bondareva - 14.500 (6.1/8.400)
      5. Maria Kharenkova - 14.433 (6.0/8.433)
      6. Evgenia Shelgunova - 14.000 (6.2/7.800)
      7. Ekaterina Kramarenko - 13.867 (5.9/7.967)
      8. Seda Tutkhalyan - 13.433 (5.8/7.633)

      Trave de Equilíbrio:

      1. Maria Kharenkova - 15.367 (6.8/8.667/-0.1)
      2. Viktoria Komova - 15.000 (5.8/9.200)
      3. Alla Sosnitskaya - 14.333 (5.5/8.833)
      4. Seda Tutkhalyan - 14.267 (6.6/7.667)
      5. Polina Fedorova - 14.067 (5.6/8.467)
      6. Kristina Goryunova - 14.033 (5.6/8.433)
      7. Daria Elizarova - 13.800 (5.3/8.600/-0.1)
      8. Daria Spiridonova - 13.400 (5.9/7.500)

      Solo:

      1. Ksenia Afanasyeva - 14.700 (6.1/8.600)
      2. Maria Paseka - 14.200 (5.5/8.700)
      3. Anastasia Dmitrieva - 14.200 (5.6/8.600)
      4. Ekaterina Kramarenko - 14.167 (5.7/8.467)
      5. Maria Kharenkova - 14.133 (5.6/8.533)
      6. Evgenia Shelgunova - 14.133 (5.8/8.333)
      7. Maria Bondareva - 13.700 (5.2/8.500)
      8. Seda Tutkhalyan - 13.567 (5.5/8.067)

      ResponderExcluir
    3. Ainda tem gente com a cara de pau de dizer que as russas não estão bem huehe
      Óbvio que ainda estão bem longe das americanas (principalmente na consistência), mas com essas notas de partidas apresentadas ficou claro que elas têm a plena capacidade de um segundo lugar garantido.
      Para termos noção de que a Rússia está muito bem, obrigado, lá vão as 2 maiores notas D de cada aparelho:
      VT 6.4, 6.4
      UB 6.6, 6.1
      BB 6.8, 6.6
      FX 6.1, 5.8

      E olha que ainda tem a Mustafina, a melhor ginasta russa. Komova também está aí, esperando sua oportunidade e hora, com fogo nos olhos. E ainda temos a Grishina, uma ginasta que eu passei a admirar, que está tendo pouca sorte, mas ainda tenho fé que o destino ainda lhe reserva grandes vitórias e um futuro brilhante.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Grishina tá bixada, e já era. Mustafina também, se voltar vai nivelar por baixo. Komova também está voltando de lesão e tentando evoluir, mas não espere milagres fora UB.

        Para completar, Sosnitskaya, Afanasyeva e Spiridonova também estão fugindo de lesões. Elas serão úteis em um aparelho cada, e olhe lá. Talvez Paseka, Kharenkova ou Tutkhalyan obrem um milagre e salvem a Mãe Rússia, mas vão ter de obrar um bem grande, pois a coisa da feia. E para piorar, acredito que os Rodionenko estejam poupando a Tutkhalyan visando o Rio, ou seja, só a premonição de um desastre para ela ir a este mundial.

        Resumindo a treta, acorde pra Jesus, pois a Rússia tá uma tristeza! Não vai passar vergonha, mas daí ganhar da Romênia e das Chinesas que Caem já é delirar demais. Quem sabe nas olimpíadas, mas esse ano, nem o FIG na causa.

        Excluir
      2. Quanto pessimismo heim...
        Falam isso todo ano da Rússia, e todos os anos elas estão conquistando medalhas por equipes e individuais.

        E disseram o mesmo da Mustafina em 2013 e 2014, aliás a própria Véia Rodinenka disse na cara dela em 2012 que uma medalha por equipe tava de bom tamanho xD
        Criatura crê em Deus, da Mustafina nem um hater pode ousar tirar ela do páreo por medalhas.

        E outra, não é de hoje que a Rússia é dependente de ginastas especialistas. Esse ano mesmo eles podem montar um time fortíssimo, mesclando o que eles têm de melhor:

        Por enquanto, essa é minha aposta para o line-up:
        Mustafina (AA)
        Sosnitskaya (AA)
        Kharenkova (AA)
        Paseka (VT, UB)
        Afanasyeva (VT, BB, FX)
        Spiridonova/Komova/Kramarenko (UB, BB, FX) -quem estiver viva até lá-

        Não vou precisar postar as notas de partidas, comece você mesmo pelos dois 6.4 que eles terão apenas no salto, e tire suas conclusões xD

        Excluir
      3. Deixa de ser sonhático, anônimo. A Rússia está péssima! Em 2014, elas perderam para as chinesas, que saltavam igual a grilos. Se as chinesas dessem aqueles saltos na China, o povo fritava e comia! Mas em 2015, a Wang chegou para salvar o FX e o VT. E do outro lado, a Romênia quase ganhou da Rússia em 2014, com a Iordachi fazendo tudo sozinha. Tem noção do que é quase perder para uma ginasta sozinha?! Se a Bulimar tivesse competido de muleta, as romenas tinham tomado o pódio. Mas em 2015, ao contrário do ano passado, a Romênia tem um time!

