• Entrevista exclusiva do Gym Blog Brazil com o técnico do Flamengo, Ricardo Pereira!



    Boa tarde Leitores! Como eu havia falado, aqui vai uma surpresa: uma entrevista exclusiva do Gymblog Brazil com o técnico do Flamengo, Ricardo Pereira. Ontem estive na Gávea, assisti o treino, e ao final fui recebido pelo Ricardo, que por sinal é super educado e me recebeu super bem. Fiquei feliz com a acessibilidade que me foi dada e com certeza vou voltar lá mais vezes para trazer notícias de primeira mão para vocês. Na entrevista ele fala de como têm sido o treinamento no clube, o que tem feito para melhorar as séries e a sua opinião pessoal sobre a possível conquista da vaga olímpica para a nossa equipe feminina de ginástica.

    GBB: Como foram essas duas semanas de treinamento da seleção brasileira aqui no clube?
    RP: Eu não achei muito proveitoso não, justamente pelos desníveis das ginastas. Eu comecei com os treinos no dia 10 de janeiro. Teve gente que começou dia 19. Tinha ginastas lesionadas, que não estavam treinando quase nada. Tinha ginastas que já estavam treinando mais. Então ficou muito heterogêneo, os níveis estavam muito diferentes e eu achei que poderia ter sido melhor.
    GBB: Você é um grande contribuidor da ginástica do Brasil, já que 5 das atletas convocadas são do Flamengo .Você acha que essa responsabilidade pesa um pouco?
    RP: Pesa, pesa bastante. Mas com isso eu já sou tranquilo, estou consciente da responsabilidade . A gente sempre trabalhou do mesmo jeito, o Flamengo sempre trabalhou forte. A gente sempre quis ter a maioria. A própria Bruna treinou aqui no Flamengo, tem 3 ou 4 anos que ela está lá (em Curitiba). Eu tenho conseguido uma coisa muito boa com as meninas: eu passo a responsabilidade pra elas e cada uma tem o seu objetivo e vai atrás. Cada uma vai para o seu aparelho vai treinando e eu vou ajudando.
    GBB: A Daniele, pelo que eu observei, está muito dedicada.
    RP: A gente fez uma estratégia com ela em que ela treina um turno só, ela treina só de manhã. Ela faz os quatro aparelhos bem fortes, só treinando um pouco de salto e solo e faz bastante preparação física. Ela está com 27 anos né?
    GBB: Á tarde ela não está treinando?
    RP: Á tarde ela faz um trabalho de musculação, massagem ou resistência. Não é que ela não treina, ela só não treina nos aparelhos.
    GBB: E tá dando certo né? Pelo que eu vi aqui...
    RP: Se Deus quiser vou conseguir colocar o duplo esticado na série dela pro Mundial e pro Pan. Não sei se pra Copa do Mundo de Doha vai dar, por quê tá muito cedo mas, se Deus quiser, vamos colocar.
    GBB: A Jade e a Daniele deram a volta por cima em 2010. Como foi que você colaborou com isso?
    RP: Acho que foi isso que eu te falei. Eu criei uma estratégia individual pra cada uma. Aí, com a Jade, a gente fazia um treino e repousava no outro (por causa do punho); fomos trabalhando o psicológico, que é a coisa mais importante pra mim, e elas foram querendo, foram assumindo esse pensamento de que elas podiam e dessa forma você tem tudo; com o talento que elas tem se você souber ligar o botãozinho, o interruptor...Foi isso que a gente fez.
    GBB: De acordo com as notas do mundial, o ponto fraco das duas foram as barras assimétricas. Você está fazendo um trabalho de melhoria das séries?
    RP: Estou, estou sim. A Daniele está treinando coisa nova. Ela vai voltar a fazer a saída de duplo esticado com pirueta, vou colocar um Yager e uma oitava com pirueta. São as três coisas que eu vou colocar pra criar sequências, ligações pra nota de partida aumentar. A Jade também está com uns elementos novos pra colocar, mais dois elementos, mas como tá com o punho ruim ela não está podendo treinar, ainda, paralelas esse ano. Ela está liberada só semana que vem. Hoje , por exemplo, ela só fez trave e solo e já foi pra fisioterapia. A tarde ela volta e faz um pouco de corrida de salto...
