• Canadá define ginastas que competirão no Mundial


    Os ginastas canadenses que competirão no Mundial, dessa vez em casa, foram definidos. Montreal, a cidade palco de um marco histórico da ginástica mundial, será sede do Mundial esse ano, e a equipe canadense pode fazer uma bela competição.

    Confira a lista:

    Feminino: Ellie Black, Shallon Olsen, Isabell Onyshko e Brooklyn Moors. Reserva - que na verdade deveria ser titular no lugar da Moors - : Brittany Rogers. Segunda reserva: Rose Kaying Woo.

    Masculino: Zachary Clay, Scott Morgan, Jackson Payne e Thierry Pellerin. Ainda em consideração: Rene Cournoyer, Kevi Lytwyn e Samuel Paquin.

    Na lista feminina, todas as ginastas foram bem escolhidas e apresentam chances de finais mas, talvez, Brooklyn Moors não tenha sido uma boa escolha. Brittany Rogers apresenta mais chances de final e medalha nas barras assimétricas do que Moors no solo e trave (seus melhores aparelhos), sem contar que a equipe já teria chances de final nesses dois aparelhos com Onyshko e Black. Ficaria faltando uma representante forte do país apenas nas barras assimétricas, onde Rogers tem nota de partida 6,1 atualmente. Vamos ver como Rogers vai se apresentar no Universíade no fim de agosto; talvez o resultado faça a equipe mudar.


    No masculino, as chances de final aparecem com Scott Morgan no solo e argolas - apresentando séries muito limpas e cravadas - e Jackson Payne na mesma situação de Morgan, só que na paralela. Mas talvez a maior chance de final, e até medalha, esteja com Thierry Pellerin no cavalo com alças. O ginasta de apenas dezenove anos apresenta uma série limpa e de nota de partida 6,1 no novo código. Pode surpreender.

    Post de Cedrick Willian
    Fonte: Gym Canada
    Foto: Divulgação
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.