• Japão ainda tem esperanças de sediar o Campeonato Mundial de Ginástica Artística



    O Campeonato Mundial de Patinação estava marcado para a metade do mês de março, no Japão. Ao invés disso, ele começa nesse próximo domingo, na Rússia. Será que acontecerá o mesmo com o Mundial de Ginástica?

    Pelos temores da radiação, a Federação Internacional de Ginástica irá decidir, em maio, se o Japão sediará o Mundial ou não. O presidente da Confederação Japonesa de Ginástica, Tsunekazu Takeda, mandou uma carta ao presidente da FIG, Bruno Grandi, pedindo para que a FIG não altere o local da competição. Ele alega que Tóquio não foi afetado diretamente pelo terremoto ou o maremoto e que sediar essa competição elevaria a motivação dos japoneses, principalmente as crianças. Falou também que o evento traria esperança para as pessoas e as ajudaria a superar esse desastre.

    Os resultados do maremoto foram tão catastróficos que deixaram mais de 25 mil pessoas mortas ou desaparecidas, além dos acidentes nas usinas nuclearas, que contribuíram para a contaminação da água, tanto de Tóquio como do oceano.

    O problema maior em manter o local de competição é a ausência de alguns países na competição. Em recente entrevista, Grandi afirmou que 7 países - incluindo Rússia, França e EUA - não enviarão seus ginastas para o Japão. E o Mundial desse ano é crucial para a classificação dos países para as Olimpíadas de Londres, no ano que vem. França, Qatar, Rússia e EUA, supostamente se prontificaram a receber o Mundial. Resta aguardar qual será a decisão final da FIG.
  • You might also like

    3 comentários:

    1. eu sei que isso nao tem nada a ver mas alguem sabe a marca dos aparelhos que o japao pretende usar?:?
      qual e a mehor marca?

      ResponderExcluir
    2. a marca mais usada em competições internacionais é a Spieth. Eu acho que será essa...

      ResponderExcluir
    3. mas a Spieth e a melhor ( so a titulo de curiosidade) rsrsrr

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.