• Atualização sobre o caso de expulsão do blog ocorrido em 2015


    Muito tempo se passou e, apesar de não podermos fazer a justiça se mover da forma como gostaríamos, não podemos perder o nosso compromisso com a verdade. Estamos ainda em busca de esclarecimentos oficiais do péssimo fato que nos acometeu na Arena Minas durante a realização do Campeonato Brasileiro Adulto de Ginástica Artística em 2015, evento promovido pela Confederação Brasileira de Ginástica.

    Na nossa última atualização, a CBG disse que não havia ordenado nada contra o blog; por isso, fomos atrás do Minas Tênis Clube, já que os funcionários do mesmo foram os que executaram a ação de retirada das credenciais e acompanhamento até a saída da área de imprensa.

    A resposta do Minas Tênis Clube chegou um mês atrás, e infelizmente não tive tempo hábil para fazer essa postagem de forma correta e justa. Apesar da demora, tomamos esse tempo em respeito à moral do Gym Blog Brazil e ao compromisso com a verdade sobre os fatos que geraram a nossa expulsão.

    Resumindo, o Minas Tênis Clube respondeu que o evento foi "organizado e de responsabilidade exclusiva da Confederação Brasileira de Ginástica. O Clube apenas cedeu sua Arena para sediar esse grande evento. Nesse sentido, a Confederação foi a única responsável pela assessoria de imprensa do evento. A assessoria de Comunicação do Minas Tênis Clube, a pedido da Confederação, apenas auxiliou-a na distribuição das credenciais e e recepção dos profissionais credenciados. Portanto, os fatos relatados na notificação extrajudicial dos representantes do Gym Blog Brazil só podem ser esclarecidos pela organização do evento, a Confederação Brasileira de Ginástica".

    Essa informação, logo de começo, já diverge com o que me foi passado pelo próprio Minas Tênis Clube através da Sra. Edmara Colombo, chefe do departamento de ginástica do clube, como vocês podem conferir na imagem abaixo.


    Procurei o Sr. Rodrigo Fuscaldi, como me foi dito, e tive o credenciamento do blog efetivado. Continuando, o Minas relata um fato curioso. Confira a imagem.



    Essa informação diverge do que foi dito em notificação pela CBG em resposta ao blog, dizendo que "o fotógrafo Ricardo Bufolin não representa a Confederação Brasileira de Ginástica" e que a "CBG assegura que não determinou absolutamente nada contra os representantes do blog".

    A CBG e o Minas se contradizem nessa parte e estamos confusos em entender. O Minas alega que agiu por ordens do Sr. Ricardo Bufolin que, segundo o clube, representa a Confederação Brasileira de Ginástica. Já a CBG diz que não ordenou nada contra o blog e que o Sr. Ricardo não representa a Confederação. Temos uma terceira pessoa envolvida ou o Sr. Ricardo realmente fez seu papel como representante da CBG?

    Para confundir ainda mais o nosso entendimento sobre os fatos, na apresentação da página pessoal do Sr. Ricardo no Facebook, contém a informação "Photographer na empresa CBG - Confederação Brasileira de Ginástica". Ontem mesmo ainda estava em Aracaju, cidade sede da CBG, como podemos conferir na imagem abaixo.


    Durante visita a Aracaju, em dezembro de 2015, em conversa para possíveis esclarecimentos com a Sra. Presidente Luciene Resende e a Assessoria de Imprensa Photo & Grafia, indaguei sobre a exclusão dos comentários e sobre os usuários banidos das redes sociais da Confederação Brasileira de Ginástica, como também o porquê disso ter acontecido de forma tão grotesca. Lembrei que nem no caso envolvendo Ângelo e Nory a censura nas redes sociais por parte da instituição foi tão severa com os usuários e seguidores das páginas como no caso do Gym Blog Brazil. Como resposta, me foi dito que Assessoria de Imprensa Photo & Grafia não tinha o controle das redes sociais da CBG na época do ocorrido e que o Sr. Ricardo Bufolin era um dos responsáveis pelo controle de mídias sociais, deixando mais dúvidas quanto à elucidação dos fatos. Depois do ocorrido, sabe-se que a agência Photo & Grafia passou a ter o controle das redes sociais da entidade e esses fatos não se repetiram até o momento.

    Voltando à notificação, o Minas ainda diz algo em sua resposta que, com todo o respeito, beira o ridículo.