        Munteanu, Bulimar, Iridon e Jurca/Stanila podem não ser a quinta maravilha do universo, mas vão dar a segurança que Iordache precisava. Mesmo que Larisa repita o europeu de 2014, e Bulimar+Munteanu apareçam bixadas, ainda somam mais de 173.000, no mínimo. Ou seja, todo mundo têm uma segurança a mais. Todo mundo têm algo a mais para contribuir em 2015. E as russas, o que têm de novo para mostrar, no mundial desse ano? Komova?

        Vika no máximo compensa a queda da Mustafa, que fez o pior final de ano de toda sua carreira! E só de ver a irregular Sosnitskaya como AA da Rússia, percebe-se o naipe da situação! As russas na ginástica estão igual aos brasileiros na Copa do Mundo, indo na sorte. No dia que a realidade bater a porta, o 7 a 1 vai doer e muito. E a véia Rodionenko... Se o problema da Mustafina é Nutella, então na Rússia isso já virou crise nacional, já que TODAS as ginastas de lá têm os mesmos sintomas. Por lá, deve ser quase uma cocaína, com as ginastas russas cheirando Nutella pelos corredores ¬¬


        Excluir
      4. Amado, vamos aterrissar os pés no chão.
        Essa ''realidade'' catastrófica que você anuncia não existe, e nem existirá.

        Não estamos mais em 2004, onde o maior temor das russas era passar uma série sem erros ou falhas graves. Em 2015 a dificuldade que elas apresentam compensam as eventuais falhas, aliás lhe dão uma boa margem para isso.

        O pior resultado na pior das hipóteses da Rússia seria um 4º lugar.
        E não é um resultado indigno.

        Excluir
      5. Pois é paixão, tá bem distante de 2004. Lá elas tinham Khorkina, AA em excelente forma, que vinha de três anos brilhantes! E ainda tinham Pavlova, que não era nenhuma Khorkina, mas tava longe, bem longe de ser uma Sosnitskaya/Kharenkova. E no fim as duas carregaram o time de especialistas nas costas. Vai vendo!

        Excluir
      6. perdi a paciência contigo
        http://i.imgur.com/vUKkd.gif

        Excluir
    4. Olha a Rússia aí gente!!!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. notas infladas igual das rôboticas americanas,a mustafina tá pior que a chorona da komova se brincar nem vai pro mundial esse ano! Mas as outras melhoram um pouco,a tal da seda que ia ser o nome da ginastica russa é ruim que dói!

        Excluir
    5. "Não estamos mais em 2004, onde o maior temor das russas era passar uma série sem erros ou falhas graves."
      Não mesmo. Em 2004 tínhamos Queen Khorkina que tinha excelentes notas em todos os aparelhos, tinhamos a Zamo que contribuia bem, a Pavlova em um excelente ano, e pontuava até alto pro seu pior aparelho que era a UB (9.337 se nao me engano) e de quebra tinhamos Ezhova que vinha de medalhas nos dois ultimos mundiais na UB e BB. Quer cenário mais propício e frutifero do que esse? Agora voltemos pra 2015. NÃO VEJO NADA...EU DISSE N A D A DISSO ACONTECENDO,a não ser umas promessas que não vingaram.

      Em 2015 a dificuldade que elas apresentam compensam as eventuais falhas, aliás lhe dão uma boa margem para isso.
      Eventuais? As russas são conhecidas historicamente pelas suas amareladas. Até Khorkina aprontava das suas. Com ou sem Nutella, a Mustafina foi uma das ginastas mais consistentes que a Russia já teve nos últimos anos. Acertou quando tinha que acertar (mundiais e olimpíada) e pronto. Está numa fase ruim gracas também aos Rodionenko, que exploraram a menina até não poder mais. Mandavam a menina aé pra abertos da juventude no Acre. Então cenário está péssimo mesmo. SOU UM RUSSIA FAN obcecado...mas temos que nos preparar para o pior. Vai ser difícil esse ano...
      Fernando

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Minha citação a 2004 não foi o ano em si, e sim minha vontade de lembrar o código passado onde UM erro era muito comprometedor e podia tirar uma equipe do pódio. Em 2015 você não parte mais de 10.0, e sim mais de 16.0 (que concordemos, é a média do SV russo) E obviamente você terá mais vantagens e terá uma certa ''liberdade'' para cometer erros e permanecer no pódio (exemplos? TF 2010,2011,2012)
        E já que você citou 2004, vamos lá: as russas acertaram o que podiam no TF olímpico, com MUITA SORTE e com o FLOP das chinesas conseguiram o bronze.
        Na Quals das Olimpíadas quase perderam pra UCRÂNIA de tanto errarem. Aliás, elas perderam para a Ucrânia no Europeu daquele ano.
        Não me venha falar que a geração de 2004 era diferente das demais!!!

