• Definidos os primeiros finalistas olímpicos dos Jogos do Rio


    Equipes


    Ótimas apresentações do Brasil e dos Estados Unidos, e um desempenho bem abaixo do esperado do Japão e Alemanha. China não tinha como ficar de fora, nem Grã-Bretanha. Suíça vinha em ascensão assim como o Brasil, mas decepcionou e terminou fora da final, dando lugar à Ucrânia que só conseguiu entrar dado os erros da Suíça.

    O Brasil deveria arriscar tudo na final por equipes. Agora que já se classificaram, fazer tudo o que sabem e, possivelmente, acertar tudo novamente, coloca a equipe com grandes chances de um top 5 na final.

    1 - China - 270,461
    2 - Estados Unidos - 270,450
    3 - Rússia - 269,612
    4 - Japão - 269,294
    5 - Grã-Bretanha - 268,270
    6 - Brasil - 268,078
    7 - Ucrânia - 263,002
    8 - Alemanha 261,518

    Individual geral

    Oleg Verniaiev (UKR) foi o líder absoluto e vai enfrentar adversários que erraram mas que podem surpreender: Max Whitlock (GBR), Sam Mikulak (USA) e Manrique Larduet (CUB). Mesmo com erros, Kohei Uchimura (JPN) continua sendo o favorito ao ouro e se classificou em segundo lugar. Ryohei Kato, compatriota de Uchimura, pode dar trabalho na final, só que a nota alcançada foi competindo muito bem e pode não evoluir tanto na final. Surpreendendo, Nile Wilson (GBR) fez uma excelente competição e na final pode até terminar entre os 8 primeiros. Sérgio Sasaki ficou muito bem colocado e vai competir na final ao lado de Nory, uma lembrança do Mundial de 2013. Sasaki pode melhorar muito suas performances na final.

    1 - Oleg Verniaiev (UKR) - 91,964
    2 - Kohei Uchimura (JPN) - 90,498
    3 - David Belyavskiy (RUS) - 89,799
    4 - Deng Shudi (CHN) - 89,665
    5 - Nile Wilson (GBR) - 89,240
    6 - Ryohei Kato (JPN) - 89,232
    7 - Sam Mikulak (USA) - 89,041
    8 - Sérgio Sasaki (BRA) - 88,898

    Solo

    Para quem não acreditava mais em Diego Hypólito, ele deu o seu recado: se classificou para a final 8 anos depois de Pequim, época em que era o principal favorito. Dessa vez não entra com toda a moral que tinha, mas só de estar novamente entre os 8 melhores já é motivo de orgulho. Ainda será acompanhado de Arthur Nory, quem diria? Dois brasileiros na final de solo! Uma situação completamente inesperada: Kenzo Shirai (JPN), principal candidato ao ouro, quase terminou fora da final por conta de uma péssima aterrissagem. Sam Mikulak (USA), jamais apontado como uma aposta de ouro, conseguiu altíssimos 15,800 e é seguido de Jake Dalton (USA) com 15,600. Essa final pode surpreender!

    1 - Sam Mikulak (USA) - 15,800
    2 - Jake Dalton (USA) - 15,600
    3 - Kohei Uchimura (JPN) - 15,533
    4 - Diego Hypólito (BRA) - 15,500
    5 - Max Whitlock (GBR) - 15,500
    6 - Kenzo Shirai (JPN) - 15,333
    7 - Kristian Thomas (GBR) - 15,233
    8 - Arthur Nory (BRA) - 15,200

    R1 - Manrique Larduet (CUB) - 15,200

    Cavalo com alças

    Max Whitlock e Louis Smith estão ambos classificados para a final, relembrando o que aconteceu  em Glasgow no ano passado quando, na final do Mundial, terminaram com ouro e prata. Cyril Tommasone é a única esperança de medalha da França na ginástica masculina, se classificando para essa final com 15,650.

