• Liderado por Diego, Brasil coloca atletas em cinco finais em Moscou



    No masculino, o destaque mais uma vez foi Diego Hypolito, embora o ginasta não tenha feito uma boa apresentação no solo. Bicampeão mundial no aparelho, o paulista errou um de seus movimentos durante a apresentação e acabou ficando apenas em sétimo lugar com 14,275 pontos, o suficiente, porém, para levá-lo à final. Quem também se classificou foi Arthur Zanetti, na oitava colocação (14,225). O ginasta local Anton Golotsutskov foi o melhor do qualificatório, com 15 pontos cravados.

    "Tive uma falha durante a minha série de solo nas eliminatórias, mas na final pretendo lutar pela minha segunda medalha em copas esse ano”, comentou Diego, que ficou com o ouro em Paris, há um mês.

    No salto, Hypolito não decepcionou e teve a quarta melhor nota do aparelho: 15,750 pontos. “Executei no segundo salto o ‘nemov com dupla-pirueta’, e pretendo repeti-lo neste sábado também", explicou o ginasta.

    Apesar de não ir à final do salto, terminando apenas na 14ª colocação, Arthur Zanetti garantiu vaga também na decisão das argolas, seu melhor aparelho, ao somar a sétima maior nota: 15,175 pontos.

    Os outros dois brasileiros que estiveram nas eliminatórias masculinas, Francisco Barreto e Petrix Barbosa, não alcançaram decisões, mas fizeram boas apresentações. Atletas mais jovens da seleção brasileira masculina, os ginastas estão em Moscou para adquirir experiência.
    Feminino

    E se entre os homens o Brasil foi a duas finais, no feminino as ginastas classificaram o país para três decisões.

    Na final do salto, a representante brasileira será Priscila Cobello, que ficou em oitavo lugar nas eliminatórias. Já nas barras assimétricas, Bruna Leal (5ª) e Ethiene Franco (6ª) seguem na disputa. Priscila (5ª) e Bruna (7ª) também estarão na final do solo.

    A única final sem brasileiras será a da trave, mas caso alguma classificada desista da decisão, Bruna Leal, que ficou em nono lugar no qualificatório, terá a chance de disputar a final.

    Todas as decisões por aparelhos da etapa de Moscou serão disputadas neste sábado, entre 4h e 8h da manhã (horário de Brasília).

    RESULTADOS DOS BRASILEIROS NAS ELIMINATÓRIAS DA ETAPA DE MOSCOU
    Solo masculino: Diego Hypolito em 7º (14,275) e Arhur Zanetti em 8º (14,225)
    Salto masculino: Diego Hypolito em 4º (15,750) e Arthur Zanetti em 14º (15,187)
    Argolas: Arthur Zanetti em 7º (15,175) e Francisco Barreto em 14º (14,325)
    Cavalo com alças: Francisco Barreto em 23º (13,175) e Petrix Barbosa em 31º (12,350)
    Barra fixa: Francisco Barreto em 11º (14,150) e Petrix Barbosa em 19º (13,050)
    Barras paralelas: Petrix Barbosa em 18º (12,375) e Francisco Barreto em 19º (12,350)
    Solo feminino: Priscila Cobello em 5º (13,025) e Bruna Leal em 7º (12,900)
    Salto feminino: Priscila Cobello em 8º (13,112) e Bruna Leal em 9º (13,100)
    Trave: Bruna Leal em 9º (12,925) e Priscila Cobello em 12º (12,375)
    Barras assimétricas: Bruna Leal em 5º (13,750) e Ethiene Franco em 6º (13,625)
  • You might also like

    2 comentários:

    1. Aiinndaa Beem que as meniinnaass Tão Mundandoo...
      Digoo isso porque a copa de Moscou e considerada uma das mais dificeiiss!!

      ResponderExcluir
    2. PARABÉNS PARABÉNS PARABÉNS PRO BRASIL!!!!!!!!! mto feliz de ver todas as meninas pegando finais, em uma copa forte como a de Moscow, pra mim, só nao está tão forte como a de Paris, mas mesmo assim, MTO BEM!!!!!!!!!!!! Elas tem que aparecer mto nas finais, pois infelizmente, mesmo com todas as mudanças no código, ainda existe muito espaço para subjetividade nas notas, e ginastas mais conhecidos são valorizados sim. Agora estou mais confiante. Parabéns meninas e meninos!!!!!!!!!

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.