• Ginastas do Flamengo recebem auxílio financeiro


    Apesar de ainda não terem um clube próprio para treinar, os ex-ginastas do Flamengo, que se dividem entre São Paulo (equipe masculina) e Três Rios (equipe feminina), receberam uma boa notícia essa manhã: a empresa de energia elétrica Furnas irá custear o salário dos atletas durante um ano!

    Em entrevista, Jade Barbosa se disse feliz com a notícia e com motivação para treinar. Lembrando que as ginastas que não participaram da seletiva para a composição da seleção brasileira de ginástica, terão uma nova chance em Maio, quando uma nova seletiva será realizada.

    Caio Souza, um dos despedidos do Flamengo, acaba de conquistar a medalha de bronze no salto da Copa do Mundo de Ginástica - Etapa de Cottbus. Mesmo sem salário, sem apoio e sem clube, o ginasta ainda encontrou motivos para representar bem o Brasil.
  • You might also like

    4 comentários:

    1. TODOS ESTÃO FELIZES, E NOTAVEL NA FOTO! EU TBM FICO FELIZ, UM ANO E SUFICIENTE PARA QUE OS OUTROS CLUBES CONTRATEM ESSES ATLETAS.
      ELES TEM QUE BRILHAR NESSE MUNDIAL, PQ SE ISSO ACONTECER COM CERTEZA AS PORTAS IRÃO SE ABRIR PARA ELES!

      ResponderExcluir
    2. Susan Manjak - treinadora do Canadá nas últimas olimpíadas, será contratada pela Furnas também, para treinar as meninas? (Minha dúvida)

      "Susan Manjack foi treinadora da equipe do Canadá nas últimas Olimpíadas. Ela está no Brasil e estamos conversando para que ela treine as meninas, né? Estou fechando o contrato de Furnas para ela. Tem muitas conversas em relação a locais de treino também, mas na ginástica você precisa ter uma estrutura específica. Isso está sendo analisado. Muitas pessoas têm entrado em contato para eles ficarem no Rio de Janeiro, que é a capital olímpica, e estamos analisando - concluiu. "

      fonte:http://globoesporte.globo.com/outros-esportes/noticia/2013/03/ex-ginastas-do-fla-assinam-contrato-de-imagem-com-empresa-de-energia.html

      ResponderExcluir
    3. nada mais justo do que dar essas meninas uma treinadora pessoal. O mais difícil o Bruno Charteubriand (empresário dos ginastas) já conseguiu. Ele conseguiu colocar o Renato Araújo entre os contratados. Se colocar mais um, não custa nada.
      Parabéns Bruno. (ele já foi ginasta, campeão brasileiro 6 vezes.)
      Vc trouxe a esperança de volta para esses atletas.

      ResponderExcluir
    4. Mas a equipe do Canadá ñ estava sendo treinada por aquela ginasta que venceu a Nadia Comaneci???

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.