    GBB: A Khiuane Dias e a Janaína Silva não estão treinando mais com você?
    PR: A Janaína foi embora, ouvi falar que ela foi pro Pinheiros. A Khiuane está no Flamengo mas está esperando uma ordem médica e a princípio está bem difícil. O médico deu oito meses pra ela voltar a entrar num ginásio e eu não sei como vai ficar o caso dela. Ela não pode fazer nem fisioterapia ainda. A lesão dela foi séria e foi na coluna. Mas já estamos com várias meninas boas treinando para 2016, estamos com reforço bom de treinadores aqui no Flamengo. Estamos bem forte , graças a Deus. Estamos dando treinos que rendem, sem gritarias no ginásio, é uma coisa que eu prego aqui: não têm grito, não tem nada! Só temos ginastas que vem e treinam. Tem que trabalhar do jeito certo, só isso.
    GBB: Pra finalizar, você acha que a equipe convocada tem potencial pra conseguir uma vaga pras olimpíadas?
    RP: Acho que sim. Se a gente trabalhar bem, se elas fizerem por onde, acho que tem sim. O Brasil tem várias equipes que concorrem diretamente: Austrália, Inglaterra, França ..Tem o Japão que ficou em quinto no último mundial, tem um monte! Mas a gente vai tentar ficar entre as oito. A gente ficou em 10º mas na verdade foi um 9º lugar, porque colocaram a gente décimos atrás da Holanda, e o Mundial foi na Holanda. A gente tem que ganhar da Itália e do Japão, mas como o mundial vai ser lá (no Japão), acho difícil ganhar. Então, vamos ter que ganhar da Itália. E não é difícil não! Se estivermos bem a gente pode conseguir. No Mundial passado, a equipe não estava bem. A Bruna Leal não estava no topo...A Jade tirou 12,900 na paralela; a Daniele tirou 13.000...A nossa equipe não estava bem. Em Guadalajara a Daniele estava “voando”, mas aí eu não consegui segurar ela totalmente pro Mundial. Ela estava com uma lesão num tendão da perna e eu tive que polpar e aí não dá! Mundial é mundial.. A Ana Cláudia está de volta, e ela é boa em todos aparelhos. Estamos bem melhores esse ano, é outra história. A gente estava indo meio devagar e ainda conseguimos ficar em décimo! Esse ano dá pra levar uma equipe com 3 meninas boas em cada aparelho, então tem tudo pra ser melhor. Temos que cuidar das lesões e ter estratégias!
  • You might also like

    7 comentários:

    1. espetacular e esclarecedora entrevista! Vlw Cedrick e continue sempre nos mantendo informados de tudo q rola no mundo da ginastica

      ResponderExcluir
    2. Muito legal essa entrevista. Quase nunca a grande mídia entrevista o Ricardo. E ele é um dos maiores responsáveis pela evolução da ginástica brasileira. Obrigado e traga sempre mais informações!

      ResponderExcluir
    3. esse blog tem futuro demais.
      Amei a entrevista. Parabéns Cedrick!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      ResponderExcluir
    4. Como disseram ótima entrevista. Fiquei ainda mais confiante nessa seleção, e pelo jeito que vai acho que pra 2012 a Dani vem com td.
      Espero que a Khiu volte.
      Só uma pergunta, ele não falou nada sobre a Jade tá fazendo amanar de novo no salto?
      Vlw Cedrick.

      ResponderExcluir
    5. Muito boa a entrevista, continuem assim!
      =D

      ResponderExcluir
    6. Tudo que os leitores querem, você foi no foco. Parabéns!!!!

      ResponderExcluir
    7. muito obrigado! a intenção da entrevista é realmente essa: perguntar o que a gente tá louco de curiosidade pra saber!

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.