• Brasil conquista um ouro e uma prata no primeiro dia do FIT Challenge 2015


    O Brasil participou hoje da classificatória por equipes e final individual geral do FIT Challenge 2015. A equipe terminou em primeiro lugar e o sistema de pontuação foi 5-5-4: 5 ginastas na equipe, 5 ou 4 passam em cada aparelho e 4 notas entram. O somatório final foi de 221.350, pontuação que colocaria o Brasil na final por equipes no Mundial do ano passado.

    Flávia Saraiva foi a responsável pelo ouro do Brasil: foi campeã individual geral com 55.800, saltando apenas uma pirueta esticada e pontuando 14.150 na trave. Apesar da nota ser bem mais baixa que os 15.100 conseguidos em São Paulo, foi a segunda nota mais alta da competição. Rebeca Andrade ficou com a prata, somando 55.350 sem executar o amanar e com 2 ou 3 quedas na trave. A ginasta provavelmente refugou o salto e foi penalizada com 1 ponto: seu yurchenko com dupla pirueta teve nota final 13.800. Quem completou o pódio foi a francesa Marine Brevet que somou 55.050.

    Numa análise geral, a equipe feminina competiu muito bem. Melhorou no salto, que apesar de não ter contado com o amanar da Rebeca, teve dois yurchenkos com dupla pirueta. Letícia Costa conseguiu 14.750 nesse salto e é provável que no Mundial, com o salto da Jade, a equipe some muito bem nesse aparelho. Na paralela também houve uma melhora: Rebeca acertou a série e conseguiu 14.600, Julie Kim passou muito bem e conseguiu 13.750, Flávia somou 13.350. Apesar da trave ter sido o pior aparelho do Brasil nessa competição, ainda assim houveram duas notas acima de 14. A mesma coisa aconteceu no solo, que além de duas notas acima de 14 (14.850 da Rebeca e 14.450 da Flávia), contou com mais 2 notas 13.900, uma da Daniele Hypólito e outra da Letícia Costa.

    Não haverão finais por aparelhos e amanhã o Brasil tenta conseguir repetir o feito e ser a melhor equipe novamente.

    Confira os resultados completos: http://www.fitchallenge2015.com/results/

    Post de Cedrick Willian
    Foto de Ricardo Bufolin
  • You might also like

    18 comentários:

    1. Nossa a Rebeca quase teve uma lesão séria no salto. A nota baixa nesse aparelho se deu por conta de uma queda e não por ter refugado. Infelizmente, ela colocou muita força nesse salto, talvez tentando o Amanar, e caiu. Felizmente foi só um susto.

      https://www.youtube.com/watch?v=BoG63CLRVUs

      ResponderExcluir
    2. No solo, Rebeca apresentou um elemento novo, Tsukahara com Pirueta e Meia, e pode levar o seu nome no Código de Pontuação. Lembro que a Merly de Jesus já executou esse elemento em 2004, mas nunca foi homologado.

      https://www.youtube.com/watch?v=HyQHL2DfpjY

      ResponderExcluir
    3. Letícia Costa no solo: Duplo Esticado, Tsukahara Grupado, Duplo Carpado e Duplo Twist Grupado. Que série!!!

      https://www.youtube.com/watch?v=IOMk-TLxFJk

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Belíssima mesmo . Soh mudaria a música...

        Excluir
    4. Letícia Costa saiu de Patterson da trave. Fiquei muito impressionado com os upgrades que a Letícia apresentou.

      https://www.youtube.com/watch?v=918Aj1-owX8

      ResponderExcluir
    5. É impressão minha ou a Letícia não apresenta nenhuma acrobacia para a frente no novo solo?

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. twist conta como acrobacia frontal :)

        Excluir
      2. Ela fechou a serie com uma acrobracia pra frente

        Excluir
    6. Nossa!!! Quanta ILUSÃO com relação a essa equipe...Classificar para os JOGOS OLÍMPICOS DO RIO não vem ao caso. O difícil é essa equipe figurar entre as melhores do mundo com tanta nota baixa e erros que foram cometidos. Caiam na real, as brasileiras são fraquíssimas nas barras paralelas, e somente MEDIANA no solo e no salto, e ruim na trave. Competição com duas ginastas do Brasil, uma em primeiro e a outra em segundo no individual geral...Desconfiem, o NÍVEL foi baixo.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Nossa!!! Além de péssimo torcedor parece que você não entende nada de ginástica ou vive em outro mundo. O que é mais importante para o Brasil hoje é classificar uma equipe completa para os Jogos Olímpicos. Todo mundo que acompanha e entende um pouco de ginástica sabe que é bem difícil figurar no G4, então caia na real você! Ninguém aqui quis dizer que a equipe ficaria entre as melhores do mundo, se bem que na opinião do blog, estar entre as 8 equipes finalistas de um Mundial é sim estar entre as melhores do mundo. Então, desconfie você novamente, você não sabe analisar possibilidades e notas. Erros sempre vão acontecer. A única equipe que na atualidade raramente erra é a dos Estados Unidos. A China foi prata no ano passado cometendo erros! A Rússia então nem se fala! Por que o Brasil não poderia errar? Comece a pensar com a cabeça e não como um fulaninho anônimo que só quer encher o saco com comentários odiosos e destrutivos com relação á qualquer coisa leviana que apareça na sua cabeça. Obrigado.

        Excluir
      2. Cada uma pelo amor!!!!
        Começa a acompanhar o esporte agora e se acha o especialista no assunto.
        Até um blog internacional especialista em ginástica disse que provavelmente o Brasil iá se classificar para as Olimpíadas. E não duvido nada que a equipe pode sim dar uma dor de cabeça na Rússia, Romênia e China (os EUA são uns ET's, então vou desconsiderar eles).
        Creio que a classificação virá e o Brasil irá ser top 5 no mundial! Quem viver verá!!

        Excluir
      3. Concordo que errar faz parte. Apesar de as ginastas serem talentosas, quase todas treinarem no Rio, se fossem de outro estado, seu comentário seria o mesmo?

        Excluir
      4. Gostaria realmente que o Brasil incomodasse o G4, porque estou impressionado com a evolução das brasileiras, mas o problema é que no Mundial os juízes vão dar notas baixas para o Brasil e aí fica complicado.

        Excluir
      5. Quem acompanhou aquela competição que aconteceu na Itália ontem viu que todas as ginastas italianas caíram na trave. Vários erros também foram cometidos pelas russas e romenas. Ginástica é um esporte bastante suscetível ao erro. Cobrar consistência permanente das atletas é absurdo.

        Excluir
    7. Mais vídeos, Julie KIm na trave:

      https://www.youtube.com/watch?v=ZqNR6nRDkbI

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. O que acontece com essa linda? muito insegura. Será que é muito cobrada pela mãe?

        Excluir
    8. No mundial do ano passado, a Rebeca seria prata no solo com essa nota. E ela nem colocou todas as dificuldades que ja executa. Acredito que vem medalha nesse aparelho no proximo mundial.

      ResponderExcluir
    9. Muito legal a evolução das brasileiras. Tem que testar novos elementos e séries, pois a hora de errar é agora. Só me preocupo um pouco com as assimétricas que ainda continua patinando, mas vamos aguardar melhoras que com certeza virão. Sorte garotas!!!!

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.