• Elsa Garcia vence Nacional Mexicano


    Com nenhuma nota abaixo dos 14 pontos e somando um total de 58.000 pontos, a mexicana Elsa Garcia sagrou-se campeã mexicana 2015. A ginasta foi seguida por Ana Lago (que parece finalmente haver se recuperado) e Alexa Moreno, prata e bronze respectivamente com 55.350 e 54.900. Elsa ainda foi campeã em todos os aparelhos.

    As ginastas competiram o nacional vindas de uma sequência de treinamentos em Cancún. Parece que os treinamentos foram muito proveitosos, visto que as notas melhoraram consideravelmente. Os treinos visavam uma boa performance nos Jogos Pan-Americanos de Toronto que estão prestes a acontecer.

    Levando em consideração as notas do nacional, a equipe mexicana teria ficado em 6º lugar no Mundial do ano passado! Como isso é pouco provável de acontecer, um resultado mais realista é que a equipe figure novamente entre as 16 melhores e consiga uma nova oportunidade de classificação no Evento Teste em 2016. Talvez até conseguir uma vaga com equipe completa para as Olimpíadas, já que terminou o Mundial passado em 14º e muito próximo de Canadá e França.

    Confira os resultados completos, individual e aparelhos, clicando aqui.

    Post de Cedrick Willian
    Fonte: Federação Mexicana de Ginástica
    Foto: Thomas Schreyer
  • You might also like

    4 comentários:

    1. Sinceramente estou preocupada com a seleção brasileira, a Rebeca é excepcional mas acho q a imaturidade pode atrapalhar muito, vide o q aconteceu na etapa da copa do mundo, nunca vi ela errar paralela, e como será no seu pior aparelho, a trave? Esse sim, poucas vezes eu vi ela acertar.
      Flavinha tb é maravilhosa, mas tô desconfiada q aconteceu algo parecido com o q houve com a Rabeca, lesão, e esconderam, pq ela não participou de nada até agora? Estranho.
      A Jade acho q vai demorar pra voltar a forma q estava antes do mundial, vi uma reportagem há uns dias e ela nem sequer saltava ainda, só podia correr, tenho dúvidas até se consegue ir para o pan.
      Julie é outra q amo demais, e junto com a Flavia consegue boa nota de execução, mas tá vindo de cirurgia e longe de atualizar suas sériess, ela tem uma linha russa maravilhosa, queria muito q investissem mais na trave e na barra dela.
      Lorrane é forte, mas tb está voltando desse problema no ombro q parece ter comprometido muito seu rendimento, não consegue notas boas na execução, no solo não consegui acertar, a trave não está ruim mas precisa de mais dificuldade, existem coisas q tenho certeza q ela conseguiria fazer.
      A Milena tem uma trave linda e um solo lindo tb, devia focar só nesses 2, mas assim como a Rebeca é muito difícil fazer uma trave segura.
      Tô com medo de acabarmos dependendo de novo das séries zzzzzzz da Daniele aff.
      Q Deus mude este quadro urgente, vamos ver na etapa de São Paulo como a Rebeca vai se sair, e se a Flávia não participar é pq teve alguma lesão.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Me recuso a torcer pra Julie, gracinha por gracinha fico com a Flavia que tem a melhor execução de trave até hoje, e a melhor execução comparada a Julie, a coreografia do solo dela é muito feia e não me empolga em nada, Prefiro a Millena no pan do que ela.

        Excluir
      2. Vamos glorificar de pé por termos a REBECA E FLAVIA na seleção, pois caso contrário esse ano nossos adversários no PAN seriam Guatemala e Cuba, e no mundial chegaríamos com muito sacrifício ao TOP 20.

        Excluir
    2. Não vejo Mari O,está se recuperando de lesão? Foi bem nas paralelas, e parece que não foi mal no mundial da China. Acho Mari mais segura que Julie Kim.

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.