• Exclusiva GBB - Entrevista com Flávia Saraiva


    Depois da competição individual geral no Mundial de Glasgow, Flávia Saraiva teve uma conversa rápida, porém interessante, com o Gym Blog Brazil. Confira!

    GBB – Nós acompanhamos o treinamento de vocês aqui em Glasgow quase todos os dias e vimos que tanto você quanto a Lorrane estavam acertando tudo, o que você acha que aconteceu nessa final? Foi o nervosismo do primeiro mundial, da primeira final?

    Flávia - Não, eu acho que hoje não era o meu dia mesmo, isso acontece na vida de um atleta e agora é continuar treinando pra que na Olimpíada eu possa ir bem. Estou muito feliz pela experiência que tive aqui.

    GBB - Você acha que o barulho da torcida durante a apresentação das britânicas atrapalhou?

    Flávia – Não, quando eu estou competindo eu me concentro só no aparelho e no que eu tenho que fazer.

    GBB – Flávia, no solo a gente viu que no aquecimento você fez flic sem mãos + dupla e meia, e nos treinamentos vimos você realizando com perfeição o flic sem mãos + tripla. Na hora da sua apresentação você executou apenas a dupla, foi uma decisão antes de fazer a prova?

    Flávia – Não é que foi uma decisão antes, foi na hora, eu senti que falhou e aí não fiz, mas eu ia fazer a tripla. Estou tantando melhorar para nas Olimpíadas tentar entrar numa final e ter uma prova competitiva pra brigar por uma medalha.

    GBB – Quais serão as novas passadas dessa série?

    Flávia – Estou treinando, flic sem mãos + tripla de segunda passada e o tsukahara na terceira, hoje foi um teste, eu preciso ganhar confiança e melhorar. A gente treina outras acrobacias também mas ainda não sabe se vai colocar.

    GBB – É uma série muito forte! Parabéns pela competição!

    Flávia – Obrigada!

    Foto: Ivan Ferreira / Gym Blog Brazil
  • You might also like

    7 comentários:

    1. Na minha visão a única explicação pra tantos erros da Flávia na competição só pode ter sido a pressão e o nervosismo do primeiro mundial, embora ela tenha negado isso... O que explicaria essa falta de segurança dela e a simplificação de tantos elementos que ela já executou perfeitamente assim de última hora??

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Não acho isso, no YOG, a pressão é a mesma e ela arrasou na competição, isso de nervosismo não creio não.

        Excluir
    2. Talento e potencial a Flavinha já mostrou que tem. Acredito que ela sentiu sim ansiedade e nervosismo no mundial. Flavinha é nova, porém precisa amadurecer e acredito que esse mundial pode ter trazido a lição de que é preciso aproveitar a hora exata. Pois, realmente, a Flavia Saraiva realiza muitos elementos de dificuldade e conexões arriscadas na trave. É preciso que a atleta tenha personalidade de ir pra o tudo ou nada mesmo, e o que se percebeu é que houve hesitação. A postura aguerrida e destemida é fundamental.

      DUAS LACUNAS NAS SÉRIES DE FLÁVIA:
      a) Ela faz apenas giro simples (apesar de fazer duplo em treino).
      b) Ela poderia aproveitar melhor as mudança de direção...mesclando saltos com mudança de direção e acrobacias.

      A série ideal de Flavia:
      1) Entrada a mesma + duplo giro
      2) Flic + layout + layout + layout ( = Domenique Mouceanou 1996);
      3) Round off + Layout Esticado+ Sissone + Yang Bo
      4) Switch + Cadete + Mortal Carpado para trás.
      5) Salto Rasgado com pé na cabeça + Salto com pé na cabeça;
      6) Side Somi
      7) Reversão pra frente sem mãos + Estrela sem mãos.
      8) Saída de Patterson.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Acho q ela não deveria mudar a série de trave porque ela tem 6.7 de dificuldade e conseguido 8,950 ela conseguiria uma nota que colocaria Simone biles no chinelo 15.650 por isso acho que não .além disso se ela não ficar nervosa nas próximas competições ela poderia tirar até 9 de execução .minha mãe e técnica e por isso entendo um pouco .

        Excluir
      2. Nossa Senhora hein! kkkkk
        Isso seria o melhor dos mundos né?
        Mas as coisas não são assim meu amigo, tem que haver uma adaptação e muito treino para tal mudança acontecer, isso demanda tempo e nós não dispomos desse tempo para mudar radicalmente a série da Flávia.
        A série de trave dela, quando feita por completo vale 6.4 de dificuldade! Ela tem uma execução maravilhosa, e se acertasse, com certeza brigaria por medalhas!
        Um upgrade ou outro é até válido, mas o que é preciso adquirir a partir de agora é consistência na série de trave.
        Quando ao Salto, concordo em colocar a dupla. No solo, fazer os upgrades que ela falou na entrevista.
        Vamos com calma meu povo, um ouro no individual para o Brasil, com Sisi a todo vapor é impossível!

        Excluir
    3. Alguém já viu os vídeos do Paul hunt se não vejam e muito engraçado ele era ginasta e fazia todos os aparelhos das mulheres e de forma engraçada procurem no YouTube

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Já tinha visto kkk inclusive ele arrasou num mortal na trave

        Excluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.