• Izbasa chega à Superfinal para se divertir


    Em uma Superfinal de Copa do Mundo esvaziada de campeões olímpicos, Sandra Izbasa, medalha de ouro no solo em Pequim, atrai para si quase todos os holofotes da competição. Norte-americanas e outros grandes nomes abriram mão da competição em Madri. Assim, nada parece impedir que a ginasta romena de 18 anos, que terá como grande adversária a chinesa Fei Cheng, suba ao degrau mais alto do pódio da segunda maior competição de 2008.
    A conquista fecharia o ano de Izbasa com chave de ouro. Depois da conquista em Pequim, ela participou de outros quatro eventos. Venceu todos. Porém, na Espanha, a ginasta diz não pensar em medalha.
    "Estou aqui para me divertir, não vim para ganhar. Estou muito cansada, não parei desde as Olimpíadas", disse a ginasta que não fala inglês muito bem e, por isso, contou com seu treinador Nicolae Forminte para atuar como tradutor durante a entrevista que concedeu ao UOL Esporte.
    Forminte acompanha Izbasa desde que ela tinha apenas oito anos de idade. Seu trabalho é apontado pela própria ginasta como um dos grandes fatores que a levaram a assumir o papel de grande nome do esporte atualmente em seu país. Em Pequim, a equipe romena foi terceira colocada. Ela foi a única a conquistar uma medalha individual.
    Izbasa vai disputar solo e trave em Madri, mas ainda não definiu as séries de ambos os aparelhos. A ginasta, entretanto, descarta novidades. "Ainda não decidi que tipo de série vou fazer aqui, mas não vou fazer algo mais difícil do que apresentei nas Olimpíadas porque estamos em fim de temporada", disse a ginasta.
    Izbaza, apesar da medalha olímpica, não define prioridades para o último torneio de 2008. "Eu gosto muito dos dois [solo e trave]. Fui campeã no solo em Pequim, mas não tenho um aparelho preferido", finalizou.

    Fonte:Gymblog Brasil
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.