    1 - Max Whitlock (GBR) - 15,800
    2 - Louis Smith (GBR)  - 15,700
    3 - Cyril Tommasone (FRA)  - 15,650
    4 - Harutyun Merdinyan (ARM) - 15,583
    5 - Oleg Verniaiev (UKR) - 15,566
    6 - Nikolai Kuksenkov (RUS) - 15,383
    7 - Alex Naddour (USA) - 15,333
    8 - David Belyavskiy (RUS) - 15,300

    R1 - Vid Hidvegi (HUN) - 15,233

    Argolas

    Eleftherios Petrounias (GRE) fez uma série excelente, com muita segurança e leveza, entrando para a final como um dos grandes favoritos. Arthur Zanetti (BRA) vai lutar por uma medalha mas precisa firmar os cabos das argolas para subir ao pódio. Os chineses Yang Liu e Hao You vão dar muito trabalho, assim como Dennis Ablyazin (RUS). Uma baixa na final: Samir Ait Said (FRA), que havia se classificado com 15,533, quebrou a perna no salto e não vai competir.

    Yang Liu (CHN) - 15,900
    Eleftherios Petrounias (GRE)  - 15,833
    Hao You (CHN) - 15,800
    Denis Ablyazin (RUS) - 15,633
    Arthur Zanetti (BRA) - 15,533
    Denniss Goossens (BEL) - 15,366
    Yuri Van Gelder (NED) - 15,333
    Igor Radivilov (UKR) - 15,308
    Danny Pinheiro (FRA) - 15,266

    R1 - Oleg Verniaiev (UKR) - 15,200

    Salto

    Quase acontece mais uma final para o Brasil: Sérgio Sasaki é o primeiro reserva dessa final e isso sem apresentar seus saltos mais difíceis. A final é liderada pelo favoritíssimo Ri Se Gwang (PKR) e é seguido por Denis Ablyazin (RUS), que apresentou um tsukahara com duplo mortal com pirueta. Kenzo Shirai (JPN) pode apresentar a tripla e meia na final, salto que pode garantir uma medalha.

    1 - Ri Se Gwang (PKR) - 15,433
    2 - Denis Ablyazin (RUS) - 15,416
    3 - Kenzo Shirai (JPN) - 15,283
    4 - Igor Radivilov (UKR) - 15,283
    5 - Marian Dragulescu (ROU) - 15,283
    6 - Nikita Nagornyy (RUS) - 15,283
    7 - Oleg Verniaiev (UKR) - 15,183
    8 - Tomas Gonzalez (CHI) - 15,149

    R1 - Sérgio Sasaki (BRA) - 15,016

    Paralela

    Está formada uma final disputadíssima nesse aparelho. Com a quantidade de ginastas tão bons, não dá pra imaginar quem vai ser mais perfeito na final, que acabou sendo formada por medalhistas mundiais, olímpicos e europeus. Que vença o melhor!

    1 - Oleg Verniaiev (UKR) - 16,166
    2 - David Belyavskiy (RUS) - 15,933
    3 - Deng Shudi (CHN) - 15,800
    4 - Manrique Larduet (CUB) - 15,766
    5 - Hao You (CHN) - 15,733
    6 - Danell Leyva (USA) - 15,600
    7 - Ryohei Kato (JPN) - 15,500
    8 - Andrei Muntean (ROU) - 15,466

    R1 - Kohei Uchimura (JPN) - 15,466

    Barra fixa

    Francisco Barreto marca seu nome como primeiro finalista olímpico de barra do Brasil! Lutou por uma medalha em Copas do Mundo e conseguiu. Lutou por uma final de barra no Mundial e acabou caindo e ficando de fora, mas mal sabia o que o futuro lhe aguardava. Fabian Hambuechen (GER) relembra os velhos tempos e com uma excelente série conseguiu 15,533 para a classificação. Nile Wilson (GBR) entra para essa final com muita limpeza e chances de medalha. Resta saber quem vai ficar em cima do aparelho na final: Andreas Bretschneider (GER) e Kohei Uchimura (JPN) tiveram quedas e acabaram não se classificando.

    1 - Fabian Hambuechen (GER) - 15,533
    2 - Nile Wilson (GBR) -15,500
    3 - Epke Zonderland (NED) - 15,366
    4 - Danell Leyva (USA) - 15,333
    5 - Francisco Barreto (BRA) - 15,233
    6 - Sam Mikulak (USA) - 15,133
    7 - Oleg Verniaiev (UKR) - 15,133
    8 - Manrique Larduet (CUB) - 15,116

    R1 - Pablo Braegger (SUI) - 15,100

    Resultados completos: Rio 2016

    Post de Cedrick Willian

    Foto: Ivan Ferreira / Gym Blog Brazil
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.