• Pode comemorar: seleção masculina se classifica para as Olimpíadas pela primeira vez!


    Na metade da 8ª e última subdivisão do Campeonato Mundial, o Brasil está na 7ª colocação e novamente classificado para a final por equipes em um Mundial. Dessa forma, a seleção masculina termina no top 8 e está garantida nos Jogos Olímpicos sem precisar passar pelo Evento Teste.

    O feito era previsto como algo possível para a seleção masculina. O Brasil tinha chances reais de se classificar para os Jogos diretamente desse Mundial. Essa é a primeira vez que o Brasil consegue classificar uma equipe completa para os Jogos Olímpicos. Em 2012 tivemos a maior participação masculina em uma edição dos Jogos, quando Zanetti e Diego se classificaram através das medalhas conseguidas no Mundial Pré-Olímpico e Sérgio Sasaki pela vaga no individual geral. Dessa vez levamos 5 ginastas, com chances individuais e por equipe também.

    Passado o sufoco da classificatória, as especulações já começam sobre o formato da equipe olímpica: quem deve ir aos Jogos? Especialistas? Ginastas "all-arounders"? O objetivo será a equipe numa final olímpica ou a chance de conquistar o maior número de medalhas possível? De acordo com Fernando Carvalho, um dos técnicos da seleção, Diego está sendo treinado para as Olimpíadas, dando a entender que a escolha pode ser baseada em uma equipe especialista e, consequentemente, com maior chances de medalhas individuais. Opiniões podem se dividir nesse momento.

    Além da classificação olímpica, outro feito inédito aconteceu: ao passo que nossa maior chance de medalhas não está mais na final de argolas, uma nova esperança surge: Arthur Nory. Com a maior nota de execução na barra fixa, Nory garante uma vaga na final desse aparelho. E as chances de medalha são reais! Grandes ginastas que eram cotados a uma medalha nesse aparelho acabaram nem se classificando para a final.

    Nory e Lucas Bittencourt também entraram para a final individual geral e teremos a chance de ver o Brasil em ação mais uma vez. Dessa forma, as finais em que o Brasil será representado, tanto no masculino como no feminino, são:

    28/10 - Final por equipes masculina
    29/10 - Individual geral feminino: Flávia Saraiva e Lorrane dos Santos
    30/10 - Individual geral masculino: Arthur Nory e Lucas Bittencourt
    01/11 - Final por aparelhos: Arthur Nory na barra fixa.


    Os países que já se classificaram para as Olimpíadas diretamente pelo Mundial tem o direito de levar 2 ginastas para competirem no Evento Teste. Essa pode ser a chance de Sérgio Sasaki e Diego Hypólito testarem os aparelhos dos Jogos em casa.

    Post de Cedrick Willian

    Foto: Ivan Ferreira
  • You might also like

    7 comentários:

    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      ResponderExcluir
    2. Resultado histórico , foi uma excelente competição para o Brasil agora e comemorar e focar nos treinos porque o ano ja tá quase acabando kkk.parabéns rapazes pela classificação .

      ResponderExcluir
    3. Parabéns! Muito feliz por eles e por nós.

      ResponderExcluir
    4. Para comemorar a classificação brasileira, segue um vídeo com a melhor utilização de um campinho de futebol:

      https://www.youtube.com/watch?v=WN8Q6SjwUFk

      Um destes rapazes de Fortaleza faz um duplo twist grupando no campinho.

      Tanto talento desperdiçado no país! Um país com 200 milhões de habitantes não deveria estar pagando pau para USA, China, Japão e Russia na ginástica. Na torcida por melhores condições, e divulgação, para a ginástica brasileira.

      A ginástica rítmica (na minha opinião, toda mulher deveria praticar este esporte quando criança) e o básico da ginástica artística (na minha opinião, todo ser humano deveria aprender os fundamentos deste esporte) deveria ser ensinado em todas as escolas do Brasil, e eu garanto, todas as crianças adoram praticar ginástica.

      Parabéns GBB, pela excelente cobertura do mundial, e por sempre estar divulgando e defendendo a ginástica brasileira.

      ResponderExcluir
    5. A participação da seleção brasileira masculina e feminina nas Olimpíadas de 2016 que acontecerá no Rio de Janeiro, portanto aqui no Brasil, deveria ser automática, uma vez que seremos sede... igual acontece com o futebol... o país que sedia os Jogos garante sua participação... e não precisa passar por seletiva alguma. Tem graça sediar jogos e a própria equipe ficar fora???

      ResponderExcluir
    6. A participação da seleção brasileira tanto masculina quanto feminina deveria ser automática nas Olimpíadas de 2016, uma vez que o Brasil será país sede nos Jogos.... igual acontece com o futebol na Copa de Mundo.... discordo de seletiva para o país que sediará o Evento.... pois a grande maioria do público é composta de pessoas do país que sediara os Jogos, e qual graca tera se o nosso proprio país país tiver atletas nos representando?????

      ResponderExcluir
    7. A participação da seleção tanto masculina quanto feminina deveria ser automática, uma vez que somos pais sede das Olimpíadas de 2016... igual o que acontece com o futebol na Copa de Mundo. Que graça terá em assistirmos os Jogos se os brasileiros não estiverem nas competições????

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.