• Martha Karolyi define equipe americana visando o Mundial


    Após o término do P&G Gymnastics Championships, foi definida a equipe que treinará com foco no Campeonato Mundial. Outras ginastas ainda devem ser selecionadas para os treinamentos, entretanto as ginastas que irão compor a equipe provavelmente estão entre as que inicialmente foram selecionadas.

    As dez ginastas selecionadas foram: Simone Biles, Maggie Nichols, Alexandra Raisman, Bailie Key, Gabrielle Douglas, Madison Kocian, Mykalya Skinner, Alyssa Baumann, Nia Dennis e Kyla Ross. Nichols fez o seu nome ficar ainda mais forte esse ano e só cresceu desde o Us Classic. Enquanto isso, Kyla Ross cometeu vários erros seguidos e deixou todos na dúvida.

    Como citado no post anterior, a escolha deve ser feita baseada no interesse em medalhas individuais na competição. Isso faz com que as cinco primeiras citadas estejam como nome certo na equipe que, contando com qualquer outra entre as que restaram, faria a equipe favorita ao ouro de qualquer forma.

    A escolha da 6ª ginasta deve ficar em torno de Madison Kocian, Kyla Ross e Mykayla Skinner, pendendo para Kocian como a 6ª ginasta e Kyla Ross como reserva. Kocian é a melhor ginasta de assimétricas da equipe atual, conseguiu ser campeã nacional e vencer Ashton Locklear, que esteve presente no último Mundial justamente por ser boa nesse aparelho.

    Com Kocian na equipe, as chances de finais individuais para os Estados Unidos seriam:

    Individual geral - Biles e Nichols / Douglas / Raisman (que vença a melhor)
    Salto - Biles
    Assimétricas - Kocian e Douglas
    Trave - Biles e Raisman
    Solo - Biles e Raisman


    Bailie Key entra como peça fundamental para a equipe, mas é improvável que numa equipe tão forte ela consiga ultrapassar suas companheiras para garantir uma final. O mesmo aconteceria com Kyla Ross, que teria alguma chance apenas se acertasse sua série de assimétricas e trave de forma impecável.

    A decisão final será dada após o camp de treinamento antes do Mundial. Até lá, muita coisa pode mudar. Lesões podem acontecer, ginastas podem fixar seus upgrades e os treinamentos podem mudar a visão dos dirigentes a respeito de cada uma.

    No vídeo a seguir, Martha Karolyi fala sobre o desempenho de algumas ginastas e das outras que poderão ser convocadas para os treinamentos visando o mundial. Vale a pena conferir!

    Post de Cedrick Willian

    Fonte e foto: USA Gym
  • You might also like

    Um comentário:

    1. Não, por favor, Skinner não! Pode continuar matando a ginástica aos poucos Karolyi, mas não acerte o coração de uma só vez!

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.