• Equipe olímpica pode ser reduzida de 5 para 4 ginastas


    Um corte já havia sido feito de 2008 para 2012, quando a equipe olímpica passou de 6 para 5 ginastas. A proposta de Bruno Grandi, presidente da Federação Internacional de Ginástica, agora é outra: na próxima reunião do conselho da FIG, será votada uma proposta que reduz as equipes olímpicas de 5 para 4 ginastas.

    O Comitê Olímpico Internacional congelou, desde 98, um número específico de vagas para ginastas participantes nos Jogos Olímpicos. São 98 vagas para a ginástica artística masculina e outras 98 para a feminina. Atualmente, a FIG atribui 60 dessas vagas às 12 equipes com 5 ginastas. As outras 38 ficam para os medalhistas por aparelhos no Campeonato Mundial Pré-Olímpico e demais classificados através do individual geral no Evento Teste.

    Com redução da equipe, sobrariam 24 vagas, 12 no masculino e 12 no feminino, para ginastas especialistas, que serão selecionados com base no Campeonato Mundial, Campeonatos Continentais e Copas do Mundo. Para serem justos com os países que possuem grandes equipes e grandes especialistas, os países que já houverem classificado uma equipe para os Jogos também estarão habilitados a ocuparem mais duas vagas de especialistas através dos Campeonatos Continentais e Circuitos da Copa do Mundo.

    A intenção da nova proposta é que haja uma participação massiva nas Copas do Mundo de Ginástica e faça delas uma competição de maior valor e até mais empolgante. Mais ginastas do mundo inteiro participariam das competições de olho em uma vaga nas Olimpíadas. Além disso, ginastas de países sem tradição por equipes terão uma possibilidade maior de classificação e não apenas o Campeonato Mundial e Evento Teste. A votação do conselho será ainda esse mês e deve deixar o sistema das classificatórias e finais por equipes nas Olimpíadas da seguinte forma: classificatórias: 4 ginastas competem, conta a nota de 3 ginastas; final por equipes: 3 ginastas competem, conta a nota de 3 ginastas.

    Tudo deve ser muito bem pensado para que nada seja injusto e não haja nenhum erro. A questão de valorizar a Copa do Mundo é muito interessante, mas pode ser feita já no sistema atual, sem precisar do corte de mais um ginasta da equipe.

    O que você pensa sobre isso? Deixe a sua opinião.

    Post de Cedrick Willian
    Fonte: FIG
    Foto: Divulgação
  • You might also like

    3 comentários:

    1. Acho ótimo,as etapas de copa do Mundo principalmente o feminino são muito fracas de se assistir.

      ResponderExcluir
    2. " A questão de valorizar a Copa do Mundo é muito interessante, mas pode ser feita já no sistema atual, sem precisar do corte de mais um ginasta da equipe."
      tenho a mesma opinião!

      ResponderExcluir
    3. " A questão de valorizar a Copa do Mundo é muito interessante, mas pode ser feita já no sistema atual, sem precisar do corte de mais um ginasta da equipe."
      tenho a mesma opinião! ²

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.