• Uchimura mantém hegemonia e conquista 6º título mundial em mais um dia histórico para a ginástica


    Pela 6ª vez consecutiva, Kohei Uchimura conquista título mundial no individual geral. Além de obter o título mundial pela 6ª vez, Uchimura também foi campeão olímpico em 2012, ou seja: Uchimura é imbatível já a 7 anos! Nunca um ginasta esteve a tanto tempo no pódio. Uchimura fez história hoje e sempre vai fazer toda vez que conquistar mais um título desses.

    Não é a toa que se mantém a tanto tempo entre os melhores. Apesar de competir desde 2008, no fim do código 2006-2008, Uchimura não deixa de atualizar as suas séries. Ano após ano trabalha em upgrades além de ter uma execução que beira a perfeição. Também é um excelente competidor: sobre a pressão da arena, cravou praticamente todas as suas séries tendo apenas um pequeno erro na barra fixa.

    Toda a tradição da ginástica japonesa e cultura oriental também podem ser responsáveis pelo sucesso do ginasta. A ginástica exige um psicológico forte e muita concentração, algo que Uchimura aparenta ter de sobra. O resultado de todas essas qualidades não podia ser outro senão o sucesso.

    O britânico Max Whitlock pareceu ser um forte concorrente de Uchimura no início da competição e acabou ficando fora do pódio depois de uma queda na barra fixa. O ucraniano Oleg Verniaiev, sempre concorrente de Uchimura, falhou em mais um mundial e teve que se contentar com o 4º lugar, um resultado muito bom, já que contou com uma queda no cavalo com alças.

    A prata de hoje também foi histórica: o cubano Manrique Larduet conquistou a primeira medalha numa final individual geral para seu país. Erick Lopez foi o ginasta que chegou mais perto dessa conquista quando terminou em 5º lugar no Mundial de 2003. Cuba esteve fora do cenário internacional da ginástica durante muitos anos mas parece não ter parado de desenvolver o esporte internamente. Os ginastas que vieram para esse Mundial estavam todos com ginástica competitiva e atual. Não puderam competir com uma equipe completa já que não participaram do Mundial de 2014, mas com uma equipe com outros ginastas como os que estiveram aqui uma classificação olímpica não seria impossível.

    Com essa medalha Larduet se garante nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Outro ginasta ainda pode entrar pela vaga individual geral no Evento Teste e Cuba pode ter dois representantes nas Olimpíadas numa volta inesperada ao esporte. Resultado expressivo e impressionante.

    O chinês Deng Shudi competiu muito bem e não teve grandes erros, apenas uma nota um pouco baixa no cavalo com alças.  Ficou com o bronze nessa final dando a impressão de que se trabalhar mais um pouco pode vir com tudo nas Olimpíadas e ser um grande concorrente de Uchimura no Rio,

    A ginástica masculina na final individual geral agora é isso: quem vence Uchimura? A ginástica precisa desses heróis e ídolos! Com certeza o japonês inspira e impulsiona os sonhos e treinamentos de muitos ginastas do Mundo inteiro. A torcida é para que ele consiga se manter assim por muitos anos como também para que alguém consiga vencê-lo!

    Resultados completos

    Post de Cedrick Willian

    Foto: Ivan Ferreira / Gym Blog Brazil
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.