    Sobre essa última afirmação do Minas:

    1 - Em momento algum afirmamos que fomos expulsos da Arena Minas. Afirmamos que fomos expulsos da área de imprensa, o que realmente aconteceu. Fomos credenciados para ficar na área de imprensa do evento e ter acesso aos atletas como qualquer outro veículo de imprensa teve. Isso nos foi privado. O único desejo era de um tratamento igualitário; ao contrário, tivemos um tratamento vergonhoso.

    2 - O blog esteve na ARQUIBANCADA do evento, área de senso comum a qualquer pessoa interessada em assistir a competição, e isso apenas com o colaborador e fotógrafo Ivan Ferreira. Mesmo tendo a possibilidade de trabalho limitada, conseguiu capturar excelentes momentos como o que estampa essa postagem. O colaborador Diego Aguiar, depois de expulso no dia 19/11/2015, deixou a cidade de Belo Horizonte e não assistiu a competição.  O colaborador Lucas Rodrigues, que nem chegou a retirar sua credencial, assistiu a competição da ARQUIBANCADA como um simples espectador a partir de sábado e não postou absolutamente nada.

    3 - Como forma de protesto, não publicamos nenhuma postagem sobre a competição e nenhuma informação relacionada na nossa página do Facebook.

    Dito isto, concluímos que as repostas que conseguimos até o momento são extremamente insatisfatórias. Por isso, continuamos buscando meios para esclarecer a verdade. O nosso desejo é que essa seja a última postagem sobre assunto e que a próxima notícia seja de um esclarecimento real, com indicação do verdadeiro culpado e solução do problema. Tudo que queremos é ter a nossa moral mantida e resguardada enquanto fizermos esse trabalho que é admirado por muitos.

    Em uma manhã de orientação na Ordem dos Advogados do Brasil, fomos orientados - e isso serve para qualquer outro profissional e amigo de imprensa que estiver lendo essa postagem - a chamar a polícia imediatamente caso algo assim ocorra novamente. Se a polícia não estiver disponível, a primeira coisa a se fazer é procurar um posto policial e relatar o caso para um boletim de ocorrência.

    Até o momento, não tivemos mais problema algum com o credenciamentos no Brasil. Participamos do Evento Teste em abril de 2016, dos Jogos do Rio em agosto de 2016 e novamente do Campeonato Brasileiro Adulto de Ginástica Artística em novembro de 2016 (esse último com organização total da CBG). Em todos os encontros que tive com a CBG e com a Agência Photo e Grafia após o ocorrido, foram muito atenciosos comigo e me disseram e asseguraram que o fato ocorrido com o blog em 2015 não irá se repetir novamente.

    Confesso que isso dá uma breve sensação de segurança para nós, mas não dá uma resolução final do conflito. Queremos entender porque essa injustiça foi cometida contra o blog e quem arquitetou tamanha covardia. Entender o motivo desse "empurra-empurra" de responsabilidades que já dura um ano e meio, enquanto o processo de expulsão do GBB foi muito simples e ocorreu em poucos minutos. Nosso trabalho sempre foi amar e divulgar a ginástica no Brasil de forma VOLUNTÁRIA. Continuamos em busca da verdade.

    Post de Cedrick Willian
    Foto: Ivan Ferreira / Melogym / Gym Blog Brazil
  • You might also like

    2 comentários:

    1. Espero que se resolva! Em 2016 tive uma situação constrangedora para atletas e familiares advinda da má administração da FMG, e tive de ouvir da presidente que para eu receber um pedido de desculpas deveria mandar ofício com papel timbrado solicitando o mesmo. Absurdo! E até hoje nada foi resolvido...

      ResponderExcluir
    2. É realmente lamentável e vergonhosa toda essa heterogeneidade com o que a verdade nesse país é tratada. Os fatos aconteceram, de uma forma tão escrota, como dito por você Cedrick, que se quer acreditamos no feito. Existe um culpado, e seja lá quem for, que ao menos uma vez em sua vida a ética profissional seja usada para ao menos se desculpar pelo ocorrido, que seja humilde e respeitoso com o trabalho com o qual o GBB há anos tem feito voluntariamente, sendo o único veículo de comunicação que trás informação aos amantes desse esporte que sempre foi tratado com descaso em nosso país. O esporte no Brasil sempre será um fracasso enquanto atitudes repugnantes como essa ainda permearem nosso dia a dia. Atraso, regressão, é só isso que temos visto. O pouco que avançamos, aos poucos propositalmente pedras são impostas no caminho. Sinto e lamento, de verdade.

      ResponderExcluir

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.