• Resultados e análise do Campeonato Brasileiro Adulto


    O Brasil deve ter sido o único país que fez o Campeonato Nacional no fim do ano e após os Jogos do Rio. Não faz sentido algum a realização do campeonato mais importante do país acontecer no fim da temporada, a não ser por cumprimento de compromissos e calendário. Os principais atletas estão pós auge de treinamento, cansados, e em sua maioria não conseguem render tanto quanto poderiam.

    Seria interessante, tanto para os atletas quanto para quem acompanha o esporte (falar sobre mídias aqui seria um sonho), que o nacional fizesse parte da periodização de treinamento de todas as categorias do esporte, e acontecesse pouco antes do campeonato anual mais importante de cada categoria. Dessa forma, a preparação dos atletas seria mais completa, além de que fãs, público e demais interessados, se aproveitariam de belas apresentações dos principais ginastas do país.

    O Campeonato Brasileiro poderia ser mais valorizado, como acontece nos outros países, onde é tratado como seletiva para as equipes que competem nos Mundiais e Campeonatos Continentais, forçando o atleta e treinador a buscar um bom resultado e atraindo a atenção da mídia. Resultado: mais investimento, patrocínios e interesse das pessoas em acompanhar e assistir.

    Por outro lado, essa é a chance de ginastas que não conseguiram fazer parte da equipe principal mostrarem tudo que podem fazer. Ginastas que não competiram internacionalmente acabam valorizando o nacional mais que os outros, mostrando em suas séries tudo que realmente podem fazer. Independente disso, a realização do nacional no fim do ano tem mais contras do que prós, e deveria ser um tópico estudado pelos dirigentes responsáveis para melhorias no próximo ciclo.

    Caio Souza foi um dos que ficou fora dos Jogos Olímpicos e não deixou a bola cair 3 meses depois: manteve um ótimo nível de séries e acabou sendo campeão brasileiro no individual geral com uma boa nota: 87,200. Francisco Barreto, competiu no individual geral e ficou com a prata (86,350). O ginasta manteve um ótimo nível em seus principais aparelhos, com destaque para a barra fixa, onde foi 5° lugar na final dos Jogos Olímpicos. Fechando o pódio, Bernardo Miranda volta a colocar o Minas Gerais no cenário nacional da ginástica artística. Competindo na categoria adulta, conseguiu o bronze com 85,700, tendo média de execução 8,800. Muito limpo, o ginasta tem forte potencial para chegar em 2020 como um grande concorrente à uma vaga na equipe olímpica.

    No feminino, Rebeca Andrade, mesmo com séries mais simples, foi a campeã com uma excelente nota: somou 58,300, pontuação que a coloca como uma das principais "all-arounders" para o ano que vem. Se continuar com ritmo de treino bom, pode ir para o próximo mundial e fazer história para o Brasil, com grandes chances de finais e medalhas. Carolyne Pedro e Milena Theodoro abraçaram suas chances e terminaram com prata (54,750) e bronze (53,700) respectivamente. Destaque para a juvenil Thais Fidelis, que sobe para a categoria adulta no ano que vem e está com todas as séries completas e muito bem montadas. Entre as ginastas de treze e quinze anos, foi campeã com 56,900, e poderia ter sido prata mesmo competindo entre as adultas.

    Nas finais por aparelhos, destaque para Caio Souza, que foi campeão de solo, paralela e prata nas argolas, e para Francisco Barreto, que foi campeão de barra fixa. Caio pontuou altíssimos 15,625 na paralela, e Francisco pontuou 15,225 na barra fixa. Os ginastas que estiveram na final de paralela deram um show: foram quatro notas na casa dos 15,000 pontos entre os seis participantes que competiram. Rebeca terminou as finais com dois ouros (paralela e trave) e uma prata (solo). Thais foi a campeã de solo com 15,100 e Raquel Silva foi a campeã de salto com 13,725.

    Mesmo com grandes promessas chegando à categoria adulta, o futuro é preocupante. Ainda contamos com os veteranos para o próximo ciclo e nada se sabe sobre a forma de conduzir as seleções, centros de treinamento ou quais treinadores continuarão trabalhando da mesma forma como durante os últimos quatro anos.

    Resultados: Individual geral: masculino e feminino / Final por equipes: masculino e feminino / Finais por aparelhos: masculino e feminino

    Foto: Ivan Ferreira / Gym Blog Brazil

    Vídeos: Ginástica Brasil / Luciano Graciano

    Post de Cedrick Willian
  • You might also like

    6 comentários:

    1. Francisco Barreto competiu todos os aparelhos nas quals das Olimpíadas!

      ResponderExcluir
    2. Seria muito legal ver a Jade e a Rebeca juntas com medalhas em Campeonatos Mundiais. A Rebeca tem mais chances de ganhar medalha no AA, enquanto a Jade, se se empenhar muito, tem chances de uma medalha no salto. O fato é que tenho medo deles desperdiçarem a Rebeca, como fizeram com a Jade, em 2012. Vamos ver como a CBG se prepara para organizar as ginastas que irão competir ano que vem... Quero só ver o que vai rolar!!
      Ahh, e parabéns pela análise!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Jade não pega mais final de nada, sem querer ser negativo mais e a realidade e hj dis final de salto só com rudi ou ou amanar ou cheng e esses ela (Jade) não tem como conseguir executar .A jade e Daniele só estão na seleção por conta de que não há tantas juvenis boas e dificilmente sai uma juvenil com capacidade de tirar notas altas, porque notas baixas e o que resume o Brasil hoje em dia no feminino. E como mundial pós olimpico são 4 ginastas provavelmente sera flavia, rebeca e Thaís e a Lorrane Porque ne esta dependendo das com mais "esperiencia" não da mais até porque as mais "experientes" não tão rendendo mais .

        Excluir
      2. Muito difícil a Jade medalhar em Mundial. O nível do salto cresceu muito. Pra medalhar ela teria que saltar amanar ou Cheng.

        Excluir
    3. O canal USA Gymnastics começou a colocar vídeos de Campeonatos Mundiais no Youtube.
      https://www.youtube.com/watch?v=JqLYs7VSUZM
      https://www.youtube.com/watch?v=kGzAb4C9PNA
      https://www.youtube.com/watch?v=3-frxHyVEwM
      https://www.youtube.com/watch?v=RTobNVgFQo8
      https://www.youtube.com/watch?v=PylkyV0L5K4

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.