• O que a ginástica reserva para 2017? - Brasil


    Finalmente a postagem sobre os juvenis brasileiros que passam a competir na categoria adulta esse ano. Como esse ano o foco está mais nos juvenis, resolvemos mesclar a ginástica feminina com a masculina, sendo que no masculino a estreia é muito aguardada e poderá ser um destaque da equipe masculina durante os próximos quatro anos. Um fato importante: esse ano aparecem na lista uma juvenil do Pinheiros e um juvenil do Minas Tênis Clube, o que sugere um pouco de evolução da ginástica do país.

    Thais Fidelis

    Essa sem dúvida é a maior promessa juvenil feminina para esse ano. Thais já está escalada para competir em Jesolo e tem, desde o ano passado, séries bem preparadas para o ingresso na categoria adulta. A ginasta tem linhas lindas, ótimo artístico e ótimos saltos de dança, sendo a paralela seu aparelho mais fraco. No salto, já possui um yurchenko com dupla pirueta muito bem executado e há rumores de que treina o amanar. No solo, possui duas sequências de bonificação valor 0,2: ligação direta de flic sem mãos + tripla pirueta; ligação indireta de pirueta e meia de costas + duplo twist. A trave é seu aparelho mais forte, onde pode ter maior destaque e, provavelmente, uma das séries mais difíceis do ciclo. Com uma sequência de flic + twist (0,2), uma sequência de flic + 2 layouts e vários ótimos elementos de dança, a ginasta tem potencial de 6,4 de nota D no código novo! Com todas as séries cravadas, Thais é um excelente potencial de medalha individual geral e por aparelhos no Mundial do Canadá como também nos Jogos de Tóquio.



    Luisa Kirchmayer

    Especialista em barras assimétricas, Luisa já competiu internacionalmente e foi até campeã do Gymnasíade no ano passado. Já figurou em finais do brasileiro adulto nesse aparelho, sendo este realmente seu grande destaque, apresentando grandes elementos e treinando boas sequências. No salto, até o ano passado executou o yurchenko com mortal esticado simples, mas muito potente e evolutivo. No solo, tem boa arte artística a bons elementos de dança; entretanto, as acrobacias ainda são um pouco fracas. A trave talvez seja seu segundo maior destaque: tem a sequência de flic + 2 layouts e elementos de dança que podem evoluir e fazer muita diferença na sua nota de dificuldade. Com formação no Fluminense e no São Bernardo, mas sem abandonar seu treinador, desde o começo do ano passou a treinar no Flamengo, e a presença de grandes espelhos do clube deve ser importante na ajuda do processo evolutivo.



    Jackelyne Silva

    Treinada no Pinheiros, Jackelyne realmente é uma ginasta desse clube que "vingou". Com uma base boa e que sugere potencial de evolução dentro das séries que já possui, Jackelyne entra para a categoria adulta com elementos que cumprem os requisitos em todos os aparelhos. Ainda tem erros para fixar e detalhes a serem acertados, mas sua consistência e acertos na maioria das séries podem fazer dessa novata uma das ginastas de maior sucesso do clube. Possui um yurchenko com mortal esticado bem potente no salto; um ótimo tsukahara no solo (os elementos de dança precisam de melhorias); sequência de maloney + pak e um jaeger altíssimo na paralela; trave básica e ainda contando com elemento de dança de valor A. Sem dúvidas as barras assimétricas é o seu melhor aparelho: com ótimos balanços é possível que a ginasta evolua mais nos elementos de voo, fator que permite boas ligações e notas D mais altas.



    Anna Júlia Reis

    Anna Júlia é um talento sendo construído. Ainda tem falhas de postura nos saltos de afastamento de pernas e nas barras assimétricas. Entretanto, apresenta muita segurança e firmeza durante suas séries, algo como uma vontade de ser boa. É interessante ver meninas assim, dando o melhor de si, mesmo quando o melhor ainda não é suficiente pra uma medalha. Nem sempre os maiores talentos estão nos campeões: raridade é encontrar talento adicionado de muito trabalho e esforço em um atleta! Anna Júlia parece ser dessas meninas que, de tanto trabalho e dedicação, ainda terão um lugar ao sol. A ginasta já conta com uma sequência de flic + 2 layouts na trave e melhorou muito nesse aparelho nos últimos dois anos. Destaque para 3 bons elementos no solo: um duplo twist, um tsukahara e um giro memmel muito seguro.



    Bernardo Miranda

    Simplesmente a promessa masculina mais aguardada na categoria adulta desde Arthur Nory em 2012. Bernardo completa seus 18 anos com uma bagagem extensa de participações em campeonatos internacionais e uma coleção de títulos nacionais. No Gymnasiade do ano passado, conquistou 4 ouros (equipes, individual geral, paralela e barra fixa), uma prata (solo) e dois bronzes (cavalo com alças e argolas). O ginasta tem um leque muito maior de elementos prontos do que usa em séries. Bernardo é realmente muito bom, com postura e execução praticamente impecáveis. Comparado com juvenis de outros países, ele se encontra muito bem no cenário internacional. Um dos fatores que podem fortalecer ainda mais o ginasta esse ano é a presença de Gabriel Faria (ex-ginasta do São Caetano) no Minas Tênis Clube. Gabriel também é muito talentoso e está no seu segundo ano adulto. Na verdade, ambos podem se impulsionar estando dentro do mesmo ginásio todos os dias, produzindo um ganho maior em qualidade de treino e motivação.

    No vídeo abaixo, o ginasta é o primeiro a se apresentar no solo.



    Post de Cedrick Willian

    Foto: Ivan Ferreira / Melo Gym / Gym Blog Brazil
  • You might also like

    4 comentários:

    1. Eu acho que a Ana Reis e a Thaís são as únicas que prestam pra esse novo ciclo. Gente me surpreendi
      muito nesse brasileiro qnd vi quase todas ginastas fazendo flic + 2 layout. Nem Rebeca nas olimpíadas fez

      ResponderExcluir
    2. A série da Thais Fidelis me impressionou!!

      ResponderExcluir
    3. Thais Fidelis,a nova promessa para o Mundial do Canadá.Essa série de trave final com certeza e medalha de ouro se acertar.

      ResponderExcluir
    4. Amanda Paulino e Vitoria Custódio ?

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.