• Exclusiva GBB - Entrevista com Sérgio Sasaki


    Com uma maturidade impressionante, Sérgio Sasaki falou ao Gym Blog Brazil. Voltando de lesões, mas muito centrado em seus objetivos, o ginasta quer fazer parte da equipe olímpica, mas tem completa noção de suas atuais dificuldades.

    GBB - O que você achou do treino de pódio e das instalações?

    Sérgio Sasaki - A instalação está ótima, os aparelhos são bons, só preciso adaptar um pouquinho mais, mudar alguma coisa. Fazia muito tempo que eu não competia em pódio, então preciso de um pouco mais de ajuste, mas está tudo muito bom.

    GBB - Você está voltando agora depois de um tempo afastado por conta das lesões. Como foi esse período afastado e como está sendo o retorno?

    Sérgio Sasaki - A volta sempre é difícil, você perde o ritmo de competição, não dá pra voltar de uma vez. A ginástica é muito específica, um esporte mais difícil, por isso não espero uma competição como eu era antes, de 89 ou 90 pontos, mas o importante é que estou voltando e isso faz parte da minha preparação. É esperado erros e acertos da minha parte, estou indo conforme a equipe técnica planeja para eu chegar bem nas Olimpíadas. O Evento Teste é uma preparação e, se Deus quiser e estiver dentro da equipe, conseguir competir bem. Não estou me preocupando com resultados ou notas, quero passar bem na competição. Vai ter um pouco de falhas e erros, mas acredito que esse é o caminho que tenho que percorrer para voltar ao que eu era antes. Ainda tenho mais duas ou três competições pela frente, sendo que essa é a primeira que eu faço individual geral depois da lesão.

    GBB - Claro que você ainda não está com as séries que você tinha antes da lesão, mas o objetivo é que você chegue nas Olimpíadas da forma que estava antes ou até melhor?

    Sérgio Sasaki - Planejamos algumas séries. Tem alguns aparelhos que não vai dar pra mudar muito. O solo vai se manter com a mesma nota de partida, sendo que vou tirar uma diagonal e adicionar outra pra não cansar muito a perna. Vamos estudar mais as séries, colocar elementos que não cansem tanto, mas que ajudem na série. Na paralela já tem uma mudança agora: adicionamos uma oitava com meia volta e um healy que não tinha antes. Na barra estamos estruturando uma série nova, colocando uma largada a mais que também não tinha. Alguns aparelhos terão mudanças e outros não. Espero que nos aparelhos que não tenham mudanças eu consiga compensar com os outros que mais treinei.

    GBB - Em Londres você conseguiu uma colocação inédita no individual geral que o Brasil nunca tinha alcançado. Você vê isso como uma meta? Pretende ser ainda melhor no Rio de Janeiro?

    Sérgio Sasaki - Ainda não consigo pensar nas Olimpíadas, estou pensando na minha volta, quero uma coisa de cada vez. Não quero me colocar dentro das Olimpíadas, tem atletas do mesmo nível na minha equipe que estão melhores que eu no momento. Ginástica é momento. Hoje eu posso estar mal, amanhã eu posso conseguir até esses 89 pontos. Os momentos que vão construindo o atleta, e se eu estiver em um momento bom, que eu vá pras Olimpíadas! Aí o foco será as Olimpíadas, outra competição, outro dia.

    GBB - Você ainda sente dor das lesões ou está completamente recuperado?

    Sérgio Sasaki - Tem alguns momentos que tenho resquícios da lesão, mas nada que mude muito. Atleta de alto rendimento que não sinta dor é algo praticamente impossível.

    Post de Cedrick Willian

    Foto: Ivan Ferreira / Gym Blog Brazil
  • You might also like

    Um comentário:

    1. Alguém pode me responder se a arena vai ser verde nas Olimpíadas,depois do rosa choque em Londres vai ser bafo uma arena verdinha.

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.