• Biles e Foberg são as melhores no primeiro dia do Campeonato Americano


    Com 61.100 e 58.350, Simone Biles e Jazmyn Foberg foram as melhores no primeiro dia de competições do P&G Gymnastics Championships 2015. A competição continua no sábado, quando as ginastas competem novamente e, a partir do somatório dos dois dias de competição, se conhece a campeã das duas categorias.

    Jazmyn venceu Lauren Hernandez, que ficou com a segunda melhor somatória de hoje. No US Classic, Hernandez foi a campeã. Hoje, a diferença entre as duas ficou no salto, onde Jazmyn fez um yurchenko com dupla melhor. Sem um amanar, a disputa fica mais próxima e acirrada, sendo definida nos detalhes. Ragan Smith fechou em terceiro, com as melhores notas no solo e trave e algumas falhas técnicas nas barras assimétricas. Jordan Chiles ficou em quarto e não apresentou seu amanar, exercício que quase resultou em lesão para a ginasta no US Classic.

    Apesar da queda no solo em sua última passada, Biles finalizou em primeiro. Sua nota de partida altíssima nesse aparelho e seu potente amanar cravado foram os responsáveis pelo resultado satisfatório mesmo com o erro grande. Maggie Nichols repetiu o sucesso do US Classic e fez mais uma excelente competição, terminando em segundo. Com pequenos problemas no solo, Gabrielle Douglas finalizou na terceira colocação e foi seguida por Alexandra Raisman, que não acertou sua série de trave.

    O dia não foi bom para Kyla Ross, que caiu na saída das barras assimétricas e fez uma trave muito desequilibrada. Mykayla Skinner acertou as séries mas a sua execução não favorece seus grandes elementos. Ambas estiveram no Mundial do ano passado, mas as coisas podem ser diferentes esse ano.

    As melhores do dia em cada aparelho foram: Biles no salto com 16,250; Madison Kocian nas assimétricas com 15,500; Alyssa Baumman na trave com 15,150 e Raisman no solo com 15,550.

    Confira os resultados completos: juvenil e adulto. Para assistir as séries, acesse: https://www.youtube.com/user/usagymnasticsorg/videos

    Post de Cedrick Willian
    Foto: Melissa Perenson
  • You might also like

    16 comentários:

    1. Com xxxx e 58.350 ?? Já tava prevendo que ela ia vencer?? HAHAH

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Quase isso, rs. A competição ainda não havia terminando e passou sem eu perceber.

        Excluir
    2. Correção: Madison Kocian foi quem teve a melhor nota nas paralelas com 15.500.

      ResponderExcluir
    3. Kocian tirou 15.500 na UB...

      ResponderExcluir
    4. Eu fico impressionado como eles se superam a cada ano no aspecto de notas over. Chega a ser um afronte a quem assiste ginástica.

      ResponderExcluir
    5. Gente depois de olhar o solo de Raisman ,conclui que tudo na vida tem salvação,ela não está uma Khorkina na dança mais parece outra pessoa,tem fluidez a música é agradável, a parte acrobática poderosa como sempre,um solo muito gostoso de assistir.

      ResponderExcluir
    6. Jade Deusa Rainha vai ganhar da Biles no mundial!

      ResponderExcluir
    7. Biles é foda mesmo,até caindo fica em primeiro,vamos ver no mundial com notas e juízes de verdade.Fiquei com pena da Bailie, parece que ela cresceu muito e ainda não se adaptou com o novo corpo,já entrou perdendo com aquele colant horroroso rsrsrs.Kyla pode dar adeus a seleção se continuar assim,primava por ser consistente e agora tá visívelmente apática.Gabby não mostrou segurança como no Classic mais espero um 2 dia melhor pra ela,tem muito potencial ainda pra mostrar.

      ResponderExcluir
    8. Todo mundo caiu esse ano?

      ResponderExcluir
    9. É impressão minha ou Biles quase tirou 10 no salto? O amanar está valendo 6.4 agora? Não era 6.3.

      ResponderExcluir
    10. A Biles tirou 16.250 no salto. É pra rir ? Nem 16.000 vale aquele salto dela no mundial

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Na verdade, o salto dela valeu 16.150, porque no Campeonato Americano ela ganha mais 0.1 na nota de partida se ela cravar. Não achei a nota injusta, ela merece 16 no salto que ela fez sim. Pelo vídeo, os únicos erros visíveis são: braços levemente flexionados e pernas levemente cruzadas. Cada erro merece o desconto de 0.1, ou seja: 9.8 de execução. As pessoas podem criticar o quanto quiserem a ginástica de Biles, mas achar defeitos no amanar dela é como tentar achar defeitos no artístico de Svetlana Khorkina .

        Excluir
      2. O amanar da Maroney nas olimpiadas de 2012, este sim, foi realmente perfeito, e ela perdeu mais de 0.2 na execução. Foi mais alto e ela chegou com o tronco totalmente esticado.
        Em um mundial, acredito q a Biles não tiraria 16.150. Ai depende dos juízes.

        Excluir
    11. Colunas1 Colunas2 Colunas3 Colunas4
      acho q as notas do brasil ficaria assim.
      nome:
      Aparelho: solo Dificuldade Execulção Nota final
      Daniele Hipolyto 6 8,4 14,4
      Flavia saraiva 5,8 8,85 14,65
      Jade barbosa
      Julie kim 5,3
      Leticia costa 5,7 8,333 14,033
      lorraine oliveira 5,5 8,2 13,7

      Média - - 56

      Aparelho: Salto Dificuldade Execulção Nota final
      Daniele Hipolyto 5,8 8,8 14,6
      Flavia saraiva 5 9,2 14,2
      Jade barbosa 5,8 8,7 14,5
      Julie kim 5,3 9 14,3
      Leticia costa 5,8 8,95 14,75
      Lorraine oliveira 5,8 8,95 14,75

      média 58,6

      Aparelho: barras assimétricas Dificuldade Execulção Nota final
      Daniele Hipolyto 5,5 8,2 13,7
      Flavia saraiva 5,5 8,3 13,8
      Jade barbosa 5,9 7,817 13,717
      Julie kim 5,4 8,35 13,75
      Leticia costa 5,5 8 13,5
      Lorraine oliveira 5,8 8,15 13,95

      média 55,217

      Aparelho: trave Dificuldade Execulção Nota final
      Daniele Hipolyto 6,1 8,5 14,6
      Flavia saraiva 6,1 8,6 14,7
      Jade barbosa - 0
      Julie kim 5,6 8,15 13,75
      Leticia costa 0
      Lorraine oliveira 5,6 8,35 13,95

      média 57

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.