• Austrália decide não enviar ginastas ao Mundial


    Com uma boa equipe masculina disputando o Mundial esse ano, a comissão técnica australiana dispensou a participação das ginastas que pretendiam representar o país na Bélgica. Mary-Ann Monckton e Georgia Godwin disputavam uma vaga para competir trave de equilíbrio no Mundial, mas acabaram não conseguindo.

    Foi exigido das ginastas alcançar uma nota D mínima de 6,3 e uma nota final mínima de 14,800 para serem selecionadas,  mas ambas não conseguiram: Monckton alcançou 6.1 de nota D e nota final 14.100; Godwin alcançou 6.2 de nota D e nota final 13.900.

    As ginastas foram elogiadas pelo treinador da equipe australiana, Peggy Liddick, que notou uma melhora nas ginastas desde o Campeonato Australiano. Apesar da ausência da Austrália no Mundial esse ano, Peggy afirmou que estão trabalhando com as outras atletas que competirão nos próximos campeonatos importantes até 2016.

    Fonte: http://www.gymnastics.org.au/default.asp?Page=29432
  • You might also like

    10 comentários:

    1. Uma pena também pela ausência da equipe masculina e feminina de Cuba. Depois de ótimos resultados no Pan-Americano de Especialista seria muito bacana vê-los neste Mundial.

      Alguém poderia confirmar se Ana Sofia Gomez estará presente neste Mundial. Pelo que vi, a Guatemala não inscreveu nenhuma ginasta.

      Já saiu a lista com as ginastas que vão competir no International Junior Gymnastics Competition no Japão: http://www.jr-gym.or.jp/compe2013/kokusai/femel-plofile.pdf

      ResponderExcluir
    2. Nossa, que absurdo esse método!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Era o método que devia ser usado aqui no Brasil ;) sinceramente.

        Excluir
      2. Sim, e assim nunca mais ter uma brasileira em mundiais :)

        Excluir
      3. Não aceitar mediocridade está longe de ser absurdo.

        Excluir
      4. Por que não? O anonimo lá em cima está certo, as brasileiras querem ir com séries partindo de 4.8 ai depois vocês ficam reclamando que o Brasil é isso é aquilo. Pra quem antes era uma das 8 potencias mundiais, hoje ta capengando. Que venha logo uma equipe decente e renovada.

        Excluir
    3. Será ótimo o nivel do International Junior Gymnastics

      Os grandes nomes júniors da Rússia, EUA e Romênia estarão presente. E cadê as brasileiras ??

      Esse sim, era um campeonato pra avaliá-las (não apenas em sul americanos) competindo com as melhores das melhores

      ResponderExcluir
    4. Viu gente, Austrália, país de Primeiro Mundo, também capengando este ano.

      E ainda querem criticar o Brasil :)

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Querem renovar a seleção mais não mandam as meninas novas para as competições, temos ai Mariana Valentim & Daniela Santana ambas com idade (16 anos) para participar do mundial desse ano. Mariana Salta FTY (D: 5.0 tem altura pra mais meia volta D: 5.3), Trave (D: 5.7 se fizr saída valor D), Solo (D: 5.2) e uma linha na paralela boa.

        Excluir
    5. Concordo com a decisão da comissão técnica da Austrália, se não for para competir bem no mesmo nível das outras é melhor não ir para poupar o trabalho dos árbitros.

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.