        Eu também amo a ginástica russa de paixão e sou muito otimista com o futuro. Mas existem certos ''russianfan'' traumatizados, que além de odiarem as ginastas de outros países, passam agora a odiar as próprias ginastas!!! Não conseguem valorizar o valor de uma prata ou bronze, só querem a vitória a todo custo.
        Tá na hora de mudar essa mentalidade amigo!

        Excluir
      2. Gostaria de pedir humildemente um pedido de desculpas, e pedir gentilmente que a equipe GBB não aprove (exclua) meu comentário anterior, onde eu tristemente chamei alguns russianfan de ''traumatizados''. Uma atitude grosseira de minha parte, uma coisa que não se fala a ninguém, somos fãs de um esporte civilizado. E para esse post não virar uma ''bagunça'' peço que o GBB não aprove o comentário anterior e também não aprove esse atual.
        Obrigado.

        Excluir
      3. Não vou ficar traumatizado por ser chamado de traumatizado rs Relaxe. E se sentiu alguma ofensa lá em cima, então me desculpe. Mas já que a coisa está saindo da brincadeira, eu vou te mandar a resposta final.

        Russas não flopam e chinesas não flopam, quem flopam são as especialistas! Há exceções? Ás vezes, mas no geral é isso. As russas ainda pegaram aquele bronze em 2004, pois tinham Khorkina e Pavlova. Khorkina falhou um pouco em 2003, e caíram para sexto. Pavlova não foi em 2007, e com um time só de especialista, a Rússia caiu para um apocalíptico último lugar. Voltaram a ganhar bem quando surgiram Mustafina e Komova, mas agora dificilmente terão alguma delas inteira. E também não adianta só se classificar para AA.

        Uma verdadeira All-around é acostumada a lidar com todos os aparelhos, e quando faz, faz bem. Pavlova mesmo, nunca ganhou uma medalha de AA (merecia), mas nunca vi ela falhar na hora do time. Seja pela segurança, seja pela resistência, a verdadeira AA dificilmente falha, mesmo no seu pior aparelho, e quando a ela cai, cai por problema físico.

        Agora sabe a pior parte? A All-around é normalmente o espelho do time, a base de segurança. Se ela falhar, as especialistas vão junto. Para você ter uma ideia, teve uma russa em 2007 que desaprendeu a fazer VT. Sosnitskaya ou Kharenkova podem competir AA pela Rússia? Podem, mas elas não são uma real AA, e na hora da disputa de time o psicológico e preparo físico não vão perdoar. Não adianta exigir delas um papel que elas não estão preparadas para fazer. Podem se tornar? Até podem, mas ganhar notas boas em tudo e virar pilar de segurança do dia para noite é quase um milagre, você tem de concordar!

        E não diga que eu “odeio as ginastas dos outros países, ou odeio as minhas próprias” por dizer isso. Eu estou apenas sendo realista. Mustafina e Komova estão mal das pernas (sem trocadilhos), Sosnitskaya não têm consistência para ser AA, Afanasyeva está com muita idade para virar AA, e as primeiras a beijar o chão em todos os aparelhos sem uma boa All-around são Kharenkova e Spiridonova. Por isso, além de VÁRIAS outras coisas, eu acho que russas com esse time de especialistas provavelmente vão mal, e não só elas. Sem uma boa AA podem flopar a China, a Romênia, a Itália, a Grã-Bretanha, o Brasil, e até os EUA (sem chances nos próximos anos, elas só têm AA naquele inferno de time). Um abraço para vocês.

        Só mais uma coisa. Toma de volta: http://i.imgur.com/vUKkd.gif

        Excluir
      4. Não sei se você chegará a ler, mas obrigado por gastar seu tempo com essa bela explicação.
        Confesso que nunca enxerguei esse ponto de vista, que é vital para uma equipe.
        Agora entendo mais coisas, como: a equipe romena é muito competente e esperta, por terem sempre 3/2 ginastas (3 até 2000 rs) All-rounders (ou quase completas: Ponor) dignas de confiança para equipe, que farão aprox. 75% das provas num TF, por isso elas estão no pódio olímpico há quantos anos? 40? hehe

        E sobre a Rússia, após sua explicação eu concordo plenamente, seria um dia atípico todas as ''especialistas'' acertarem suas séries em 1 dia de TF, mas quem sabe né? rsrs
        E mesmo você falando que a Mustafina tá mal das pernas, eu não consigo parar de acreditar nessa mulher, sinceramente. Ela têm algo que nenhuma ginasta tem hoje e isso eu não saberei te explicar.

        Excluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.