• Sobre a acusação de abuso sexual contra técnico da seleção


    Caiu na mão da imprensa a notícia de que Fernando de Carvalho Lopes, treinador da seleção masculina e do Clube MESC, está sendo acusado de abuso sexual. Um procedimento está instalado no Ministério Público do Estado de São Paulo contra o treinador em segredo de Justiça. A acusação foi feita por pais de um ginasta menor de idade que até recentemente treinava com Fernando.

    O treinador está afastado do clube que treina, da Confederação Brasileira de Ginástica e dos treinos da seleção. É bem provável que ele não esteja em ação nos Jogos Olímpicos que começa em menos de um mês; mais precisamente, a ginástica artística masculina começa sua participação com o treinamento de pódio no dia 04 de agosto.

    O Gym Blog Brazil recebeu algumas mensagens, até de contatos fora do país, questionando sobre o caso e resolvemos nos posicionar a respeito.

    1) O que sabemos sobre o caso é exatamente o que foi lançado na imprensa. O caso corre em sigilo, então as informações são restritas.

    2) Uma acusação é diferente de uma condenação: tome cuidado ao conversar ou divulgar o ocorrido.

    3) Até que a acusação seja confirmada através de provas, Fernando, apesar de estar sob investigação, continua inocente.

    4) A postura da Confederação Brasileira de Ginástica foi correta e protege a todos, inclusive o treinador que poderia ter sua imagem relacionada de forma negativa num evento esportivo tão grande.

    O mais estranho de tudo foi o caso estourar no período final que antecede os Jogos Olímpicos. Se a acusação não for comprovada, ou pior, se for falsa, o treinador terá sido severamente prejudicado, tanto pessoalmente como profissionalmente. Por outro lado, um caso comprovado de abuso sexual de menores é algo muito grave e de uma monstruosidade sem tamanho.

    Não queremos tomar partido de nenhum lado nem nos apegar numa investigação que ainda não foi finalizada. Prezamos pelo bem da ginástica do Brasil desde sempre e esperamos que o caso se resolva com rapidez. Se no final houver algum culpado, seja de uma falsa acusação ou de um abuso sexual, que este seja realmente punido.

    Post de Cedrick Willian

    Foto: Divulgação
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.